aki

cadastre-se aqui
aki
Política
05-12-2019, 20h19

Parlamentares dizem que governo subestimou fundo eleitoral de propósito

Ideia seria deixar ônus de aumento com Congresso
1

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

Não deve ser demonizada a iniciativa da Comissão Mista de Orçamento do Congresso de elevar de R$ 2 bilhões para R$ 3,8 bilhões o fundo público a fim de bancar as eleições municipais de 2020.

É preciso saber se faz necessário, pois não existe mais financiamento privado de empresas. Deputados e senadores dizem que o governo mandou um valor aquém do necessário para deixar o ônus do aumento com os parlamentares.

Obviamente, com o teto de gastos e o orçamento apertado, o dinheiro adicional terá de sair da área social ou de investimentos. Claro que isso é ruim para a sociedade, mas dinheiro não nasce em árvore. Essa discussão precisa ser feita com mais transparência. Menos dinheiro público beneficia candidatos que podem se autofinanciar, o que é pior para a democracia.

Ouça o comentário abaixo:

Comentários
1
  1. walter nobre disse:

    Kennedy, como estes parlamentares são “covardes”, ao tentarem transferir o ônus deste aumento ao Planalto; desde o principio o Bolsonaro tem sido contra qualquer aumento no fundo eleitoral, pela própria retórica de usa eleição, esta tática só mostra que o tempo não melhora o nível oportunista e baixo dos eleitos; ficam uma serie de projetos na gaveta, para votar os interesses da corja; vamos registrar caro, daqui a pouco começa, por iniciativa do STF uma correria para aumento nos próprios salários, quando o congresso unanimemente pega carona, com o funcionalismo e tudo parecerá muito normal, depois que fizerem a “lambança” tentam transferir o ônus ao executivo, com margem curta para vetar, são previsíveis ao extremo, não há qualquer respeito a sociedade que os elege. Presidir um País, onde o Povo participa e cobra pouco seus políticos, leva a pouca fé e força, mantendo o pior da sociedade em Brasília.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2020-01-20 13:07:16