aki

cadastre-se aqui
aki
Política
21-08-2018, 10h45

Pesquisa Ibope é boa para PT, Lula e Bolsonaro

Levantamento é ruim para Ciro, Marina e Alckmin
5

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

A pesquisa Ibope divulgada ontem sobre a corrida presidencial é boa para o PT, Lula e Jair Bolsonaro (PSL). O levantamento é ruim para Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede). E pior ainda para Geraldo Alckmin (PSDB).

Seguem as principais razões:

A campanha eleitoral vai passando e duas forças políticas mantêm cacife respeitável. O PT exibe a força política de Lula, que poderá transferir votos suficientes para colocar Fernando Haddad no segundo turno. Mesmo após alguns tropeços, Bolsonaro continua no patamar dos 20%. O candidato do PSL demonstra ter sólida base.

Houve dois debates na TV. Alckmin fez a aliança eleitoral mais poderosa. Ciro foi bem no primeiro confronto na Bandeirantes. Marina se destacou no debate da RedeTV! Mesmo assim, não melhoram suas performances em relação a pesquisas anteriores.

Os sinais são de que será preciso aguardar o horário eleitoral no rádio e na TV, que começará em 31 de agosto, para averiguar se Alckmin crescerá e se Marina e Ciro conseguirão passar à segunda fase.

No cenário atual, a tendência é um segundo turno entre Haddad e Bolsonaro, pois é baixa a chance de Lula conseguir ser candidato. Isso explica o nervosismo do mercado financeiro, que prefere Alckmin.

A fase mais importante da campanha está no meio do caminho (setembro), mas Alckmin, Marina e Ciro precisarão abrir suas picadas num terreno difícil.

O desafio de Alckmin é tomar votos de Bolsonaro. É baixa a possibilidade de um segundo turno entre os candidatos do PSDB e do PSL. Um dos dois deverá estar na segunda etapa.

Marina e Ciro precisarão barrar a transferência de votos de Lula para Haddad.

É esse o cenário político-eleitoral apontado pela pesquisa Ibope de ontem.

*

Ética da responsabilidade

Ministros do STF tentam negociar um acordo para que a presidente da corte, Cármen Lúcia, receba os sete manifestantes que fazem greve de fome. Seria a melhor forma de encerrar o protesto, que estava ontem no seu 21º dia.

A presidente do STF deveria recebê-los. É o que se espera de uma autoridade responsável. Os manifestantes pedem que seja votada ação que poderia libertar Lula na hipótese de revisão da possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

Cármen Lúcia já disse que não colocar o tema em pauta, mas o gesto de receber os manifestantes talvez pudesse levar ao fim do movimento.

*

Ouça no áudio abaixo os comentários feitos ontem no “Jornal da CBN – 2ª Edição”. Houve análises sobre a crise de xenofobia em Roraima, o pedido de impugnação da candidatura de Dilma pela fiha de Eduardo Cunha e a disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. A entrevista com o professor da FGV Rio Michael Mohallen a respeito da decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU a favor de Lula está noutro post.

Comentários
5
  1. walter disse:

    Caro Kennedy, estas pesquisas, são duvidosas, já que os grupos que a produzem, são muitas vezes comprados, a bel prazer, por qualquer um que pague, pelo serviço…mesmo assim temos que lamentar, a “burrice” de um povo sem instrução, ou interesseiros de plantão, que votam num preso condenado; nada construiu de fato; pelo contrario, promoveram a discórdia, entre classes; fomentou ao extremo os sindicatos, e o bolsa família; no fundo só não tomou o País por incompetência; escolheu errado seu substituto, que não deu conta do recado…quanto a Carmem Lucia, receber grevista, torna se piada de mau gosto; uma presidente da corte, receber sem terras comprados, nesta “greve de fome” sem qualquer sentido; por isso somos considerados, uma republiqueta das bananas,,,

  2. “SE CORRER O BICHO PEGA; SE FICAR O BICHO COME”! disse:

    Está na base do “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”, escolher um candidato para presidente. O povo cansado de tanta corrupção, mentira, safadeza, almeja alguém probo e não comprometido com os ladrões. E é aí que a coisa afunila. Está difícil. No caso do Lula, condenado e preso, mantém seus eleitores incondicionais – se ele confessar seus crimes em transmissão ao vivo pela televisão – ainda assim seus seguidores vão dizer que ele foi forçado a confessar, que o ameaçaram etc etc etc. Felizmente a lei da ficha limpa o eliminará. Os outros, sem eleitores incondicionais, um a um vão tropeçando em seus podres. Excetuando os fanáticos de lula, procura-se pelo “menos pior”! E Bolsonaro vem levando a melhor. Só que ninguém atenta para a raiz do problema: “FAXINA GERAL NO SENADO E CÂMARA”! Sem isso, com certeza, nada mudará. Mesmo livre de lula, o país não sobreviverá aos renans, jucás, barbalhos, eunícios, sarneis, aecins, maruns, gleisis … temerosos!

  3. Tiago disse:

    É humilhante para todos os candidatos, mas Lula tem mais do que o dobro das intensões de votos do que o segundo colocado em qualquer pesquisa. Lula está preso após anos de linchamento e eles estão soltos e fazendo campanha e, ainda assim, Lula só cresce.
    Esperneiem o quanto quiserem, mas Lula é um fenômeno, o verdadeiro mito. Há no Brasil uma DESOBEDIÊNCIA CÍVIL silenciosa revelada pelas pesquisas. Milhões de brasileiros não compraram e não comprarão a versão dos poderosos de que Lula é um delinquente. O apelo popular que Lula conquistou é o suficiente para que, cada vez um número maior de pessoas no Brasil e no mundo, compreendam que Lula é um preso político pelo seu gigantismo diante de seus algozes.

    • Adilson Nogueira disse:

      Parabéns pelo seu comentário. Concordo ipsis literis com tudo o que disse.

    • Antenor disse:

      A grande maioria (quase totalidade) dos que votam no candidato condenado e preso, é IGNORANTE DE PAI E MÃE.
      Basta verificar o nível de escolaridade dos que são pesquisados e que votariam nele.
      Aonde já se viu um bandido condenado e preso, ter a mínima chance de ser presidente de um pais?!
      Só ignorantes mesmo para votar nessa categoria de candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-24 02:36:59