aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
20-02-2014, 15h59

Parte do PT prefere que STF não julgue Azeredo

Partido poderia ter fato para alimentar teoria de perseguição política
13

Há gente graúda no PT que prefere que o STF (Supremo Tribunal Federal) envie o caso de Eduardo Azeredo para a primeira instância. Assim, o partido teria fato concreto para apontar tratamento diferenciado, mais rigoroso em relação a petistas em casos de corrupção. Eleitoralmente, isso poderia reforçar discurso de perseguição política.

Comentários
13
  1. Luiz Fortaleza disse:

    Isso é verdade ou é dedução sua?

  2. Na minha opinião, o Sr, Azeredo está com medo do STF. Por isso renunciou a fim de encontrar no foro de 1ª instância alguma proteção. A verdade é que nós, mineiros, de um modo geral estamos torcendo para que o tucano seja engaiolado. Sua administração em MG foi um das piores da história. Sem contar sua desonestidade, conforme está nos autos do processo.
    Abraço.

  3. Adauto Páez disse:

    É a primeira vez que vejo alguem informar que está sendo perseguido ppor sua própria patota ou por seu próprio partido. O Brasil está cada vez mais divertido.

  4. É muita cara de pau deste povo do PT, mais da metade do STF foi eles que puseram lá, agora tem a pachorra de dizerem que estão sendo perseguidos! Perseguidos por quem caras pálidas? Ou melhor caras vermelhas, deveria ser de vergonha pelos atos ilícitos, mas são muito caras de pau, pra isso. Tenha dó.

  5. antonio disse:

    O psdb é safo. Nada o pega.

  6. antoleal disse:

    Está na hora da justiça ser executada no Brasil, isto é sinal positivo, os crimes de colarinho branco serem julgados e irem para cadeia como qualquer cidadão comum.
    Os políticos ladões do dinheiro publico saberão que agora terão o que merecem, mais ainda a justiça precisa avançar mais ainda.

  7. Zé do Bumbo disse:

    BRASIL, UM PAÍS PODRE! BRASIL, UM PAÍS PODRE !

    FFAA, POR FAVOR, ASSUMAM LOGO, ANTES QUE O BRASIL ACABE !

    • Kowalski disse:

      Como as Forças Armadas podem agir, se o desgoverno da Dilma está perseguindo os militares, como punição pelo Regime Militar? A última do PT foi cortar verba do orçamento, destinada ao Ministério da Defesa.

  8. Henrique BH disse:

    Prezado Kennedy, não sei qual a sua postura mas você tem se mostrado um grande admirador dos tucanos. Quero te lembrar que apagão e racionamento ocorreu em 2001, a plataforma que afundou da Petrobras foi a P32 na era FHC, que o mensalão tucano existiu. Que Eduardo Azeredo foi candidato a Governador no em 98, no mesmo ano em que Aécio Neves foi candidato a Deputado Federal (ambos pela mesma legenda). Que ontem um Vereador do PSDB de Bom Sucesso?MG foi preso em Belo Horizonte com carro oficial e comprando droga em favela.
    Mais nada a comentar. Grande abraço.

  9. Paulo Barbosa disse:

    Tem que acabar com esse partido. A corrupção tem que ser combatida com punições exemplares. Não interessa de que partido seja. Agora esse tal de PT é um absurdo. A começar pelo Lula, que só sabe agitar. Nunca deixou de ser sindicalista agitador. Muito me admira como tem ministros do STF que ainda ficam embaçando as penas que esses bandidos merecem. A quadrilha é tão organizada que arruma dinheiro do dia para a noite para pagar as multas dos mensaleiros. O exemplo de honestidade e justiça vem sendo dado pelo Ministro Joaquim Barbosa. Esse sim demonstra não ter rabo preso.

  10. Luis Durante disse:

    Quem é Azeredo no plano nacional? Mesmo que o condenassem aos tais 20 anos, o que isso significaria se o plano já está todo resolvido. Retiraram as grandes figuras do tucano do processo, desqualificaram listas autênticas e pessoas e a mídia tratou de acertar com codinome de “mensalão mineiro” ou seja, quando é o PT é dele, quando é tucano é do estado de MG. Um processo que não tem nada com a AP 470 até porque tem assassinato na história, testemunha presa, jornalista preso. Que volte pra lá. Vamos nos preocupar com a eleição e quem sabe, com alguma dose de sorte, a Itália não extradite Pizzolato e ai quem sabe, a farsa do consórcio mídia e corte apareça. Até lá, vamos reeleger Dilma mesmo contra a vontade dos mesmos. Agora, essa de que eles achavam que ganhariam no STF, foi demais. Primeiro que os réus fizeram de tudo para terem o duplo grau, portanto falta base real na afirmação, segundo que nunca imaginariam que Barbosa se prestasse e esconder no gavetão as provas periciais e laudos que inocentariam o crime de corrupção.

  11. Jeová Oliveira disse:

    Luis Durante, parabéns pelo seu discurso, dá para perceber que você não é leitor da Veja, tampouco de outros “meios de comunicação” alinhados com ela. A mídia pensa que a maioria dos brasileiros são desinformados e absorve tudo o que eles querem. Como você citou, Luis, os meios falam “mensalão mineiro” que é muito amplo, e estar incluindo todos os políticos de Minas Gerais, e sabemos que não é isso, o mensalão tucano é bem mais antigo. Segundo o jurista Celso Bandeira de Mello, um dos mais respeitados do país, em entrevista ao Brasil 247, afirma que “os dois ministros do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, ambos agem como políticos, desmoralizam o Poder Judiciário e perseguem réus do PT, agindo sob a influência de grupos midiáticos. “ Fazem isso com um maior descaramento pensando também que engana a todos.
    O Inquérito 2474, que estava engavetado por Barbosa até pouco tempo, pode esclarecer muita coisa, por que será que Barbosa engavetou desde 2009 e não dava aos réus acesso aos autos?

    Kennedy, mas estar bem claro que esse julgamento foi de perseguição e midiático, e quem não percebeu isso!

  12. gesiel disse:

    À PARTIR DO MOMENTO QUE O EDUARDO AZEREDO DO PSDB e O MENSALÃO MINEIRO, ja chegaram nas mãos da “JUSTIÇA DO BRASIL”, mesmo SEM O PSDB DEIXAR FAZER A CPI do mensalão mineiro e o judiciaria de minas, dificultar a entrega de documentos solicitados pelo STF; “”O PT JA DEVERIA CONSIDERAR ISSO COMO MISSÃO CUMPRIDA!””

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-12-01 20:51:10