aki

cadastre-se aqui
aki
Política
14-07-2015, 9h19

Para governo, denúncia contra Cunha tiraria gás de impeachment

Janot deve pedir abertura de processo contra peemedebista; "Plano Levy" avança
44

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Preparando-se para uma guerra no Congresso a partir de agosto, o governo espera contar com uma ajuda indireta do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a fim de enfraquecer uma eventual tentativa de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Na avaliação do Palácio do Planalto, Janot deverá oferecer uma denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no âmbito das investigações da Lava Jato.

Dilma e seus principais auxiliares consideram que não poderão contar Cunha para enfrentar uma eventual batalha sobre impeachment. Apesar de publicamente Cunha dizer que não vê ainda provas para o impedimento, o governo acredita que, se o TCU (Tribunal de Contas da União) rejeitar as contas de Dilma do ano passado, o peemedebista daria seguimento a uma tentativa de processo de impeachment. Para ter início, esse processo depende dele.

No entanto, o governo crê que seria difícil o peemedebista dar seguimento a um processo de impeachment se for denunciado por Janot. Até hoje, Cunha se movimentou para criar um problema maior do que o seu. A depender da consistência da denúncia de Janot contra o peemedebista, isso poderia mudar de figura e colocar o presidente da Câmara na defensiva política.

Desde fevereiro, quando assumiu a presidência da Câmara, Cunha sempre esteve no ataque e deixou Dilma e o governo acuados. O peemedebista comanda a Câmara de modo firme. Janot pretende fazer a denúncia contra o peemedebista antes de terminar o atual mandato como procurador-geral, que se encerrará em meados de setembro.

A lista tríplice com os três procuradores mais votados da categoria deverá ser divulgada no início de agosto. Janot deverá ser o primeiro colocado e, portanto, isso facilitará a decisão já tomada pela presidente de indicá-lo novamente para um segundo mandato como procurador-geral da República.

A Lava Jato, que tem sido ruim politicamente para o governo, deverá colocar figuras importantes do Congresso em dificuldades maiores ainda. Hoje, está na rua uma nova fase da operação voltada para políticos investigados. Se deputados e senadores importantes se fragilizarem mais por causa das acusações, isso poderia tirar gás de uma tentativa de impeachment de Dilma. Assim pensa o governo.

*

“Plano Levy” avança

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, obteve ontem apoio senadores da base do governo e até da oposição ao projeto do senador Randolfe Rodrigues, do PSOL, parar regularizar dólares ilegais no exterior que sejam fruto de sonegação ou evasão fiscal. Lavagem de dinheiro que tenha tido origem em sonegação ou evasão também será anistiada.

O imposto e a multa para regularizar o dinheiro somam 35%. Recursos com origem em outros crimes não seriam perdoados. O projeto de Randolfe deverá ser aprovado em comissão do Senado nesta semana.

Hoje, já está no “Diário Oficial” da União uma medida provisória que busca angariar o apoio dos governadores ao plano de Levy. Essa medida provisória criou dois fundos, um que compensará os Estados devido à unificação da alíquota do ICMS em 4% e outro que financiará projetos regionais de infraestrutura.

Essa unificação é discutida há 20 anos, desde os governos FHC e Lula. É uma das principais medidas de uma reforma tributária. Recursos da legalização dos dólares vão abastecer esses dois fundos.

Para concluir o que o Planalto chama de “Plano Levy”, o ministro da Fazenda pretende fazer um acordo pela unificação do ICMS na sexta, no Rio, numa reunião do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária). O Confaz é um órgão que conta com a participação dos secretários estaduais de Fazenda.

Em resumo, Levy está perto de acabar com a guerra fiscal e ainda arrumar recursos para ajudar a fechar as contas públicas neste e nos próximos anos. Esse conjunto de medidas é uma das principais ações econômicas do segundo mandato de Dilma.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
44
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Mais uma manobra para desviar a atenção dos desmandos desse desgoverno terminal. Só mesmo o parlamentarismo para colocar um pouco de ordem na casa. Ao primeiro escândalo, cai todo o gabinete

    • Luiz Paiva disse:

      Infelizmente aqui não Brasil não depende do regime de governo se o povo vota por cestas básicas, então eu acredito que a corrupção e o desmando politico continuará.

    • claudio disse:

      kkkkkkkkkkk antes era impeachment agora é parlamentarismo liderado por esse safado do Cunha. Vcs não pensam no Brasil pensam apenas no poder.

    • Anax disse:

      Com esses parlamentares? Com certeza não, vai piorar e muito a situação do nosso País.

    • walter disse:

      Concordo cara Maria Aparecida Tinhorão; só mesmo um parlamentarismo, para colocar um pouco de equilíbrio…
      Em seu comentário o Kennedy deixa claro que o Janot, vai agir contra o Cunha, para diminuir a força contra o impeachment…
      Então caros, esta claro, que o Janot também, é um “pau mandado”; não passa de um lacaio; que País é este; tudo acaba em fofoca!!!
      Se o Planalto, como diz o Simão; “fosse ao Pan, e participasse do tiro ao alvo no pé; ganharia todas as medalhas”; meu Deus…
      Será que não percebem, quanto mais acuarem o Renan e o Cunha, principalmente; mais determinado e agressivo ficará; não se esqueçam, o Temer, vai ficar a favor deles; elementar…

    • Ronaldo disse:

      Conhece algum governo parlamentarista no terceiro mundo. Não porque não existe, pois, a fragilidade do sistema é tanta que só funciona em país civilizado. Trata-se de mais um inocente caindo na cantilena oportunista de um político menor do PPS. Faça um curso de ciẽncia política e aprenda como funciona o tal parlamentarismo mundo afora, contextualize na realidade nacional e avalie se tem chance de funcionar. È pura conversa de “Esperto” !

    • Edson disse:

      Parece que a Sra. Tinhorão “sugere” o regime parlamentar, visando uma forma de governo em que a MAIORIA dos BRASILEIROS seriam excluídos do processo decisório a cada crise com que o País se depare. É …o regime ideal para ela, infiro, seria um regime PRALAMENTAR.

    • Thales Caravana Campos disse:

      Parlamentarismo com o congresso que nós temos? A senhora só pode estar fora das suas faculdades mentais!

      Se tem alguma chance do Brasil melhorar, com certeza não é dando mais poderes ao congresso. É só ver os desmandos do Eduardo Cunha pra ver o buraco que o Brasil se enfiaria, caso entrasse no parlamentarismo.

  2. Walter disse:

    Corrermos o risco de ter três presidentes do Brasil presos, o 7xl será ficção perto da vergonha que passaremos perante o mundo.

  3. Caro Kennedy. bom dia.
    Com tantas denúncias contra senadores e deputados federais, dois ocupando cargos de presidentes respectivamente, até quando vai se arrastar estes julgamentos ???
    Essa prática de enquanto não forem julgados não são considerados culpados, mas se há fumaça evidentemente tem fogo.
    Enquanto isso o pais e o seu povo honesto e trabalhador vai sofrendo com tanto desmando e roubalheira.
    Até quando0 vamos aguentar essa situação???????:??
    Para falar a verdade já passou da hora de providências enérgicas sejam tomadas contra essa gente.

  4. Leonardo disse:

    Esse tipo de ideia só pode vir da cabeça dos desarticuladores do PT, é obvio que se isso acontecer, o Eduardo Cunha vai preferir queimar Dilma do que se queimar.

    Espero que façam isso mesmo, ai o impeachment é certo.

  5. Getulio disse:

    Desses politico ninguem por ai tem moral para julgar o o outro,
    Cunha, Aecio,Dirceu,Dilma, Lula, Renan, FHC são politicos brasileiros estão todos no mesmo barco no mesmo tribunal vai acabar tudo um Pizza, tá todo mundo sendo acusado e absolvidos vão integrar o elenco do Jô Soares quando exibia anos atraz uma gaiola a com “corrupto preso” só que estava sempre vazia .

  6. FRANCISCO disse:

    APESAR DE TUDO QUE ESTÁ ACONTECENDO, AINDA NÃO ACHO QUE HÁ GOVERNO MELHOR QUE O PT…

  7. Loro disse:

    Boas notícias, principalmente porque são soluções duradouras para problemas que se arrastam há anos. Juntando essas ações com outras em andamento como concessões de infraestrutura e projetos chineses, começo a perceber que a crise brasileira deve durar por mais um ano apenas, o que é bom para todos.

  8. sergio disse:

    Como minha velhinha dizia,”é o roto falando do remendado”,bando de homens sem carácter,sem dignidade,um querendo provar para o outro qual é o menos pior,porque ruim são todos,raras exceções,ao invés de olharem o que é bom para o pais,se ajuntarem assim como fazemos em uma empresa e enxugar e cotar gastos não, ficam brigando par ver quem convence o povo,para com isso pois nos brasileiros pelo menos os informados que te acesso as noticias e que realmente se informam conhecemos quem são,vamos olhar para o Brasil com amor e patriotismo,para deixarmos de ser motivo de ironia em outros países, e pelo amor de Deus FORA PT,não aguentamos mais isso.

  9. Sergio Seabra disse:

    O culpado é o povo que com sua ignorância e trocando seu voto por muito pouco, coloca esses malandros, corruPTos e ladrões para governar o nosso país. è como diz o ditado ” AQUI NO BRASIL NÃO TEM TERREMOTO NEM VULCÃO, NO ENTANTO OBSERVA A QUALIDADE DO POVO DE FOI COLOCADO AQUI.”

  10. Espero que tomem uma atitude para parar de vez esta crise jurídica no Brasil, que está levando esta nação para uma autocracia, o enfrentamento mediático propõe formação de tribunal de exceção que causaria uma ruptura na consciência jurídica desta nação, eu aconselho ao OAB junto com procuradoria geral da república “ Rodrigo Janot “ há entra com processo investigatório junto ao tribunal arbitral da OEA, em Sam José na Costa Rica por quebra do parâmetro democráticos e constitucionais da república federativa do Brasil, esta ação abria um procedimento de investigação também no tribunal penal internacional de direitos Humanos em Haia na Holanda , por desrespeito aos direitos humanos no Brasil Ação essa que atingiria as seguintes pessoalidades da vida pública Brasileira Ex. MM presidente do STF Joaquim Barbosa, aires Britto, procuradores da república Roberto Gurgel, pelo julgamento da APL 470 “ De acordo com o art. 5º inciso XXXVII da Constituição Federal de 1988, não haverá juízo ou tribunal de exceção. Evidentemente, a Constituição Federal já determinou que não haverá tribunal de exceção no Brasil “ o atual presidente do congresso Eduardo Cunha, por tentativa de quebra parâmetros constitucionais que não podem ser quebrados sem a anuência do povo, artigo º5 e 60 º da constituição 1988” Como exemplo, podemos citar o direito à vida. Trata-se de direito individual, conforme estabelece o Art. 5º da CF. Está, pois, na condição de cláusula pétrea, figurando na quarta proteção acima citada (art. 60, §4º, IV, CF). Assim sendo, não será permitida qualquer tentativa de abolição do direito à vida, seja através da instituição de pena de morte para criminosos civis, ou da eutanásia, do aborto etc. “ o deputado Jair Bolsonaro, assim como os movimentos voto consciente e Brasil livre e outros! Que propagam intolerância étnica xenofóbica e política no Brasil, em uma tentativa eleger um estado fascista no Brasil!

  11. Augusto2015 disse:

    Se o camarada deixou o dinheiro lá fora é porque não tem confiança no país. Porque ele correria o risco de trazer o dinheiro e acender uma luz na sua cabeça? Na minha opinião não voltará dinheiro algum.

  12. Mariel disse:

    Cunha governa com mão firme o Congresso? Ele é um quadrilheiro! Se apossou da casa do povo para usá-la da forma que melhor lhe interessa a aos seus patrocinadores. É um lobo cuidando do galinheiro. Não faz nada em favor do país, só pensa em derrubar um Governo eleito pela maioria. Defendem a democracia para os outros mas desejam a ditadura com todas as suas forças. O modo como preside a Câmara não deixa dúvidas da sede de poder e desrespeito com a vontade popular. Este cara é uma verdadeira vergonha como ser humano.

    • cleber guedes disse:

      Vontade popular? A vontade popular hoje é tirar a sorrupção petista do poder. Se ele ajudar nisso, então esta sim fazendo a vontade popular. PT, o partido mais corrupto de todos os tempos.

  13. JOSE CARLOS NOVAES DE QUEIROZ disse:

    É um absurdo tudo que estamos vendo! Se fosse um país que desse punição correta nos que praticam corrupção, teríamos a saúde, educação e segurança tudo de primeiro mundo. Até onde vai esses corruptos acabando com a nossa nação?

  14. Claudio Neves disse:

    O governo adora usar deputados e senadores laranjas, com projetos que regularizaria a sua roubalheira, já não bastasse as pedaladas para aprovar a prestação de contas, agora querem regularizar dinheiro roubado ou desviado,. No fundo haveria o perdão do governo.

  15. "NADA A VER: PRESIDENTE DA REPÚBLICA ...DO SENADO ...DA CÂMARA FEDERAL...DO STF... DA CBF"... disse:

    EM PRIMEIRO LUGAR É PRECISO DIFERENCIAR “DENÚNCIA” DE “CONDENAÇÃO”.
    PELA LÓGICA, NUM PAÍS SÉRIO, PODERIA HAVER A DENÚNCIA DO CUNHA … UMA EVENTUAL CONDENAÇÃO DO CUNHA… E O “IMPEACHMENT”!
    NUM PAÍS SÉRIO…

  16. …esses senhores se sentam à mesa e decidem por nós….negociações….estúpidos, idiotas, da politica…dólares, tanques e misseis, meu coração tropical não aguenta….e o cruzeiro do sul que não nos orienta? “No maior Jazz” – Belchior

  17. Lima disse:

    A pergunta é: Dilma Governa sozinha? A quem interessa seu impeachment, onde estavam a oposição, os deputados e senadores idôneos, as autoridades públicas como: Magistrados, representantes do ministério público, órgãos de controle como CGU, AGU, os próprios procuradores, etc., que só aparecem agora depois que o País é absurdamente desfalcado. Será que é pura incompetência. o Pior é que assistimos nosso congresso aprovar um reajuste de até 78% para o judiciário e os juízes já começam a apresentar a nova Loman proposta pelos Magistrados, quem ainda não viu, vale apena ver para crer até onde pode chegar a imoralidade em nosso País. Alias, nosso País não, ao que me parece País que consideram deles.

  18. Analista político disse:

    A estratégia adotada para o impedimento da Presidente não tem absolutamente nada a ver com Cunha. A PF está investigando, apoiada em denúncia, atos e irregularidades que todos estamos fartos de saber que existem e que sempre existiram.

    As “comissões” e as propinas em obras fazem parte do dia-a-dia da construção. Pode ser constatada até em obras simples realizadas em condomínios. O que se dirá de obras de grande porte.

    O vício das licitações é elementar. Empresas são orientadas a lançar um custo baixíssimo em suas propostas. Ganham a concorrência. Iniciam a obra, que logo mostra ser financeiramente inviável. Só que o canteiro de obras já está montado, trabalhadores e empresas contratadas, desapropriações efetuadas, buracos e tapumes por toda a parte. Neste momento é que se faz a “revisão orçamentária da licitação” trazendo o custo da obra a valores mais realistas. E é nesse momento que são embutidas as “comissões”. A licitação já está legalizada e tudo passa a ser então uma questão de preço. É assim que uma obra de 500 milhões acaba custando 2 ou 3 bilhões para ser concluída. Supondo que o governo não concorde, o licitante ameaça parar a obra, o que de fato às vezes acontece. E é mais caro reiniciar uma obra do que começá-la. Parar uma obra também representa custo.

    E assim tem sido, anos e anos a fio. Mesmo antes do PT.

    Então por que agora isso ganha destaque?

    Há um motivo causal e um político.

    O motivo causal é que, sendo o PT um partido populista cujos integrantes são administradores incompetentes, falta controle sobre quem pode ou não pode se beneficiar desta “comissões”. A pratica da irregularidade então de alastra em todos os níveis da administração, petistas, aliados e simpatizantes, cada um buscando significativas vantagens. É por isso que as somas são tão altas. Só se fala em bilhões. E bilhão é uma palavra curta para uma soma imensa. Pense que você só terá respirado um bilhão de vezes quando chegar aos 32 anos…

    O motivo político é que há forças na sociedade dispostas a derrubar o PT do poder a qualquer custo. Sabe-se que isto não será fácil, uma vez que o PT compra o seu apoio, através do seu estilo de deixar fazer. Então é necessário uma estratégia que tenha por objetivo eliminar confortos e minar as bases de sustentação. Como toda a base em que o PT se sustenta se envolve em atos corruptos, de menor ou maior ilegalidade, cabe aos investigadores virem apertando esses indivíduos naquilo que todos estamos cansados de saber que políticos e administradores costumam fazer para enriquecer. A prática da irregularidade, da ilegalidade. E vai-se apertando o cerco para aterrorizar gente que fez o que fez porque seu avô, que também era político, sempre fez também. Naquele tempo nada aconteceu, agora há ameaça de cadeira e/ou perda de bens, de mandato e de privilégios.

    O próprio PT, que não entende nada de economia, suicida-se apertando o povo com medidas impopulares que visam a cobertura desses desvios. O aumento da pressão torna-se inevitável.

    Não importa de é Dilma ou seja quem for. O objetivo é a derrota do Partido dos Trabalhadores e de seus valores políticos. E isso se fará ressaltando sua incapacidade política e administrativa, assim como sua tendência a fechar os olhos às irregularidades cometidas com o dinheiro público.

    Depois que o PT cair, tudo voltará a ser o que era antes. Corruptos respirarão aliviados e então veremos se o herdeiro da massa falida passa a controlar melhor quem pode e quem não pode usufruir das prerrogativas do poder.

    Como disse, Cunha não tem tanta importância no processo. O processo é bem, bem maior do que ele.

    • Lima disse:

      Vale lembrar que um dos problemas da Petrobras foi a dispensa de licitação implantada pelo decreto 2.745/1998 do FHC.

    • Ronaldo disse:

      Sua análise é interessante e guarda alguma coerência. Peca entretanto por insinuar a pressuposição que só os coxinhas tem habilidade para roubar e se manterem impunes. Tal “expertize” não é patrimônio de safado rico e sim de safado inteligente o qual existe tanto nas hostes coxinhas quanto nas populares. O que “ferrou” o PT é que por necessidade de demontrar seu compromisso com os valores da Nação, seus governos tiveram que liberar o trabalho da PF, que sempre trabalhou sob cabresto, e esta quando lhe foram negadas as benesses que sempre perseguiu e pensava conseguir com os petistas, passou a ver nestes seu objetivo primordial em mostrar seu oficio de policia judiciária.

  19. Marcelo disse:

    Brasil, terra de ninguém.

  20. Ruani Costa disse:

    Um erro jamais justificaria um outro!

  21. Olivier disse:

    REFORMA POLITICA URGENTE
    O Brasil nao aguenta pagar U$ 5 milhoes / ano para cada um dos 518 parlamntares federais. O País nao aguenta sustentar 39 ministerios com 3 mil pessoas, cada. O Brasil nao aguenta sustentar a corrupçao promovida por nossos políticos.
    Precisamos de REFORMA POLITICA RADICAL com reduçao a 1/3 dos politicos e corte nas mordomias dos que ficarem.
    O POVO PRECISA VOLTAR AS RUAS………VAMOS PRESSIONAR ESSES CORRUPTOS.
    PARLAMENTARISMO JÁ !!!

  22. Ricardo Borges Lourenço disse:

    Duvido que o Cunha vá recuar ante uma denúncia contra ele no STF. Ao contrário! Enfurecido com a denúncia e expectativas do planalto, vai se aliar à oposição e acelerar qualquer processo que acue o governo

  23. Orlando R. Ferreira disse:

    Essa situação deixa a claras, que no Brasil há de todos os lados a política hipócrita de candidatos, que almejam torar proveitos das prorrogativas a seu favor, cometendo atos ilícitos, que contrariam os brasileiros, que por sua vez ainda não aprenderam a se comprometer com o país, sem endeusar uma personalidade criminosa.
    Cunha somente atacará Dilma em pedido de impeachment se Janot não compromete-lo no processo na lava jato. E assim tanto situação como oposição de mãos dadas, seguem tirando tofo leite das tetas e deixando a conta do veterinário, do capim, da ração, das vacinas e de tudo que diz respeitos aos interesses de conveniências deles.
    Cabe desde agora, nesse momento exato, buscarmos uma solução para por um fim nisso tudo. Aconselho a que todos os brasileiros comecem a conhecer mais e fazer que todos possam conhecer sobre a política brasileira e convencer a quem queira candidatar-se.
    Vamos estudar maneiras de mudar esse cenário criminoso e inaceitável.

  24. Paulo disse:

    A que ponto chegamos. A Presidente da República torcendo para que o presidente de outro poder seja denunciado antes, porque assim “alivia” para ela. Bilhões roubados e a discussão é “quem vai ser denunciado primeiro”.
    E o plano de trazer dólares ilegais depositados lá fora é de uma ingenuidade que chega a dar dó: ninguém que tenha dinheiro ilegal no exterior vai trazê-lo ao Brasil. Imagine a cena, o cara chega na Receita e diz ao fiscal: “olha eu roubei e soneguei este bilhão de dólares mas quero legalizá-los, pode declarar aí por favor, seu fiscal”. Ora, façam-me o santo favor….

  25. weslei disse:

    A questão e que os partidos continua a fazer politica partidária e não politica publica temos vários problemas a começar a segurança publica estar uma tristeza a saúde nem se fala a infraestrutura na área energética ai ferrou e uma coisa inacreditável tanta coisa a ser feita i o congresso não trabalha para o povo nada de projeto construtivo para o povo agora essa questão dos parlamentares e governo só demonstra o que todo brasileiro já sabia eles parlamentares trabalhando para eles mesmo e seus interesses.

  26. antonio barbosa disse:

    Tem assuntos que eu leio e desacredito. É a certeza de que o Brasil chafurda na lama. Aqui faltam homens de caráter, de pulso forte, de vergonha. O impeachment virá com Cunha ou sem “cunha”. Entretanto ler sobre a legalização de saques e roubo do erário público serem transformados em dinheiro legal para pegar 35% é demais. Não dá. Quer dizer que os ladrões ainda ficam com 65% e ficam livres para continuar roubando até a próxima anistia. Sensacional. Este país é a casa da mãe Joana. Como se o dinheiro roubado dos impostos que deixaram milhares de brasileiros sem hospitais, escolas, etc,etc,etc, fosse diferente do dinheiro de traficantes. Ah, faça-me o favor. O link bd.camara.gov.br/bd/…/repatriamento_capitais_financas_tributacao.pdf? dá o tom do que se pretende. Que país é esse!!!

  27. Jorge Luis disse:

    O PT é amador, quer fazer as suas artes políticas sem ter
    artimanha, antes tem que passar pelas aulas do PSDB.

  28. William Santos disse:

    Gostaria de saber uma coisa: qualquer denuncia contra o governo, falam-se em impeachment, e as denuncias contra Renan e Cunha, irão tira-los dos seus cargo de presidentes do senado e câmara da também? deveria, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 06:11:13