aki

cadastre-se aqui
aki
Política
09-05-2014, 9h21

Para governo, Datafolha seria pior sem fala de Dilma na TV

8

O comentário do “Jornal da CBN” é sobre a pesquisa Datafolha. Série de pesquisas sugere eleição presidencial dura e em dois turnos. Polarização PT-PSDB está na memória do eleitor, apesar de haver tempo para reação de Eduardo Campos (PSB). Governo acha que o pronunciamento do Dia do Trabalhador amenizou queda da presidente Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas. Sem fala na TV e discurso focado em inflação, auxiliares avaliam que números seriam piores. Crescimento de Aécio Neves (PSDB) o distancia, por ora, de Campos.

Comentários
8
  1. Jucelino Matos disse:

    Eu venho acompanhando os números das pesquisas e também os noticiários sobre politica, acho que Aécio Neves da Cunha está no mato sem cachorro.Ele está igual aqueles doentes em estado terminal que melhora, antes de morrer,mas depois acaba falecendo.Quem não nasceu ontem e viu o país sair de uma recessão e desemprego terrível vai querer de volta a era dos tucanos ? Mas isso de jeito nenhum vai acontecer,pois quem viveu as duras penas a era tucana,quer mais é continuar em ascensão. Isso é o que eu quero prá mim e todos eleitores desse país que volta e meia quer ficar igual caranguejo.

    • Marco Antonio L. disse:

      Prezado Jucelino, inclusive se atentarmos para as pesquisas espontâneas, aquelas que realmente valem, que representa o eleitor e a urna, somente os dois, o eleitor lembra de tudo que houve de melhora no país, com a posse do Lula, depois a Dilma, com o governo do PT. Lembra na hora exata de votar, ou quando está na fila esperando votar. Lembra de quanto a vida da família melhorou, dos vizinhos, dos parentes, dos conhecidos. A vida com emprego, casa, comida, saúde, educação, salário, inflação baixa, pré-sal, minha casa minha vida, Pronatec, Sisu, Enem, Mais Médicos, e muitas outras melhorias. A comparação é incalculável em melhorias com os governos anteriores ao PT, ao LULA, a Dilma. Os brasileiros de 2003 para cá, vivem com dignidade, respeito, vivem com um governo do PT que é patriota.

  2. Antonio Adalmir Fernandes disse:

    Não há dúvida de que, somente para o governo, o pronunciamento do Dia do Trabalhador teria amenizado a queda nas pesquisas da presidente da República, porquanto, na avaliação governista, não fosse a maquiavélica tentativa de mostrar medidas de cunho nitidamente “generoso”, a exemplo do aumento do benefício do Bolsa Família, no percentual de 10%, com vigência no próximo mês, pago a quem não trabalha, quando se tratava de discurso em homenagem justamente a quem trabalha e produz, e ainda a correção da tabela do Imposto de Renda da pessoa física, em percentual de 4,50%, bem abaixo da possível inflação oficial de 6%, com vigência no próximo ano, certamente os números seriam piores e desastrosos. O certo é que as avaliações de desempenho da presidente ainda se sustenta tendo por fundamento campanhas pesadas e milionárias de marketing e de publicidade, sobrecarregando os meios de comunicação com diversas propagandas próprias de governos socialistas, mostrando todo tipo de realizações que sequer se aproximam das reais obrigações de governo sério e comprometido com bem geral da sociedade. Ou seja, o governo deveria se envergonhar de alardear o que vem fazendo que, na verdade, não representa nem de longe o que deveria fazer em qualidade para o povo, a exemplo do que foi feito para atendimento das exigências dos organizadores da Copa do Mundo, que não votam, mas fizeram as maiores exigências e foram atendidos, enquanto o povo continua à mercê da incompetência e da falta de prioridades dos governantes, embora seja obrigado ao recolhimento de pesados tributos para manter a máquina pública inchada e ineficiente, que é incapaz de modernizar os mecanismos funcionais da sua estrutura, como as tão exigidas reformas política, previdenciária, administrativa, trabalhista, tributária etc. Enquanto, de mentiras e de precariedades, os caríssimos programas publicitários, ainda promovidos à custa do sacrifício do contribuinte, a presidente ainda consegue avaliação tão expressiva, que jamais seria possível sem as quais, tendo em vista que inexistem realizações governamentais capazes de respaldar percentuais tão irrealistas, em termos de resultados e de benefício decorrentes da administração dos recursos públicos. Acorda, Brasil!

    • Rodrigo disse:

      Estou cansado desse velho discurso de que os eleitores do PT são apenas os beneficiários do Bolsa Família (não o recebo). Também cansado dos que afirmam que este programa é uma esmola a quem não trabalha (pois, às custas de uma lógica capitalista/liberal, abandonamos um contingente de pessoas que são esmagadas porque lhes são negados direitos básicos e universais para lutarem pela sobrevivência), o Bolsa Família é TRANSFERÊNCIA DE RENDA. Será que o melhor caminho é o Aécio Neves que promete medidas impopulares porque acredita que o SALÁRIO MÍNIMO está muito alto? (se tiver curiosidade, veja entrevista do Armínio Fraga, presidente do BC no governo FHC e possível candidato ao mesmo posto).

  3. Almir Simões disse:

    A pesquisa foi feita em Ordem Alfabética. Foi perguntado quantos votarias em um canddato apoiado por Lula ?

  4. João Alberto Afonso disse:

    Tomara que o Campos suba nas pesquisas porque, com Marina, o governo sairá dos mesmos que lá estão, somados, há vinte anos e o povo do sertão passando sede e fome por conta da não transposição do Rio São Francisco e, de consequência, o Bolsa Miséria é o maior sucesso por aquelas bandas.

  5. Tunim disse:

    Essa queda tende a aumentar na medida que a Dilmona mostra cada vez mais incoerencia com sua fama de gestora e a realidade da vida.

  6. Maurício disse:

    AS PESQUISAS estão indicando que o povo brasileiro quer o desembarque deste governo populista que ai está. O cidadão paga religiosamente seus impostos e o Governo Federal não cumpre com sua obrigações (a carga tributária que chega a adicionar 58% em tributos e impostos sobre os salários) A Saúde é um caos total. A Educação é de péssima qualidade ( e olha que foi um dos fundadores do PT quem disse que o Brasil tem uma péssima educação, Frei Beto), a economia patina e já da sinal que teremos anos duros pela frente (o governo está maquiando a verdade contábil brasileira) o alto custo de vida, serviços públicos deficientes e a corrupção escancarada (depois do mensalão, agora vem ai o rombo na Petrobras). Ademais, o desembarque do PT do Governo Federal já está ocorrendo e se consolidará nas urnas. O Governo Federal se perdeu, está sem projetos sérios para o desenvolvimento do Brasil, perdeu o foco, está sem compromisso algum com o futuro do Brasil e dos brasileiros, o egocentrismo do Governo Federal está em centrar forças unicamente em projeto de poder. A derrota é mais que justa pelo exposto aqui, e também pela forma arrogante de conduzir o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-27 04:22:39