aki

cadastre-se aqui
aki
Política
11-08-2015, 9h17

Opinião pública e empresários freiam irresponsabilidade do Senado

34

Postado por: Daniela Martins

Diante da péssima repercussão perante a opinião pública e empresários da ação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, na volta do recesso parlamentar, o Senado recuou e parou de dar gás à chamada “pauta-bomba”.

Pela sua natureza, o Senado sempre foi uma casa revisora, um poder moderador em relação à Câmara. Portanto, atuar nesse sentido é devolver um pouco de racionalidade ao debate político e interromper essa escalada de irresponsabilidade fiscal, que él ruim para o atual governo, mas pior para o Brasil no curto, médio e longo prazo.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), mudou o tom da água para o vinho. Disse ontem que o impeachment não é prioridade do Congresso e afirmou que tratar disso seria atear fogo no país. É uma atitude totalmente diferente da que vem sendo adotada por Cunha (PMDB-RJ).

É preciso lembrar que foi Renan quem devolveu a medida provisória que reduzia a desoneração de impostos e obrigou o governo a apresentar um projeto de lei. O Senado também aprovou o reajuste do Poder Judiciário, que a presidente Dilma teve de vetar.

Há uma clara inflexão dos senadores nos últimos dias, sobretudo daqueles da base de apoio em geral e do PMDB em especial.

Para agradar Renan, o governo aceitou debater uma pauta de 28 medidas, batizada de “Agenda Brasil”. Na atual crise, aceitaria debater qualquer agenda, porque qualquer socorro que venha do Congresso é bem visto pela administração Dilma.

Essa agenda tem muitos polêmicos e não há unanimidade, como idade mínima para aposentadoria e acelerar licenças ambientais. Mas é melhor dialogar a respeito disso do que votar projetos que aumentem as despesas públicas.

Também contribui para a ação de Renan uma informação de bastidor de que o inquérito em relação a ele no STF (Supremo Tribunal Federal), que apura acusações da Operação Lava Jato, está num ponto de tramitação mais atrasado do que o de Cunha, do senador Fernando Collor e de outros políticos.

A tendência é que Renan fique fora da próxima fornada de denúncias do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Só isso já dá ao peemedebista um fôlego na atual crise e o ajuda a se reaproximar do governo.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
34
  1. Edi Rocha disse:

    Acabou para Eduardo Cunha.
    O empresariado cansou da irresponsabilidade do legislativo.

    • pedro disse:

      Isso mesmo. Eles preferem a irresponsabilidade do executivo!!!!!!!!!!!!

      • Edi Rocha disse:

        O executivo não está sendo irresponsável (como você sugere) porque o legislativo não está permitindo que o executivo trabalhe (também não permite que o país olhe pra frente).
        .
        As pessoas acham que o executivo é totalmente independente e “faz o que quer” (porque a eleição presidencial é a de mais destaque), mas a verdade é que são 3 poderes, e o legislativo tem trabalhado muito no decorrer deste ano para prejudicar o executivo (e de quebra, o país).
        .
        Quem acompanha ao vivo o trabalho dos deputados e senadores, e tem uma certa imparcialidade na análise, percebe bem isso. Quem age como torcedor de time de futebol (parece o seu caso), só faz “puxar a sardinha para o seu lado”, não importa os fatos.
        .
        É claro que isso não quer dizer que o governo não precisa agir diferente em vários pontos, e se já tivesse feito isso não teria todo esse desgaste.

        • pedro disse:

          Então me explique o porque de se financiar e acabar obras nos países vizinhos, enquanto saúde e segurança vão de mal a pior aqui no Brasil? Financiamentos esses que são feitos a revelia dos interesses do povo brasileiro, que como já mencionei estão carentes de saúde e segurança. pedaladas, mentiras, compra de votos, compra de base aliada, e por aí vai… Isso custa muito caro para o povo brasileiro, que no entender desse governo, só serve para pagar impostos, sem receber em troca o que deveria.

    • Nabih disse:

      O que a Dilma esqueceu de dizer é que suas ações demagógicas, para ganhar eleições, é que esta nos causando tantos aumentos na conta de luz. Lembram-se quando ela e o pt obrigaram as distribuidoras a não aumentar a conta de luz. Fazendo isso, faltou investimentos das distribuidoras, isso sem falar nos desmandos na macroeconomia e gastança ‘social’, além claro da roubalheira do mensalão e do petróleo. Infelizmente, ainda tem mais coisa jogada pra debaixo do tapete, se mexerem lá, a coisa vai feder. A listar: Eletrobrás, fundos de pensão, dentre outros que depois listo mais. abra os olhos Brasil.

      • Edi Rocha disse:

        Esse é um dos pontos onde notadamente foi um erro do governo. Por exemplo, forçar a Petrobras a manter o preço da gasolina por alguns anos. Quando teve que aumentar os preços, o povo mal acostumado a “não ter aumento de gasolina” reclamou. Oras, o povo tem memória curta, é bem melhor aumentar “um pouco” quando há necessidade de aumentar os preços, do que esperar para aumentar tudo de uma vez. Foi um erro.
        .
        Um outro erro é que falta o governo cortar seus próprios gastos. Estamos em crise, então o que o governo está fazendo para “poupar dinheiro”? Já deu tempo de sobra pra dar uma satisfação à sociedade.

  2. Ricardo Borges Lourenço disse:

    Eu penso que essa mudança repentina nas atitudes do Renan é porque o Janot o deixou de fora das denúncias que pesam contra ele. Ou seja, o Cunha foi denunciado porque se rebelou contra o governo, mas o Renan foi poupado porque o governo precisa do seu apoio. Assim, abre-se o balcão de negócios: isenção de denúncias e cargos no segundo e terceiro escalões, em troca de apoio.

    • Marcos da Silva disse:

      Não tem o menor sentido o comentário. O Janot é do MPF e não do Executivo, o Governo não tem poderes sobre as ações do MPF. Tem sim sobre as da Polícia Federal, mas se fosse para manipular seria mais fácil nem ter começado a investigação, não é?

    • Jonas disse:

      Ricardo Borges, O que vc diz não faz sentido, Como já explicou o Daniel o Governo não exerce influencia sobre o MPF, pois se exercesse livrava todos os companheiros, pelo contrário pela primeira vez o Brasil tem um MP e PF independendes . Se Renam foi poupado e Cunha acusado por ser contra o governo então me explica pq Aécio citado foi poupado ? pq Alvaro Dias citado foi poupado ? Sergio Guerra citado foi poupado ? inclusive o próprio PSDB foi poupado ? Será que eles foram poupados por ser contra o governo ?

  3. Daniel disse:

    É deprimente saber que estamos na mão de Renan Calheiros….
    Tem qua acabar tudo e começar denovo.

    • Roberto Freire disse:

      Concordo plenamente, a situação do país é tão ruim que o que esta com o processo atrasado é o melhor aliado do governo, ou seja, o menos pior agora é o melhor, mas esta conversa aqui do blog que a população e os empresários não querem o impeachment é prematura, que tal fazer tal avaliação após o dia 16/08 quando o povo ira as ruas e dia o que quer?

  4. christhian disse:

    Risos , o conchavo que não conseguiu com o FHC conseguiram com Renan , mas o que o governo ofereceu ? Será que seria o atraso das investigações sobre ele ?????? Assim não comprova de fato que o Procurador é submisso a Dilma e joga o jogo dela ?????

    • Francisco de Assis disse:

      O janot é tão submissso a Dilma que poupou todos os adversários dela, não investigou, Sergio Gurerra, Aécio, Alvaro Dias, Anastasia, nem o período de FHC, será que foi por ordem da Dilma que nada disso foui investigado apesar de citados pelos delatores ?

  5. Laurindo disse:

    É… parece que o Brasil está ficando cada vez mais Brasil. Chegamos a ponto de depender de um esperto – no pior sentido da palavra – o Renan, e de um obsessivo, louco-de-pedra, o Eduardo Cunha. Se os compararmos a um Alkmin, por exemplo, ficaremos estarrecidos, pois perceberemos o nível dos dois. O paradoxo é que o país é tropical, mas o sol aparece só de vez em quando.

    • Angela disse:

      O brasil continua cada vez mais brasil, onde já se viu um combate a corrupção onde não se prende ninguem do PSDB nem do DEM. Inclusive parece que é crime investigar pessoas desses partidos, se for do PT já é ladrão mesmo que não seja, não importa se é injusto, o que interessa é o poder

  6. Acordo para lá, dólar para cá, e assim vão levando a vida
    Esse pessoal está querendo manter seus cargos milionários a qualquer custo, mesmo que as suas ações acabem por levar o povo e o pais ao fundo do poço, se é que já não chegou.
    STF, OAB, MINISTÉRIO PÚBLICO, EMPRESARIOS E O POVO TEM A OBRIGAÇÃO DE SE MOBILIZAR PARA ACABAR COM ESSA FARRA, NÃO MERECEMOS DE FORMA NENHUMA ESSA GENTE CORRUPTA E INCOMPETENTE DIRIGINDO NOSSO PAIS.

    • Carlos Alberto disse:

      quem fez mais médicos, luz para todos, bolsa família, pronatec, prouni, fies, nos livrou do FMI, tirou milhões da miséria extrema, tirou o Brasil do mapa da fome (da ONU), recuperou o salário mínimo, pra vc esses são incompetentes. Com certeza competente é que depois de 08 anos deixou o país com inflação de 13%, juros de 24%, desemprego de 13%, e salário mínimo de R$ 200,00 e que corrupção não se investiga se arquiva (não se deixe enganar pesquise no google e comprove )

  7. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Se alguém é irresponsável não é apenas o Senado, é todo o conjunto da sociedade que elegeu isso que hoje é uma formação de quadrilha. Democracia sem instituições fortes é estado de anarquia !

  8. João Alberto Afonso disse:

    Está certo que as atitudes do Cunha são meritórias de criticas, mas a pauta bomba só se fez presente por conta dos desmandos dos governos Lula e Dilma que, simplesmente, colocaram o País na pior situação financeira que teve, muito em face da corrupção sem ímpar e gastança com 39 ministérios para agasalhar apaniguados. Portanto, se o governo que a compreensão do Congresso que trata de parar de gastar, começando por reduzir indigitados Ministérios para, no máximo, doze e que acabe com os malditos cargos de confiança, visto como há funcionários públicos concursados para exercerem a gestão com a fiscalização dos setores governamentais para tanto.

    • Katia disse:

      “pior situação financeira” pesquise no google a pior situação nossa foi em DEZ/02 quando o PSDB foi tirado do poder nas urnas, com inflação de 13%, juros de 24%, desemprego de 13%, endividado com FMI, sem reservas cambiais, com risco brasil acima de 1000 ptos, petrobras valendo 20% do que vale hoje, sem nenhum programa social que temos hoje, privatizaram tudo mas até hoje não sabemos o que foi feito com o dinheiro das privatizações. Apesiar da crise mundial estamos bem melhores hoje

  9. JM disse:

    É muito nojento o ambiente político no Brasil:

    Presidente na TV pedindo para não fazer o que o partido dela fez e faz o tempo todo;

    Presidente do Senado trocando impunidade por apoio;

    Presidente da Câmara revoltado por que está sendo investigado;

    Fernando Collor se fazendo de inocente;

    Lula escondido com o rabo preso;

    Enquanto isso Maluf rindo de todo mundo!

  10. Aécio Moura disse:

    Dilma faz apelo? Como assim apelo? Ela já foi presa na ditadura, ela aguenta a pressão! Aguenta firme, rainha do cangaço! A porrada tá só começando!

  11. Mota disse:

    Cunha quer aumentar as contas do governo nesta crise só porque é contra o governo, e o povo fica em segundo plano, vamos abrir o olho por mais descontente que você possa estar com o governo não apoie os aumentos dos gastos porque quem ira pagar como sempre sera NÓS (o povo).

    • Edi Rocha disse:

      Exatamente isso. O dep. Eduardo Cunha se aproveita da função para retaliações e vinganças, é por isso que o correto é que uma pessoa na posição dele renuncie, porque quando isso não acontece… olha a bagunça que ele está fazendo.
      Até porque a maioria da população só conhece presidente da república, tudo cai no colo do executivo. O povo elegeu deputados federais, mas “presidente da câmara” foi eleição entre eles, o povo nem sabe que existe isso (pelo menos a grande maioria).

  12. MARCUS LEITE disse:

    Desculpe-me, Kennedy, mas que “opinião pública” você está se referindo? Aqueles 90% que consideram o governo ruim? ou a “opinião pública” dos 9% que consideram o governo ótimo? A pauta do Cunha retrata o desgoverno que vivemos e a verdadeira opinião pública já se cansou do “estilo PT de Governar”….

  13. Pasquale disse:

    As ações da Petro,estão em liquidação 9,40.
    Metade do preço do quilo da carne.
    Feito histórico,o Lula fez os brasileiros otários comprarem a 26,50.
    Usando o FGTS,parabéns ao PT.
    Enquanto o Dirceu e cia ficaram rico,o trabalhador empobreceu.

  14. Michele Coutinho disse:

    Por que o Congresso não discute o cancelamento daquela compra absurda de US$ 5,4 bilhões em caças, o que não é prioridade nenhuma para o país na atual conjuntura??? Isso sim é que tinha que ser derrubado pelo Congresso! Com este dinheiro, o governo poderia pagar um reajuste mais digno aos aposentados que ganham acima do mínimo, não é mesmo? Contribuíram uma vida inteira, para chegar no final e serem tratados desse jeito! Como um encosto! Preferem gastar com caças do que melhorar minimamente a vida que resta daqueles que ajudaram o Brasil crescer. Isso ninguém fala. Só quem não defende que a justiça seja feita com esses aposentados, é quem não precisa disso para o futuro e está mais é pouco se importando com eles…. é ou não é verdade?? Absurdo!

  15. j disse:

    Vergonha total!! Mas, o povo quer protestar somente para uma parte dos quadrilheiros, esquecendo-se ou omitindo-se em relação ao resto dos bandidos que,sem exceção, estão em todas as legendas partidárias.

  16. paulo disse:

    Esperar o que de Renan?Preocupação com o país?Honestidade?Caráter?A diferença entre ele, Dilma e Collor é……nenhuma!!!

  17. antonio brandeleiro disse:

    Que opinião pública ? essa conversa esta meio que esquisita, a maioria quer é se livrar desse governo corrupto, e na eleição se livrar dos puxa-saco do congresso, quem defende a continuidade são claramente os Petistas pagos, os sem vergonha ladrão de galinha, os come dorme.

  18. RONALDO disse:

    A irresponsabilidade política de Aécio e de Cunha já está prejudicando a economia, e os empresários saltaram da barca furada da oposição. Acorda povo brasileiro. Resta ao senado assumir o papel de poder moderador diante da crise mais política do que econômica.Não queremos que o Brasil se transforme na Grécia de hoje.

  19. otto guerra disse:

    o collor foi eleito pela refe globo, a dilma foi eleita apesar da rede globo. não existe comparação entre eles! quem viveu a época do pc farias, sabe q agora é a mesma roubalheira clássica de sempre e que pela primeira vez tá sendo combatida de fato. sorte a dilma ser a presidente, outros no lugar dela teriam ou se matado ou renunciado ou derrubado. ela é fodona. o tempo dirá quem é quem.

  20. Cláudio Antônio disse:

    Fundo do poço…Depender de Renan mostra a que ponto chegamos…a que ponto o PT chegou para manter a governabilidade. Siga-me dia 16 os que forem brasileiros e contra a corrupção.

  21. Alberto disse:

    Entenderam que o governo acabou? Entenderam que a festa fiscal acabou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 17:02:31