aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-07-2018, 21h24

Negativas para vice mostram isolamento de Bolsonaro

Deputado nunca foi articulador político importante
17

As duas negativas que Jair Bolsonaro recebeu para arrumar um vice na chapa presidencial mostram o isolamento político do deputado federal do PSL do Rio. O senador Magno Malta (PR) e o general da reserva Augusto Heleno (PRP) recusaram a posição.

Bolsonaro nunca foi um bom articulador político na Câmara. Sempre foi um outsider, uma figura folclórica e isolada. Ele cresceu devido à crise do PSDB, que abriu espaço para alguém capitanear a extrema-direita do eleitorado.

Os tropeços de Bolsonaro mostram que, mesmo em boa posição nas pesquisas, o deputado federal tem dificuldade para atrair apoio relevante a fim de aumentar o seu tempo na propaganda eleitoral na TV e no rádio. O partido dele terá direito a apenas sete segundos na campanha no rádio e na TV.

Nesse contexto, cresceu a especulação sobre a possibilidade de o candidato do PSL ter a companhia da advogada Janaína Paschoal, uma das signatárias do pedido de impeachment que resultou na queda de Dilma. A intenção de votos em Bolsonaro é menor entre as mulheres do que entre os homens. Janaína se filiou ao PSL.

*

Vice cobiçado

O empresário Josué Gomes (PR) é um vice cobiçado. Filho de José Alencar, que foi vice de Lula e fez dobradinha de ouro com o petista, sem conflitos entre companheiros de chapa, Josué teria peso simbólico para atrair simpatia empresarial. Ciro Gomes (PDT) e o PT fazem acenos para ele.

*

Divididos

No chamado Blocão, que reúne parcela dos partidos do Centrão, há divisão. O DEM é o mais importante dos quatro partidos. O caminho que o DEM seguir deverá ter influência nos rumos de PP, PRB e Solidariedade na corrida presidencial. O blocão tem negociado com Ciro e Geraldo Alckmin (PSDB).

Ouça os comentários sobre composições políticas no começo do áudio abaixo:

Comentários
17
  1. João Felício disse:

    Os políticos brasileiros criticam muito Cuba por só ter um partido. Agora eu pergunto, depois de tudo que ouvimos no programa de hoje, das cachorradas envolvendo todo o fisiologismo da política brasileira, será que é grande coisa ter essa penca de partidos gananciosos brigando entrei por seus próprios interesses e o brasileiro do lado de fora do campo com os dentes caindo?

  2. Gonçalo Ottoni Correia disse:

    …nunca foi um bom articulador político na Câmara. Sempre foi um outsider, uma figura folclórica e isolada.
    Mas…, a bem da verdade, vc deixou de citar que além disso tudo, ele não está envolvido em falcatruas e corrupção.
    Vc esqueceu de citar isso.

    A propósito, vc se parece muito com o personagem do Milhouse Van Houten do seriado dos Simpsons.

    • walter disse:

      Parabéns Gonçalo, não adianta ser um expoente na politica, com as mãos sujas; realmente o Bolsonaro jamais teve popularidade, mas cumpre seu papel como parlamentar…fazer considerações negativas, por ser só, não vai evitar que o Povo, vote verdadeiramente neste candidato, que não fala a língua das raposas felpudas…espero que tenha aliados, com perfil da Dra Janaína Paschoal; todos querem novidade, com propostas de mudanças; no entanto nenhum candidato peso pesado até aqui, disse ao que veio…se bobearem, só teremos no segundo turno, ele e a Marina menos pior…um projeto relevante do deputado em questão, não vingou até hoje; trata se do Voto impresso, estas Urnas são suspeitíssimas, controladas pelos técnicos da Venezuela, e ninguém se preocupa de fato; por tudo isso, este país precisa de respeito e ordem, antes de mais nada…

  3. Forken Junior disse:

    Discordo, o critério de Vice para Bolsonaro é o alinhamento filosófico/moral, ele não é como a maioria. Magno Malta não aceitou porque usou a popularidade de Bolsonaro para se fortalecer, e ele não quer ser coadjuvante de ninguém. Ou ele presidente, ou ele ta fora. Como sabe que não ganha como presidente, prefere ser Senador. Já o General não disse não, ele foi induzido a dizer não por causa dos aliados de Bolsonaro que não querem ele, pois ele não trará tempo de propaganda.

  4. Marcelo disse:

    O que chama a atenção e o fato dessa classe política podre que o Brasil tem ficar tão temerosa da candidatura de Jair Bolsonaro.

  5. João Roque disse:

    Bolsonaro e Drª Janaína terão o meu voto !!!

  6. Paul Muadib disse:

    Nem todo está desesperado para apoiar um inepto…

  7. Douglas Benassi disse:

    Quem vai querer ser vice de um cara com 17% de intenção de votos, só vai perder tempo e criticas.

  8. Edmar Ribeiro disse:

    Bolsonaro vai vencer esta eleição e será uma “PORRADA” do povo brasileiro em cima da classe política e de todos os partidos políticos, pois sem coligação o tempo de Bolsonaro será misero na TV, porém vamos nos mobilizar pelas redes sociais e boca. CHEGA DOS MESMOS!!!

  9. walter disse:

    Kennedy,o Bolsonaro como foi o Collor, neste mundo de meu Deus, não precisa de vice exatamente; esta tendo cuidado, em não aceitar qualquer coisa…o Povo esta muito atento; esta coligações Mambembes, são prejudicadas por si só…os grandes partidos também não alavancam votos, e não conseguem se aliar…quanto ao Nome da Dra Janaína Paschoal, tudo ficará mais a caráter…o filho do josé Alencar, de nada adiantará, o Povo não conhece…Tudo continua muito confuso, talvez seja melhor assim; quem sabe, surpreendam o eleitor, que é afinal de contas, o que importa nesta hora…

  10. eliezer da silva cerqueira disse:

    Cada vez + me convenço em votar no Bolsonaro,

  11. Roberto Printel disse:

    Infelizmente, se ilude quem acha que o fato de Bolsonaro estar se “alijando” de apoios tradicionais é negativo para sua campanha, isso reforça (mesmo que involuntariamente) o discurso ultra direitista e o torna mais descompromissado e perigoso.

  12. Correia disse:

    O General Heleno vai sair do PRB e volta para juntar-se Bolsonaro. Quero ver vão noticiar os que estão com medo do Mito

  13. só Deus para ter dó deste país!

  14. Policarpo disse:

    Com o quadro político de hoje, pergunto: É um mal sinal não conseguir fazer alianças com os partidos políticos hoje?
    É um demérito não conseguir negociar com os políticos atuais?
    É uma coisa ruim não conseguir aceitar as condições que os parlamentares impõe para receber seu “apoio”?
    Ficar isolado do mundo político é um sinal de , no mínimo, decência.

    Espero que o povo enxergue que, nas negociatas que estão ocorrendo hoje, o dono do PODER é o único que não leva nada, a não se a conta cara depois.

  15. MAGNER ANDRADE disse:

    As recusas do PR e PRP, nos mostram que todos os partidos são iguais. Só pensam neles e no próprio umbigo. Qual a justificativa plausível para esses partidos não querer indicar o candidato a vice presidente na chapa praticamente vitoriosa do presidencial deputado federal Jair Bolsonaro. Isso só mostra que esses partidos seus dirigentes e filiados não querem as mudanças e transformações que Bolsonaro prega e que o pais tanto necessita. Bandos de hipócritas a serviços das esquerdas.

  16. J K disse:

    Trazendo essa postulante, eu acho que ele perde a eleição. Há muita gente que mente em relação à simpatia com o PT. Diz que não gosta e tal, mas se não houver candidato deles no 2º turno poderiam votar numa chapa de milicos. Entrando ela, não sei. Alguém votaria nela para presidente? Então não adianta votar com ela vice, afinal, se ela se apresentou como uma das autoras do pedido de impeachment da Dilma, quem me garante que ela não está sendo bancada apenas para garantir acesso ao governo central e depois tramar contra o JMB, sendo ela a herdeira legal do cargo? Abre o olho e os sentidos, Jair!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-11-19 20:04:04