aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
29-05-2015, 21h54

PIB fraco eleva preocupação do governo com emprego

9

Postado por: ISABELA HORTA

Com a queda de 0,2% do PIB (Produto Interno Bruto) no primeiro trimestre deste ano, aumentou a preocupação do governo com o desemprego. Nesse contexto, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou que haverá o início de uma recuperação no segundo semestre

O resultado ruim do PIB reflete os erros da política econômica do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. Confirma também o mau momento da economia.

O governo espera que, o lançamento de um pacote de privatização depois do feriado de Corpus Christi, na próxima quinta, ajude a recuperar a economia.

O ajuste fiscal é importante, mas é preciso ir além dele e tratar de uma agenda de crescimento, como disse Joaquim Levy, em entrevista ao SBT.

*

A votação da primeira rodada da reforma política mostra que as mudanças aprovadas tendem a piorar o que já está ruim.

O financiamento eleitoral é um exemplo disso. A Câmara aprovou, em um primeiro turno, a inclusão na Constituição das doações de empresas a partidos políticos. A medida será votada mais uma vez pelos deputados e depois, se aprovada, seguirá para o Senado.

O fim da reeleição para cargos executivos foi votado de forma abrupta. É uma alteração muito importante para ser feita sem maior reflexão.

A tendência é o Senado também acabar com o mecanismo. Portanto, poderá ser a reforma do fim da reeleição, criada em 1997, há menos de 20 anos.

*

Comentários
9
  1. César disse:

    A reforma que nos interessa, não será feita. Com esta reforma meia boca, tudo vai continuar como está. Esta reforma, não será o fim desta farra eleitoral, pois é só cosmética. Esta reforma e nada, é a mesma coisa. A maior reforma, devemos fazer nas próximas eleições. Banindo os partidos destes párias, que legislam em causa própria.

  2. César disse:

    Agora o povo vai aprender as sérias consequências de suas escolhas erradas durante o processo eleitoral. Economia estagnada, desemprego, inflação alta e muitos impostos. Elegemos os famosos, ex-jogadores de futebol, políticos populistas, cantores, e até palhaços, que agora compõem este circo, que chamamos de Congresso Nacional. Quem acreditou que pior do de está não fica…
    …Votou errado e agora se estrumbica!

  3. Reinon disse:

    Dilma está vivendo na ilha do faz de conta !!! Como pode tudo estava lindo em 2014 , agora virou esse samba de uma nota só … A crise de 2008.Não estamos aumentando impostos, afirma Dilma.

  4. James T. Kirk disse:

    O único ponto que é do meu interesse na reforma politica diz respeito à revogação da obrigatoriedade de votar. Não desejo mais participar desta palhaçada.

    No que toca à crise, seria bom se a mídia parasse de ficar gritando “crise, crise, crise” a todo momento.

    E quanto ao número que reflete o PIB, que ninguém se iluda, o cálculo é baseado em premissas falsas. É um número fabricado. O que reflete a economia é o quanto se gasta no supermercado para comprar os mesmos produtos. O resto é papo furado. Aliás, um quilo de tomate a R$8,90? Um quilo de leite em pó a R$9,90? PIB o cacete!

  5. Marcos Silva disse:

    O sistema politico que vivemos é muito conturbado o congresso é mais uma balcão de negócios contra a nação e os nossos representantes estão mais para o coronelismo do que para o presidencialismo.
    Acho que o sistema presidencialismo esta falido pelo que esta acontecendo.
    Na minha opinião o sistema democrático no Brasil deveria ser Presidencialismo Parlamentear no Brasil, para que a nação tivesse a oportunidade de trocar estes deputados e senadores que se perpetuaram no parlamento brasileiro e que só trabalham por interesses próprios.

  6. eli Cavagna disse:

    O governo está começando a se preocupar agora?? As empresas estão se ajustando desde o meio do ano passado, demitindo e reduzindo gastos em todos os níveis. O governo deveria fazer o mesmo e parar com essa falácia de que não há desemprego.
    Independente do fator político existem ações que um presidente, de fato, poderia fazer. Um deles é reduzir ministérios e toda a corja que neles se aloja.
    Mas não dá e aí taca-lhe o pau na inscrição do ENEM, de 35 para 63 reais. Ou na aposta da mega sena de 2,50 a 3,50 reais. Ou na penca de impostos que nos devora. E pega dinheiro do FGTS, e esconde investimento do BNDES em países “muy amigos”.
    É lamentável. Trabalho desde os 14 anos e hoje tenho 50. Nunca desisti e sempre me atualizei, mas o fardo está ficando muito pesado.
    Mas quem sabe, vai que com a construção do “parlashopping”, eles façam as comprinhas mais rápido e trabalhem mais. Este país é surreal.

  7. Pasquale disse:

    Depois de anunciar prejuízo recorde de R$ 21,58 bilhões em 2014, a Petrobras informou nesta quarta-feira à Federação Única dos Petroleiros (FUP) que vai pagar nos próximos dias R$ 1,04 bilhão em participação nos resultados do ano passado aos funcionários, segundo documento publicado pela entidade em sua na página na internet. Segundo o sindicato, o bônus é previsto em acordo da categoria mesmo quando a empresa não registra ganhos e não paga dividendos aos acionistas.
    _____________________________________________________________________________________
    Como uma empresa pode pagar aos funcionários participação nos lucros,se teve um grande prejuízo?
    A pergunta fica no ar,já que esta pegando dinheiro emprestado todo ano(400 BILHOES a dívida).
    Isso é normal? Claro que não…é BRASIL.
    E ainda dizem que o Petroleo é “NOSSO”.

  8. César disse:

    O governo deve estar preocupado com o PIB fraco e as suas consequências no aumento do desemprego. Preocupados principalmente com os próprios empregos. Com o aumento do desemprego, os protestos devem aumentar e a pressão pela saída do PT e da Presidente da República Dilma Rousseff, devem aumentar na mesma proporção do aumento do desemprego. A economia vai de mal à pior e o emprego de todos estão em risco. O desemprego pode bater em qualquer porta. Inclusive na do Palácio do Planalto.

  9. RENATO ANTUNES disse:

    Bom dia. Onde consigo uma listagem completa dos produtos e serviços que aumentaram de preço desde a reeleção de Dilma em 2014, com as respectivas porcentagens, até 31/05/2015? Sds.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-25 20:34:48