aki

cadastre-se aqui
aki
Política
09-01-2015, 9h27

Para Planalto, Eduardo Cunha se tornou mais perigoso

Planalto reforça ação para derrotar peemedebista em eleição na Câmara
20

Postado por: Daniela Martins

Ao apoiar a criação de uma nova CPI da Petrobras, Eduardo Cunha vai se transformando cada vez mais num adversário, de acordo com avaliação do Palácio do Planalto. Cunha queima pontes para um eventual acordo com o PT na reta final da disputa para a presidência da Câmara, que vai acontecer em 1º de fevereiro.

A defesa de uma CPI da Petrobras aumenta a rejeição da presidente Dilma Rousseff à candidatura de Cunha. Reforça a articulação do governo para tentar derrotá-lo e eleger o deputado federal Arlindo Chinaglia, do PT paulista, para o comando da Câmara.

Houve uma série de vazamentos da Operação Lava Jato. A imprensa faz o trabalho dela. Os vazamentos atingiram petistas e políticos de outros partidos, até da oposição. Quando vazou algo a respeito de Eduardo Cunha, ele atribuiu a uma intenção do governo de prejudicar a candidatura dele.

É uma avaliação que não se sustenta. O governo não tem tido controle sobre esse processo de investigação e é uma das vítimas de vazamentos da Lava Jato. O PT é o partido que mais apanha na Lava Jato. Essa alegação de Cunha faz parte da guerra política. É uma forma de defesa. Mas cujo efeito acirra a disputa entre Cunha e o Planalto.

Reservadamente, um ministro diz seria menos perigoso ter Cunha como adversário no posto de líder do PMDB do que tê-lo como aliado na presidência da Câmara, porque o governo não confia nele. O dano que o peemedebista poderia causar ao governo seria maior na presidência da Câmara do que na liderança do PMDB. É a política como ela é.

*

Foram detalhados os cortes sugeridos pelo governo para o orçamento de 2015. A educação foi a área que sofreu o maior corte.

A presidente Dilma Rousseff avalia que, ao longo do mandato, haverá uma entrada de recursos dos royalties da extração do petróleo do pré-sal. Nos próximos anos, portanto, haveria uma compensação para a educação.

Saúde e Educação são as pastas com os maiores orçamentos da Esplanada dos Ministérios. Dilma preferiu pesar a mão na Educação e preservar a Saúde. Nas pesquisas da campanha eleitoral, os problemas na área da saúde foram a principal preocupação da população.

No entanto, é um corte contraditório com o slogan “Brasil, Pátria Educadora”, que apontaria a educação como prioridade no segundo mandato. O Ministério da Ciência e Tecnologia também teve uma tesourada alta em relação ao seu orçamento anual. Não dá para dourar a pílula.

O ajuste fiscal é necessário, mas a dosagem tem de ser bem feita. O governo argumenta que programas de alimentação na rede escolar, por exemplo, serão mantidos. Mas os gastos de custeio são fundamentais para o funcionamento de escolas e universidades. Obviamente haverá um impacto negativo.

É importante que o valha a pena, porque a economia brasileira, de fato, precisa de correções. O governo perdeu a credibilidade fiscal no primeiro mandato. Isso contaminou a confiança dos agentes econômicos.

Esse corte preventivo, que vai entrar em prática quando o Congresso aprovar o Orçamento da União de 2015, tem como principal objetivo mostrar que as metas fiscais do segundo mandato de Dilma são para valer, sem maquiagem. O governo espera recuperar a confiança do empresariado para que os investimentos sejam feitos. Se a economia voltar a crescer de modo significativo, a arrecadação de impostos aumentará e poderá permitir a ampliação de gastos na educação e em outras áreas prioritárias.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
20
  1. carlos gutierrez cerqueira disse:

    O governo apoiar a candidatura de Cunha seria o mesmo que dar as costas ao inimigo. Não resta ao governo outra alternativa senão combatê-la; caso contrário, estaria a anunciar a renúncia ao poder antes mesmo de iniciar o segundo mandato.

    • Enio Menezes disse:

      No Brasil, acreditar em qualquer que seja o politico e um tiro no escuro.

    • walter.nobre disse:

      Menos Caro, o PT ficará sem um Renan,para dificultará as coisas, e sem as manobras; o golpe da acusação, não surtiu efeito; mentira tem pernas curtas, e sem garantias!!!
      O PT é mestre em criar situações; usa sempre o mesmo ardil, de vítima; isso eles fazem, melhor que a oposição…
      O Maior inimigo do PT, é o próprio PT; contar com os aliados, para resolver “cabeçadas”; a Dilma não segue nenhum critério…sua experiência, é a mesma que com a “lojinha de 1,99, antes de quebrar…”manda comprar”; ela não liga, e tem uma certa razão; num País, com uma arrecadação excepcional, por que se preocupar…
      A melhor chance deste governo, é sair logo…

  2. João Alberto Afonso disse:

    Caro Kennedy – Resumo da ópera, a Dilma, nos quatro anos de governo, destruiu a Petrobrás, destruiu a economia, a miséria aumentou, o crescimento do País é de menos de zero, a corrupção é sem precedentes e, mesmo assim, 50% dos brasileiros votaram nela, via do que terão, por ser a casta mais pobre, que arcar com a consequências. Essa pessoa, além de mentir durante a companha, não passa de uma incompetente e seus próximos anos de governo, a História lhe fará Justiça, visto como será enquadrada, junto com Jânio Quadros, Sarney e Collor, como lixo da sociedade, acho que muito mais que seus antecessores acima citados. Que Deus tenha piedade de nós brasileiros, especialmente os 50% que não votaram nela porque o resto, digo com pesar, irão merecer todas as desventuras que estão por vir. Note, votei em Ciro Gomes e depois Lula, votei em Marina e depois na Dilma e agora em Marina e depois Aécio Neves, motivo porque, com toda a humildade, falo sem qualquer partidarismo, até porque também acho que o FHC não foi lá essas coisas e, tal como o Lula, comprou o Congresso para poder ser reeleito.

    • João Só disse:

      Correção: mais de 50% dos eleitores votaram em Dilma. Três milhões e quinhentos mil votos a mais que o adversário.

    • Paulo Cesar Diderot disse:

      Saiu o índice de inflação do IBGE para dezembro, com a alta que se esperava: 0,78%.
      Alto, mas menor do que o registrado em 2013: 0,92%.
      Com isso, o teto da meta de inflação, esta “linha sagrada” de nossos economistas e comentaristas econômicos neoliberais – a turma do “tripé macroeconômico” – foi respeitada pelo 11° ano consecutivo.
      Estourar meta de inflação, está provado, é especialidade tucana.
      Nos quatro anos em que governou sob o regime de metas inflacionárias, Fernando Henrique o rompeu em nada menos que a metade.
      Nos Governos Lula e Dilma, só uma vez, como parte da “herança maldita” feagaceana.
      1999 = (Inflação: 8,94%) (Meta: 8,0%) (Teto da Meta:10,0%) (FHC)
      2000 = (Inflação: 5,97%) (Meta: 6,0%) (Teto da Meta: 8,0%) (FHC)
      2001 = (Inflação: 7,67%) (Meta: 4,0%) (Teto da Meta: 6,0%) (FHC)
      2002 = (Inflação:12,53%) (Meta: 3,5%) (Teto da Meta: 5,5%) (FHC)
      2003 = (Inflação: 9,30%) (Meta: 4,0%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2004 = (Inflação: 7,60%) (Meta: 5,5%) (Teto da Meta: 8,0%) (Lula)
      2005 = (Inflação: 5,69%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 7,0%) (Lula)
      2006 = (Inflação: 3,14%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2007 = (Inflação: 4,46%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2008 = (Inflação: 5,90%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2009 = (Inflação: 4,31%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2010 = (Inflação: 5,91%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Lula)
      2011 = (Inflação: 6,50%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Dilma)
      2012 = (Inflação: 5,84%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Dilma)
      2013 = (Inflação: 5,91%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Dilma)
      2014 = (Inflação: 6,41%) (Meta: 4,5%) (Teto da Meta: 6,5%) (Dilma)

      • antonio barbosa disse:

        Importantíssimo vossa pontualização. Teto da meta cumprido. Teta da petrobrás… só Deus sabe. Continue achando que o PT é um partido que o resto do mundo sabe que não passam de uma quadrilha.

        • Asteriosvaldo Sacristolimotério de Souza disse:

          Leia essa e não seja tão desinformado:
          A Petrobras é agora, a empresa que mais extrai petróleo no mundo.
          E que, em alguns anos, vai extrair quase o dobro de suas principais concorrentes de capital aberto.
          Atrás apenas da Aramco, estatal saudita, e outras árabes, que operam associadas às privadas, e da Gazprom, russa, que produz mais gás que petróleo líquido.
          Em média, no terceiro trimestre, 2,209 milhões de barris por dia, contra 2,065 milhões da Exxon-Mobil, informa a Reuters.
          A marca vai ficar para trás, quando forem divulgados os resultados de dezembro.
          E isso porque ainda não entraram em operação os megacampos das áreas de cessão onerosa de Franco e a partilha de Libra.
          Por que, aí, em alguns anos, vai extrair quase o dobro de suas principais concorrentes.
          É preciso algo mais para entender a razão do ódio que nutrem à Petrobras e a gana com que se lançam à destruição da empresa, servindo-se de alguns canalhas que se aproveitaram dela?
          É por isso que um “ladrão de carreira” como Paulo Roberto Costa, nomeado pelo FHC em 1995, ganha “delação premiada” e vai sair livre e feliz de suas falcatruas e a Petrobras, vítima de sua corrupção, é linchada em praça pública.

        • Paulo Cesar Diderot disse:

          Seu Barbosa, cuidado pra não engasgar quando a quadrilha do PSDB começar a aparecer, aliás, já estão aparecendo.
          A corrupção no Brasil sempre existiu e se intensificou no governo FHC, mas não se preocupe, a Dilma vai passar o Brasil a limpo.

  3. Elizabete Gomes disse:

    O cara foi pega na Lava Jato e fica bancando o honesto??? Mas é um tremendo cara de pau…

  4. José Francisco disse:

    Investir em educação para quê? Quanto mais burros existirem em uma nação, mais fácil fica de governar. E no Brasil, o que não falta são asnos.

  5. Bello Tavares disse:

    Para que investir em educação, se o PT quer o analfabetismo e a pobreza para administrar e tirar proveito disso.

  6. Rui Metz disse:

    Lendo esses cometários e tentando ver o Brasil “de fora”, me veio em mente o antigo ditado: “Em casa que não tem pão, todos gritam e ninguém tem razão”

  7. gesiel disse:

    O deputado Eduardo Cunha, continua sendo o mesmo politico inexpressivo até mesmo dentro do seu partido PMDB como era o FHC no PSDB, em busca dos seus 15 minutos de fama como é o Carlos Sampaio do PSDB; prestes a ter sua imagem arranhada diante de denuncias de corrupção na lava-jato.

  8. Daniel disse:

    Esse governo é ridículo. Um tapa na cara atras do outro.
    Primeiro cortaram beneficios do seguro desemprego, depois reduziram verba da educação.
    O PT que manter o povo burro e dependente para continuar manipulando.

    • nuno disse:

      Daniel, a escola publica dos governos do PSDB do Alckmin e do Serra aqui em São Paulo, PASSAM OS ALUNOS DE ANO SEM QUE ELES APRENDAM. O resultado disso VOCÊ PODE VER NO RESULTADO DO ENEM, onde os alunos da escolas publicas do estado de São Paulo têm os piores resultados. Você não acha que essa “revolução dos ignorantes”, aqui em São Paulo, que sabe da corrupção nos governos do PSDB, mas que só cobra dos governos do PT, É FRUTO EXATAMENTE desse trabalho dos governos do PSDB que TRANSFORMARAM essa turma dessa revolução, em burros? ou você acha que É INTELIGENTE os manifestantes da revolução dos ignorantes, cobrarem apenas dos governos do PT mesmo sabendo das corrupções nos governos do PSDB, como O PRIMEIRO MENSALÃO, as privatizações, o trensalão e etc?

      • Daniel disse:

        Caro Nuno,
        Não me lembro de ter falado nada que o PSDB é bom na parte de educação, ou que são santos.
        Eu estudei em escolar publica em SP quando ainda existiam repetentes.
        Eu vi a decadencia. E por isso não voto no PSDB em SP ha muito tempo.
        Agora, você tem um governo federal que corta verba de auxilio a trabalhadores e da Educação e consede aumento para o judiciário de 22% na mesma semana. Isso é cuspir na cara do Brasileiro. Ainda mais depois de todo o discursos pró povo na eleição.
        Eu não sou fanatico partidário. Mas concerteza sou anti-PT. Um partido que está afundando o Brasil.
        Agora, pra você que pelo jeito é Petista e voutou na Dilma, meus parabéns. Espero que esteja feliz dela estar fazendo tudo ao contrário do que prometeu na eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 18:11:48