aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
19-01-2016, 9h09

Não há saída sem acordo entre governo e oposição

Acerto doméstico seria caminho para país superar crise econômica
36

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, terá uma tarefa dura nesta semana nas reuniões no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. A mensagem principal será de compromisso com o ajuste fiscal e com políticas que possam permitir mais investimentos estrangeiros no país.

Mas Barbosa enfrentará dois problemas: o primeiro é a falta de credibilidade para propor um compromisso com o ajuste fiscal. A razão é que o antecessor de Nelson Barbosa, Joaquim Levy, foi derrubado justamente porque teria implementado um ajuste fiscal rigoroso demais e ineficaz. Portanto, Barbosa sai em desvantagem ao prometer algo que dificilmente entregará. As previsões econômicas para 2016 estão piorando.

O segundo obstáculo é o governo continuar com um discurso contraditório. Promete um ajuste fiscal que não tem vontade de entregar. Pior: que é mais difícil de entregar a cada dia que passa.

Não há saída para a economia sem um grande acordo político entre governo e oposição. A classe política vê o Brasil afundar faz mais de um ano e se recusa a enxergar o problema. A disputa pelo poder, que faz parte da política como ela é, chegou a um ponto que alimenta a cegueira do governo e da oposição.

Obviamente, cabe ao governo, num momento de relativa calmaria, no qual a tese de impeachment perdeu força, propor um diálogo com a oposição sobre uma agenda mínima de medidas do Executivo e do Legislativo para o país sair da crise. Mas não há, neste momento, nenhum sinal da presidente Dilma Rousseff no sentido de propor esse diálogo.

Logo, a mensagem de Nelson Barbosa no Fórum Econômico Mundial será mais uma apresentação das credenciais do novo ministro da Fazenda do que uma viagem que possa resultar em algo prático para o Brasil.

Apesar do cenário internacional adverso, o problema principal está aqui. É doméstico. Passa por uma fórmula política que ajude o Brasil a evitar o abismo econômico e uma onda de desemprego que vai gerar um grave retrocesso social.

*

Jogada manjada

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, tem todo o direito de se defender e de apresentar à Justiça os recursos que julgar necessários. É importante que todo acusado, seja qual for o crime que eventualmente tenha cometido, tenha o direito à ampla defesa.

Nesse sentido, Eduardo Cunha está usando as armas de que dispõe ao pedir ao STF (Supremo Tribunal Federal) que paralise um dos inquéritos contra ele. No entanto, esse pleito soa como as manobras protelatórias que são usadas no Conselho de Ética da Câmara.

Mais uma vez, há uma reação que foge das respostas às graves acusações e se concentra em questões processuais. Dificilmente o STF vai acolher esse pedido, porque o tribunal tem dado aval à maioria dos procedimentos dos investigadores da Lava Jato.

O mais provável é que seja negado o pedido de Eduardo Cunha e que ele seja afastado do cargo de presidente da Câmara quando o STF apreciar o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesse sentido _o que deverá acontecer em fevereiro.

*

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
36
  1. Fernando Loureiro Pinto da Silva Filho disse:

    Sua ingenuidade me incomoda. O Brasil esta sob ataque feroz do neoliberalismo que quer pq quer a volta de politicas que favoreçam o grande capital e abandone de vez políticas desenvolvimentistas. Só a taxa SELIC não é suficiente. Querem o pré-sal!!!!!!

    • waldemar Canalli disse:

      O pré – sal já erra, morreu!

      • Rafael disse:

        KKKKKK…. O CARA ESTÁ EM 2003!!!

      • walter nobre disse:

        Caro Waldemar Canalli, tens razão, querem ressuscitar defunto; não há qualquer esperança, quando se trata de petrobras…eles acabaram com tudo, e querem continuar a afundar…
        A dilma, esta desfigurada, infelizmente ainda tem a caneta, e um bando de dependente…
        Se o Congresso tiver vergonha e algum pudor, não aprovará a CPMF, e será mais um passo para expulsa-los…não existem milagres, não conseguirá qualquer crescimento artificial…

    • paulo disse:

      Argumentação fora de moda.Funcionava bem nos anos 90.Depois do PT no poder, afundou na lama!!!

    • Eduardo disse:

      Que pré-sal? Com a cotação do barril caminhando para menos de U$ 20,00….desculpa de petista que não quer ver a realidade dos fatos.

    • Sergio disse:

      Prefiro dar aos gringos do que dar ao PT e tchurma.

    • Vagner disse:

      KKKKKKKk acorda meu o pré sal já era !!!!!!!

    • roberto disse:

      Essa argumentacao seria ate’ discuti’vel nos idos da Guerra Fria. saiu de moda, perdeu o pouco de credibilidade que tinha. ideologia jura’ssica nessa altura do campeonato so’ nos levara’ mais ra’pido para o buraco. a fo’rmula economica aplicada no Brasil e’ esquerdista.Governo tem de esquerda detesta nu’meros, detesta realidade. Algue’m tem du’vida sobre quem e’ o respons’avel por esse desastre que vivemos.Ou vamos acusar os americanos, os capitalistas, os marcianos?

    • Ricardo disse:

      Eu concordo contigo. O Brasil tá afundando mais rápido que o Titanic. A roubalheira do PT existiu, mas não foi ela que implodiu o Brasil. Concordo também com o Kennedy: o “governo” e a “oposição” estão numa queda de braço pelo poder e não chegam a lugar algum. A verdade é que se o PSDB estivesse no governo ele também não chegaria a lugar algum, assim como o PT não está chegando. Acredito que a Arábia Saudita quer quebrar alguém (Nós? A Venezuela? Os EUA que não são, porque esses podem simplesmente parar de extrair petróleo do xisto e voltarem a fazer isso quando for necessário) ou então quer comprar as reservas de petróleo a preço de banana, por isso eles se recusaram a reduzir a extração de petróleo. Eu sugiriria reduzir o preço dos combustíveis aqui no Brasil. Com isso as montadoras vão vender feito água. Mas antes disso aumentem o imposto sobre o lucro das empresas. A Petrobrás não vai quebrar. É só ela “encolher” agora e voltar a se expandir quando o petróleo ficar caro novamente.

    • Pasquale disse:

      Petrobras falindo,quem é o culpado?
      A KGB,CIA,os americanos ou um partido que tem o nome de PT.
      Petroleiros pastando

  2. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Pode parecer redundância, mas quem na classe política tem moral para oferecer qualquer acordo? O congresso é o maior cabide de empregos de mundo! A gráfica do congresso, os motoristas, ascensoristas, assessores e outros parasitas, ganham salários de executivos de multinacionais. Nuvem de gafanhoto perde !

  3. PEREIRA disse:

    Tem um ditado que diz que a justiça e cega, aqui no Brasil já esta sendo cega, demorada e quem sabe até muito mais que isso, pois nenhum que estão no poder nos cargos de presidente tem condições de permanecerem neles, só quem perde com tanto descaso é a população brasileira, pois ta demais, contas de energia a perderem de vista os valores cada dia mais caras, saúde pública a cada dia pior, estradas e ruas uma tristezas, somente muitos buracos e esgotos escorrendo, no período da eleição as promessas são tantas que não são cumpridas. Resta ao povo somente esperar que um dia isso mude para melhor, pois está muito difícil a sobrevivência de um cidadão que realmente trabalha para sustentar a sua família.

  4. Roberto Tricolor SP disse:

    A oposição não é flor que se cheire. Mas, fazer algum acordo com a bandidagem é crime. O governo que governe, se não conseguir, pede pra sair.

    • GERSON disse:

      Só que eles também são o governo, o governo que governe é discurso próprio da oposição que quer mais é que esse governo atual entre em falência múltipla dos órgãos e caia morta … porém esquecem e tentam adiar a recuperação do pais esquecendo que é o povo brasileiro que vem pagando pelo mal agouro lançado pela oposição … que com muita mal vontade, vai empurrando com a barriga decisões de grande urgência, com receio de que uma recuperação mais rápida perpetue o poder atual.

      • pedro disse:

        Quem está e sempre esteve pagando por esses desmandos e gastança desenfreada do pt, é o povo produtivo do Brasil, pois o resto só sabe mamar nas tetas da nação.

  5. Antonio Oliveira disse:

    Não há saída para a crise com esse governo, pois praticamente toda a população esclarecida não aceita a odiada e incapaz presidente, com seu partido corrupto, única responsável por essa situação, que mentiu e gastou descaradamente para se reeleger e manter com dinheiro público as “boquinhas” de seus “cumpanheiros”.Todo mundo sabe que sem CPMF a saúde, que virou uma tragédia maior do que era antes, não tem jeito! Mas isso jamais passará no Congresso com esse governo, que está completamente imóvel, pois com facilidade a oposição convence o eleitor do seu caráter de imposto gerado a mais por um governo ineficiente. A rejeição do governo é muito maior do que se publica, a ponto de a presidente não poder comparecer a nada por risco de ser vaiada! É uma situação lamentável! A renúncia seria a saída! O problema é o bando de incapazes a que oportunamente a aplaude, a maioria aculturada, e o que terão de fazer para sobreviver sem o dinheiro do contribuinte! É muito “Vaccari” para atender!

  6. welington disse:

    A única saída é a Sra. Dilma Rousseff reconhecer que sua incompetência afundou o país, despir-se de sua arrogância e renunciar ao mandato.

  7. Antonio Oliveira disse:

    A não aceitação radical desse governo decorre de ações incrivelmente inábeis ocorridas, sempre permeada pela arrogância sem fim da presidente, uma criatura que, pelo seu despreparo -nem falar direito sabe-, deveria ser a mais simples possível! Um exemplo é a estada dela no exterior em hotel de 35 mil reais a diária e ainda acompanhada de 52 “cumpanheiros”, tudo com dinheiro público, limusines, etc. Quem é que consegue esquecer uma abominação dessa? E a humilhação imposta por ela, ao vivo, à candidata Marina, que até chorou com a truculência dela? E o desempenho dela em funções anteriores, sempre um fracasso, além da compra de Pasadena, pagando 1,2 bilhões de dólares por empresa que valia 100 milhões? Infelizmente ela não passa de um terrível pesadelo acidental imposto ao país e que tem logo de terminar!

  8. Alberto disse:

    A cantilena militante de sempre.A mesma lenga lenga.O discurso militante costumeiro. Se a oposição fosse situação haveria acordo? Lógico que não.Então não haverá acordo,a menos que esse (des)governo deixe o poder.Simples assim

  9. jose paulo de carvalho disse:

    Com o atual sistema de poder ( tripartição de poderes – 1889) importado e que não se amolda aos costumes e caráter do Brasil. O melhor jeito é dissolver e começar do zero.
    Dissolver o congresso é uma das medidas.O Brasil precisa ser gerido por profissionais e não por partidos politicos.O estado tem quer minimo atuando apenas para regular o setor empresarial.Os entes politicos – UNIAO, ESTADOS, MUNICIPIOS dever ser reduzidos á UNIAO e aos MUNICIPIOS.Deve permanecer apenas o EXECUTIVO. O judiciario e o legislativo devem ser SUPRIMIDOS. Pois legislar é competencia exclusiva do executivo e o judiciario deve ser internalizado dentro da estrutura do executivo.
    Aos empresários devem competir entre si, sem a ajuda do executivo.
    Os empresários ficam “pressionando” o executivo a lhes dar incentivos, ameaçam demitir trabalhadores. Isso deve acabar.

  10. Santos disse:

    A coisa chegou a tal ponto que acho que só há salvação começando do zero: eleições gerais sendo proibida a candidatura de quem não tenha atestado de bons antecedentes e de quem esteja respondendo a processos. A nossa política e consequentemente o poder executivo está completamente podre e dominado por bandidos, não há como se fazer “acordos” nem com este governo nem com esta oposição.

  11. Joao carlos da silva disse:

    Se não houver acordo, iremos afundar todos juntos…

  12. James West disse:

    O prezado fala em acordo do governo com a oposição. Mas que acordo? Acordar o que? Que devem aumentar os impostos? Sim, “os impostos” porque só a CPMF não resolve mais. E como aumento de imposto diminui consumo e diminuição de consumo gera queda de arrecadação, o aumento nas alíquotas tem de ser polpudo para compensar isso. Empregos? Funcionário público não se preocupa com empregos, afinal não precisam defender os próprios, são imunes. Ajuste fiscal? Não dá para ajustar nada gastando mais do que se recebe. Esse papo é groselha. O governo está fazendo a mesma coisa que fez em 2013, 2014 e 2015. Está deixando os dias passarem para ver se as coisas se acertam por si. E, logicamente, mentindo, dizendo que está preocupado e que prepara “medidas”, que segundo eles, os deputados e senadores não aprovam. Não há “medidas”, e só aumento de imposto mesmo.

  13. Rafysanchez disse:

    Ao meu ver 2016 já esta perdido para o PT. Não farão acordos com a oposição que vê a oportunidade de quebrar o PT. Salve-se quem puder, estagflação pura.

  14. Rafael disse:

    FAREI MINHAS PREVISÕES PARA O FUTURO: MAIS UM ANO PERDIDO; AÇÕES DA PETROBRAS A R$ 1,00; MAIS LAVA-JATO; DILMA VAI DIZER QUE NÃO FEZ NADA; CUNHA NÃO VAI SAIR DO CONGRESSO; CPI DAS OLIMPÍADAS; MAIS LAVA JATO; NOVO MINISTRO DA CASA CIVIL; DILMA NÃO SABIA DE NADA DE NOVO; MAIS EDUARDO CUNHA; AÇÕES DA PETROBRAS A R$ 0,99; ESCANDALO DO BNDES; MAIS LAVA JATO; DILMA NÃO SABE DE NADA NEM O LULA; EMBARGOS INFRINGENTES (E OUTROS COELHOS DA CARTOLA QUE SÓ EXISTEM QUANDO OS AMIGOS PRECISAM)… FÉRIAS DO EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO … E FELIZ 2017!!! UM ANO QUE SERÁ “MELHOR”… (AH!!! ESQUECI… O PT NÃO SABIA DE NADA TB!!!)

  15. Thiago disse:

    Eu quero é o quilo do feijão a R$30,00. Quem sabe assim na próxima eleição aprendam a votar direito.

  16. LYRA disse:

    Parabéns ao Kennedy, ainda bem que mais uma pessoal descobriu que não existe crise econômica e sim uma crise de falta de vergonha na cara desse bando de meliantes também conhecidos como políticos, que se chama crise POLITICA, onde só quem sofre são os verdadeiros idiotas que votaram e consequentemente arrumaram emprego para desocupados/malandros, que só pensam neles e a população que se dane.

  17. Mario Machado disse:

    E O BRASIL COMO VAI?

    Estive silencioso por dias. Há muito não posto nada de importante ou sem importância neste blog do Kennedy. Tomou-me uma sensação de desperdício à minha lógica inteira, o meu empenho de contribuir de algum modo à soma dos comentários aqui expostos às leituras, os meus pontos de vista ao andamento de não sei o quê! Nada anda, nada vai à frente, nada clareia o horizonte. Vêm-se apenas trevas. Vê-se tão somente um emaranhado de projetos para não trazer o Brasil aos trilhos que deveria vencer à sua caminhada à Luz da inteligência, ao clarão das excelentes performances e, para culminar, consorciando-se situação oposição e governo central, para o bem comum. Cada qual tem a solução brilhante, mas o brilho se reveste da opacidade das vaidades, da rigidez da arrogância e da desconstrução criminosa de uma economia que caminhava tranqüila e rente ao que deveria ser desejado por todos. Inclua-se o povo como o mais prejudicado quando não há entendimentos à casa de Noca

  18. roberto disse:

    Agora que tudo deu tudo errado graças a incompetência e roubalheira o Governo vem pedir penico para a oposição? Mas o Governo não tem maioria no congresso? A culpa é da oposição? Só aqui mesmo que o culpado da traição é o sofá.

  19. É sempre o mesmo blá..blá…blá.
    É uma enxurrada de mentiras que este governo divulga insistentemente.
    Dinheiro o Brasil tem, o que está faltando e mandar toda essa gente para o inferno e na melhor das hipóteses para a cadeia.
    Novas eleições para todos os cargos e sem ninguém com ficha suja ou até mesmo sendo processado, pois onde há fumaça há fogo.
    Proibir de vez esse entra e sai, quem já prestou serviço seja presidente, senador, deputado, governador prefeito e vereador, após o seu mandato, que volte a sua antiga situação.
    Esse pessoal quando entra em cargo público deseja ficar mamando nas tetas do governo o resto da vida e trabalhar para o pais e para o povo nem pensar.
    RESUMO:
    TODA ESSA GENTE QUE AI ESTÁ NÃO ME REPRESENTA DE JEITO NENHUM, SOU HONESTO E TRABALHADOR E NÃO DESEJO SER GOVERNADO POR LADRÕES.

  20. Helton disse:

    Kennedy, nos últimos 13 anos o Lula, a Dilma e o PT falaram que a oposição tinha quebrado o país, que eles não sabem governar, ou seja, que a oposição não sabe de nada.

    Por que agora eles a chamariam e ela aceitaria?

    Incrível como colocam a oposição, quase destruída, no meio da crise. Desculpe, mas você parece realmente um garoto de recados do governo…quando o país quebrar de vez, vão falar que é culpa da oposição, como o Maduro fez na Venezuela…

  21. Ricardo disse:

    O Brasil devia:
    1º) Aumentar o imposto sobre o lucro das empresas
    2º) Reduzir drasticamente o preço dos combustíveis. Afinal, o barril do petróleo vai chegar a US$ 20. A Petrobrás NÃO vai quebrar. É só ela “encolher” agora e voltar a expandir quando o petróleo aumentar.
    3º) As montadoras vão vender feito água. Vai reanimar a economia interna. O Governo vai ganhar com o imposto sobre o lucro delas e com o aumento na venda de combustíveis.
    4º) Empresas de transporte coletivo vão quebrar. Algúem terá que morrer para salvar a maioria.
    5º) Com a queda dos combustíveis, o custo dos transportes cairá e “espera-se” (essa é a parte da fé) que os preços finais também caiam, reduzindo assim a inflação, gerando aumento do consumo e reanimando a economia como um todo.

    • pedro disse:

      Reduzir ministérios e cargos comissionados nem pensar né?

      • Ricardo disse:

        Com certeza ajuda! Mas vamos ser realistas: tu acha mesmo que só isso resolveria o problema? Tu acha mesmo que algum partido político, seja PT, seja PSDB, seja o P que for, vai abrir mão desses cargos? Não seja ingênuo nem utópico. O negócio é focar em algumas ações que tenham grande impacto. Não adianta querer tirar água do navio com copinho de café quando metade do Titanic já está debaixo d’água.

Deixe uma resposta para GERSON Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-28 22:20:07