aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-03-2016, 10h01

Para Lula, barrar impeachment exige reação econômica

Petista avalia destravar PAC, reajustar Bolsa Família e trazer Meirelles
36

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Para enfrentar a ameaça de impeachment, o governo discute medidas na área econômica e uma estratégia para obter apoios na Câmara.

Antes de assumir a Casa Civil, o ex-presidente Lula deixou claro que julgava importante fazer um sinal na economia para os mais pobres. Nesse contexto, é discutida internamente a possibilidade de um reajuste real dos benefícios do Bolsa Família, a fim de compensar a inflação alta que tem atingido sobretudo os menos favorecidos.

A passagem do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Planejamento para a Casa Civil é sinal de que ficarão sob a batuta de Lula as decisões sobre quais investimentos serão priorizados em tempo de cobertor curto.

Lula ouviu de ministros a sugestão de trazer para a área econômica alguém com peso e respeitabilidade perante os mercados. Ajudaria a criar um impacto positivo e reverter as expectativas dos agentes econômicos, que compraram a tese de impeachment. O nome é óbvio: Henrique Meirelles.

O posto ideal seria a Fazenda, mas o Banco Central poderia ser um destino.

Resta saber se, no atual quadro de agravamento da crise, Meirelles aceitaria um eventual convite de Lula para ingressar na administração Dilma. Parte do mercado financeiro já comprou a tese de impeachment, e isso pode desanimar Meirelles.

Outra frente de batalha do governo se dará no Congresso Nacional. O Palácio do Planalto já avalia que é provável que o relatório da comissão que analisa esse pedido de impeachment seja contrário à presidente Dilma Rousseff. Portanto, vai concentrar esforços na obtenção de votos no plenário da Câmara para tentar barrar o impedimento.

Para isso, já deu início a uma negociação direta com deputados e líderes de bancadas. Acertos com líderes não são garantia pró-governo. A ideia é negociar pontualmente, pedindo suporte político e garantindo espaço no governo, com cargos e verbas.

Dilma Rousseff ainda possui quase três anos de mandato pela frente. A oferta é simples: quem ficar com o governo terá mais poder.

O Planalto reage assim porque já há numa parcela significativa da Câmara com expectativa em relação a um eventual governo Michel Temer. Ao marcar uma reunião para o próximo dia 29, o PMDB acelera o calendário do rompimento e tenta criar mais um fato político a favor da queda de Dilma e da instalação do vice-presidente da República no poder.

*

Os impolutos

Os jornais já mostraram que há uma maioria pró-impeachment na comissão da Câmara. Na prática, essa comissão está sendo dirigida por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, que instalou no comando dois aliados: Rogério Rosso (PSD-DF) será o presidente e Jovair Arantes (PTB-GO), o relator.

Entre o governo e Cunha, os dois tendem a ser mais leais ao presidente da Câmara. Cunha vê no impeachment a chance de se salvar, bem como um quarto dos deputados que compõem a comissão e são investigados no Supremo.

Ou seja, boa parte dos que defenderão o impeachment também teriam razões para perder seus cargos. Eduardo Cunha já é réu no Supremo no âmbito da Lava Jato. E outros já caminham no mesmo sentido. Logo, a saída é criar um problema maior do que o deles: tirar Dilma e esperar que isso os ajude a sobreviver.

No entanto, a Lava Jato ganhou uma dinâmica que não vai se contentar em atingir apenas a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e o PT. A delação do senador Delcídio do Amaral criou um problema real para o presidente do PSDB, o senador Aécio Neves, e para muitos caciques do PMDB. A Lava Jato desencadeou um processo que tende a aposentar boa parte da atual classe política.

*

Indignação seletiva

O juiz federal Sérgio Moro conseguiu desgastar Lula numa hora em que ele daria início a negociações políticas. Os grampos geraram uma indisposição com outras autoridades públicas.

A reação do ministro do STF Celso de Mello ontem foi muita dura. Mas contrasta com a inação do tribunal na quarta, quando o ministro Gilmar Mendes deu um sabão nos colegas ao falar da decisão sobre o rito de impeachment. Mendes considerou que a corte afrontou uma prerrogativa da Câmara, a de permitir eleição de candidatura avulsa para composição da comissão de impeachment.

A carta de Lula é uma tentativa de jogar panos quentes nas críticas, feitas em conversas que ele não imaginava que viriam a público. Também é uma forma de apontar eventuais abusos, como uma divulgação incessante de dados da investigação em Curitiba que geram um impacto grande nas ruas contra o petista. A forma como os diálogos e dados da investigação são divulgados incitam ódio contra Lula.

*

Escalada do ódio

Por volta das 9h de hoje, a PM paulista entrou em choque com cerca de 150 manifestantes que queriam continuar acampados no meio da avenida Paulista bem no dia em que foi programada para o mesmo local uma manifestação a favor do governo Dilma e do ex-presidente Lula.

É lamentável que a força precise ser usada, mas também é necessário bom senso de líderes e manifestantes. Cerca de 150 manifestantes poderiam continuar seu protesto na calçada da Fiesp ou até dentro da entidade empresarial. A Fiesp dá suporte aos manifestantes anti-PT.

É razoável que os defensores de Dilma tenham direito a usar a avenida Paulista hoje, como os contrários ao governo fizeram no domingo passado. Da parte das autoridades públicas, sejam elas do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, é recomendável mais serenidade.

As ruas estão muito tensas. De modo preocupante, cresce a chance de conflitos físicos porque há uma escalada de ódio em curso no país. Só não vê quem não quer.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
36
  1. Felipe disse:

    Lobo em pele de cordeiro…

    • walter disse:

      É caro Felipe, são todos populistas; nada sério, ou seja, mais do mesmo; o lula quer GASTAR AS RESERVAS INTERNACIONAIS, PARA SE REELEGER;POR ISSO, DEVE SER BARRADO; tem intenções espúrias…
      Kennedy, o próprio Meireles já disse em palestra;”sem as reformas, principalmente da previdência, não se consegue retomada”.
      As intenções do lula, é implantar mais sacrifícios, aumentando os gastos com o populismo;pretende de fato, IMITAR A VENEZUELA; trata-se de uma atitude antipatriótica; falta tudo ao lula e a dilma; inclusive, qualquer senso; por favor, não deve voltar.

  2. Romanelli disse:

    Então, basta se tentar o DIALOGO e o distensionamento e sempre vem alguma de, de Coritiba, esquisito né ?
    .
    A maioria das Associações Patronais agora se colocam contra o governo, mas na hora de terem tido os melhores anos consecutivos de crescimento desde a ditadura c/ULA, ou o maior VOLUME de desoneração de q se teve notícias(a ponto de comprometer a solvência do Estado), ali eram todos amigos (digo de 2003-2013)
    .
    Pior mesmo o PMDB que esteve em todos os esquemas e hoje toca o impeach com o RÉU Cunha ..ou Paulo Skaf, presidente da FIESP q qdo da diminuição da tarifa de energia, q TANTOS problemas trouxe pro país, ele era o 1o a ir na televisão pra dizer q a ideia era DELE levada a Dilma
    .
    E falar o q dos empresários q receberam juros equalizados do BNDES?
    .
    triste ver gente querendo MISTURAR tudo ..turvar a visão dos mais jovens ..estes q como bucha de canhão, s/vivência nem malícia histórica, são os 1os a dar a cara pra bater por causas q sequer entendem

  3. Edi Rocha disse:

    As críticas de Lula eram privadas. Moro é que as tornou públicas. Se nem ao privado se tem direito mais, aí a recessão não será só econômica no país.
    .
    A atitude “política” do juíz Sérgio Moro foi acompanhada de crime contra a Constituição. Vamos ver se irão puní-lo ou se serão covardes.
    .
    Por outro lado, juíz que vai a manifestação contra Dilma e Lula, julga limitar contra a posse de Lula e se diz “imparcial” no julgamento. Antes, se declaravam impedidos de julgar.
    Nunca vi um juiz que é “imparcial”, assumidamente contra “Fulano de Tal” dar um ação a favor desse “fulano de Tal”. Gilmar Mendes é assumidamente contra o PT, e todos os processos contra o PT ele julga “normalmente… e contra o PT”, é claro.

  4. Petrucio disse:

    Não existe ninguém acima da lei, porém precisa haver justiça, não se pode concentrar o ataque somente à um partido e pessoas deste partido em benefício de dar poder para alguns,deixando de lado outras já consideradas réus que ganham tempo para articulações e estratégias no governo.
    Gostaria da opinião do Kennedy,”Porque o Brasil tem tantos partidos políticos,sendo que, somente três comanda nosso país?O Brasil não teria um desenvolvimento melhor se este número de partidos reduzisse, pois hoje para o governo ter apoio,precisa oferecer alguma coisa”

  5. Antonio Luis disse:

    Concordo que os Petista vão as ruas apoiar sua presidente, porém a de convir que as ruas são publicas e os que são contra este governo corrupto, tem o direito de ir também, No dia 13/03 os a pro Dilma também foram as ruas, tal qual o direito os permite.
    Lembro que quando Collor estava sobre processo de impeachment, o povo todo foram as ruas, e foi tudo lindo, o PT marcou presença, bem como uma dezena de sindicatos.
    Agora me pergunto, porque não estar sendo tratado do mesmo modo???
    Porque Lula não pode ser preso, porque Dilma não pode sofrer um impeachment???
    Porque o PT se acha blindado, não podem ser investigados? Não podem depor?
    Com Collor em 1992, foi o mesmo processo, e agora os Petista vem com essa de golpe, Collor também foi eleito por voto popular e no entanto foi deposto do cargo.
    NÃO É GOLPE, É A VONTADE DA MAIORIA DO POVO BRASILEIRO.

    • LYRA disse:

      Prezado Antônio Luis, teu comentário não foi de todo feliz, nos temos que pedir é a prisão e o banimento dessa coisa podre que é a politica brasileira, de todos aqueles que estão envolvidos em falcatruas e não somente o pessoal ligado a essa facção chamada de PT, não adianta em nada pedimos o impedimento da irresponsável da Dilma, a prisão do Lula e deixarmos soltos meliantes como FHC, Aécio DAS NEVES, Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Paulo Maluf (esses são exemplos, já que se forem prenderem os políticos corruptos de zona chamada Brasil, não escapa nem mesmo os que já morreram), temos que exigir mudanças em nossas leis, acabando com essa tal de imunidade (para mim não passa de impunidade) parlamentar que nada mais é que um objeto criado para salvaguardar marginais. Nesse momento, acho melhor deixar a irresponsável continuar com o comando mas, vigiada de perto pela PF e MPF, até mesmo porque não vejo opções que venham assumir o seu posto e acabar com essa vergonha instalada no País.

  6. Elaine disse:

    Uma pergunta que não quer calar: Quem estimulou esse ódio na sociedade? O governo Dilma? Certamente que não. Quem provocou tudo isso foram os maus perdedores das últimas eleições, meu caro.

    • Francisco Miranda disse:

      QUE ISSO ELIANE ?? O PT SEMPRE FOI UM PARTIDO QUE DIFUNDIU O RANCOR E O ÓDIO. PARTIDO DE ALOPRADOS E INESCRUPULOSOS. AGORA VOCES ESTÃO SOFRENDO NA PELE. TELHADO DE VIDRO ??

  7. Antonio Luis disse:

    Na oportunidade, agradecer e parabenizar ao bloguista por deixa um espaço para as duas partes deixarem suas opiniões.

  8. Newton Neves Junior disse:

    Cresce chance não. Já há conflitos físicos. Estamos caminhando para a ocorrência de fatalidades.

  9. davi disse:

    O interesse dos políticos em “apenas ter poder e lucrar com isso” juntando com a falta de habilidade politica da “Presidenta”, vice, e presidentes da Câmaras nos trouxe até o momento que estamos. A verdade é que não há interesse “político” em resolver os problemas do País e só em tomar o poder pra si! A “elite política” está corrompida e infecta. Nas próximas eleições as “Velhas Raposas” tem de ser substituídas e irem curtir suas fortunas desviadas da população. LIMPEZA GERAL IMEDIATA!

  10. Clerton de Castro e Silva disse:

    A arrogância contida no texto da carta que o ex-presidente Lula mostra a verdadeira intenção do mesmo e do seu partido de tentar vencer as disputas, sejam políticas ou jurídicas, pela intimidação. O teor da referida carta mostra claramente que o ex-presidente se acha acima da lei e que não pode ser alcançado pela justiça.
    Por que a manifestação em favor do PT e contra o impeachment não acontece também no domingo, para não atrapalhar mais ainda a maior cidade do País. Porque falta compromisso dos que estão no governo com o trabalho, com a economia e com o povo. O que eles querem mesmo é causar tumulto e baderna. Muita burrice junta.
    Mas uma coisa que me incomoda muita: Deveria ser proibido que sindicatos e centrais de trabalhadores fossem filiados a qualquer partido político. Estes órgãos foram criados para defenderem os trabalhadores e não a grupos políticos.

  11. Pedro Eneas disse:

    Exatamente Kennedy. Ninguém, repito, ninguém quer que esses conflitos acabem. Quanto mais melhor! A loucura está tão grande que em breve teremos mortes por causa da política. Ouvir dizer que até os traficantes estão na “moita” porque “o bagulho tá doido!”. Veja a que ponto chegamos…

  12. Sônia Ribeiro disse:

    Para barrar impeachment a dita presidenta tem que renunciar (seria a saída mais digna). O país literalmente acordou e não quer mais ser governado por essa corja, que divide uma nação, que furtou trilhões dos cofres públicos, que faliu a PETROBRAS. Isto porque não chegaram ao BNDES, CEF, BB, fundos de pensões, nióbio, etc….Chega de mensalão, petrolão e outros. “Há uma nítida diferença entre estadista e político.
    O primeiro é alguém que pertence a nação. O segundo alguém que pensa que a nação lhe pertence” (Ermírio de Moraes).
    Chega de convocação de negros e pardos da periferia, com pagamento de transporte, alimentação e mais R$ 30,00 (com dinheiro público). Manifestações têm que ser espontâneas e sem pagamentos. Inversão total de valores. E queremos todos fora: Cunha, Renan, Aécio, 80% do Senado e 80% do Congresso. Queremos, tb., a troca dos membros do STF e demais instâncias…A nossa diferença é que nosso partido político é o BRASIL!

  13. wilson disse:

    Toda esta discussão é irrelevante o fato é que veio a tona toda a podridão que estava escondida.
    Não importa como ela veio a tona. se foi de forma legal ou ilegal.
    O povo merece saber a verdade sobre as coisas que estava acontecendo para tirar suas próprias conclusões.
    Como esta escrito: Conheceis a verdade e ela vos libertará.

  14. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    BATMAN E O CENTRO DE JUSTIÇA

    Se tem algo ou alguém responsável pela possível sangria, resultante das manifestações populares esse alguém chama-se o irresponsável JUSTICEIRO SÉRGIO MOURO fantasiado com sua toga facista.

    Com a palavra o CNJ ( Conselho Nacional de Justiça )

  15. Botocudo disse:

    Não estamos em 2004. Pessoas e empresas estão endividadas. A cotação do dólar está alta. O cenário internacional está recessivo e cauteloso. O bom nome do país foi para o ralo. Os políticos e o povo estão claramente divididos. Funcionários do judiciário manifestam abertamente suas convicções políticas, e decidem por elas. Pedaladas exauriram fundos e saldos de depósitos em instituições financeiras públicas. Não há credibilidade no comando. O índice de desemprego é bem maior do que o daquela época. E fala-se em gastar reservas com bolsa família e obras do PAC? Dilma e Lula juntaram suas ignorâncias sobre economia. Vão gastar em consumíveis e obras inúteis um dinheiro que precisamos ter para cobrir uma provável fuga de capitais estrangeiros. Declararemos moratória e ficaremos inelegíveis para recorrer ao FMI. E há quem se iluda com Lula. A única coisa que pode cair 2 vezes no mesmo lugar são os raios.

  16. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    O JUSTICEIRO SÉRGIO MOURO É CANDIDATO NATURAL A BBB (BIG BROTHER BRASIL)- A REDE GLOBO , A JUSTIÇA BRASILEIRA AGRADECE PELA AUDIÊNCIA E PROMOÇÃO.

    25 ADVOGADOS DE LULA GRAMPEADOS, PRESIDENTE E EX-PRESIDENTE GRAMPEADOS COM A COMPLACÊNCIA DA JUSTIÇA BRASILEIRA.

    ESTADO TUPINIQUIM DE DIREITO !!!!

  17. Alberto disse:

    O choro é livre.Ponto final.

  18. marcos disse:

    Maquiavel disse; que se pode governar pelo medo, mas não pelo ódio.
    as pessoas tinham medo que a queda do governo causasse uma piora na crise.
    mas a nomeação de Lula, menos de uma semana depois de um grande protesto calço ódio ao governo Dilma.
    foi uma estratégia amadora, eles deveriam ter esperado pelo menos uma semana pra anunciar ele como Ministro.

  19. Julio Campos disse:

    É lamentável, para não dizer subserviente, ouvir/ver a Dilma se referir ao Lula como “presidente”!
    Hoje dá para se ver que a ditadura militar que eles tanto combateram (?!?!) tenha se tornado numa ditadura civil com todos aqueles resquícios de “coronelismo”. Para mim Lula continua um mero presidente de sindicato; nunca passou disso…!

  20. Lula em seu terceiro mandato, continua retrógado como sempre.
    Não apresenta ninguém de peso para ocupar os postos no goberno.
    É sempre a mesma velharia ultrapassada, seus amigos e dessa forma não vai vonseguir arrumar o Brasil nunca.
    Tá na hora dessa fantoche dar um murro na mesa, mudar de partido para tirar esse lixo que não desgruda do poder.

  21. Carlos Melo disse:

    Impressiona, como se joga cortina de fumaça ao atacar o Juiz Sergio Moro e a divulgação das conversas.

    O acirramento político não se dá pela divulgação, mas pelo seu conteúdo criminoso.

    Beiramos o absurdo de ouvir os principais agentes políticos do país insistirem em usar de influencia política para acobertar seus crimes, incitar a violência contra manifestantes, proteger amigos e perseguir quem investiga crimes por eles cometidos.

    Absurdo maior ainda é ver parte da imprensa se indignar mais com o juiz do que com os crimes que ele mostrou que são cometidos às sombras do poder…não se busca defender um país e sim manter uma facção criminosa.

  22. José Tadeu Gobbi disse:

    Ver Eduardo Cunha liderando um atropelado processo de impeachment na Câmara quando protelou criminosamente o seu é um paradoxo ético.

  23. Zeca disse:

    Lula ACABOU.
    Tirando os fanáticos, hoje a grande maioria da população sabe que lula é um político corrupto, que resolve tudo no toma lá da cá, e que fez a mala dele e da sua família.
    Demorou, o final triste chegou. Se não financeiro, pelo menos moral!

  24. Caetano disse:

    Olha Kennedy. Pelo que temos visto, a delação do Delcidio deve levar a Lava Jato até ao Lula e a Dilma e parar. Não vai acontecer nada com os tucanos do PSDB e do PMDB, da mesma forma como foi com o mensalão. O objetivo, na minha opinião, é só reduzir a força do PT e instalar os tucanos no poder. Retrocesso histórico e desrespeito como no período militar.

  25. ruoger disse:

    Quando um petista vai falar na tv eu mudo de canal. Não suporto mais aquela falação me engana que eu gosto deles.Eu aliás nunca cai nessa(precisa ser muito inocente para acreditar). Se o pt critica tanto a mídia ,e só agora né, dexa que eles fiquem falando sozinhos para aquela meia dúzia que cai no conto. Afff

  26. Itamaraty Em Chamas disse:

    É um fato que uma crise econômica potencializa uma crise política, e que em uma economia crescendo, é mais difícil mobilizar as pessoas contra o governo, mesmo que hajam crimes cometidos.
    Claro que todos devemos reconhecer o fato, como um exemplo da importância da economia sobre o debate político, mas nunca imaginar que portanto, desde que a economia esteja boa, tudo mais é permitido… Esse seria o raciocínio de um sociopata, alguém que não se importa com as leis e as convenções sociais, mas apenas com atingir os resultados desejados, por qualquer meio necessário. Não acho que seja algo que um sociopata falaria abertamente, porque eles normalmente sabem que admitir a sua verdade interior abertamente os expõe a reprovação da sociedade, e ao bloqueio do seu caminho direto e desonesto aos seus interesses escusos.
    Oque o Lula está pensando é que, desde que os mais pobres não percam seus empregos, o PT pode seguir torcendo e distorcendo todas as leis e o processo legal, enquanto governo.

  27. andre oliveira disse:

    Vejo com pesar as pessoas indo as ruas se manifestar contra a chefe do Poder Federal. Não creio que estejam cientes de que estão sendo manipuladas e que há outros interesses, nem sempre confessáveis e puros, do que simplesmente acabar com a corrupção. A Imprensa não dá tempo para as pessoas pensar, joga um fato negativo atrás do outro, a economia que se exploda, não há defesa para os envolvidos, até escritório de advocacia pode ser grampeado. O Povo culpa o PT de todos os males do governo, candidamente esquecido, que do governo também faz parte o congresso, o judiciário e um monte de estados e municípios, mas isso não vem ao caso, nunca vem.
    O povo não tem memória, Getúlio se matou, Jânio renunciou e veio 64 e o DOI CODI e alguns desaparecidos.

    Em resumo, o povo deveria se perguntar, a quem serve o fim do governo da presidente Dilma, porque o dolar cai e as bolsas sobem quando ela vai mal e o contrário quando está bem. A quem interessa o caos?

  28. Ana disse:

    Realmente brasileiro não tem memória! Todos já se esqueceram de todas as crises que o Brasil já teve? Desde que me entendo por gente esse país é uma droga. Não tem jeito, demorou, mas estou indo embora. Quem quiser que fique para pagar o pato.

  29. O governo mente desde as eleições e continua mentindo. Tudo o que fala que não fará é o que faz logo em seguida. As provas foram gravadas e são legais. Gostem os petistas ou não! É fato! O governo está encrencado e vai cair devido aos seus erros. Não foi FHC, que foi pego tentando soltar um “bandido confesso”. Não foi a “Globo” que foi gravada cometendo um crime. Não foi a “imprensa” que obstruiu a justiça. Governos vão e vem. Políticos e cargos são provisórios. O povo elegeu e deu um voto de confiança para que alguém ocupe o cargo. As leis devem ser cumpridas por todos! Quem está no poder não quer largar o osso. Petistas históricos já perceberam que o partido se desvirtuou. Abandonam o barco! Perdemos de 7 X 1! Devemos perguntar porque! Porque? O Brasil precisa fazer uma autorreflexão.
    Que zika! CorrupçãMata mais que mosquita!

  30. Jessé disse:

    Kennedy, fazendo uma analise imparcial, mas não é só a Lava-jato que ínsita ao ódio, mas o próprio PT também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 20:42:08