aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
11-03-2014, 22h18

PMDB do Senado rejeita indicar nomes para ministério

Em tom mais ameno do que grupo da Câmara, senadores do PMDB liberam Dilma na reforma
9

O PMDB do Senado comunicará oficialmente à presidente Dilma Rousseff que não fará indicações para a reforma ministerial. Num tom mais ameno, seguirá a decisão da ala peemedebista da Câmara e liberará a presidente a escolher os nomes que quiser para concluir a reforma ministerial.

Essa união dos grupos do PMDB na Câmara e no Senado é resultado do erro da presidente e de seus auxiliares na condução da reforma ministerial. Dilma quis isolar o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), e perdeu. Ela também se recusou a ouvir conselhos e alertas do vice-presidente da República, Michel Temer, do presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e do presidente da Câmara, Henrique Alves (RN). Resultado: unificou o PMDB contra o governo.

A comunicação do PMDB do Senado deverá ser nesta quarta, em provável reunião da presidente com dirigentes do partido. Na segunda, Dilma conversou com dirigentes do PMDB. Fez ofertas para a reforma ministerial. Eles disseram que seria difícil realizar os desejos dela. Agora, falta o não oficial.

Dos cinco ministérios da cota do PMDB, a presidente precisa preencher dois: Turismo e Agricultura. Gastão Vieira, titular do Turismo, e Antônio Andrade, que dirige a Agricultura, terão de sair dos cargos até 4 de abril a fim de serem candidatos na eleição de outubro.

Vieira será candidato a deputado federal no Maranhão. Andrade deverá disputar nova cadeira na Câmara, mas sonha com a vaga de vice na chapa do ex-ministro Fernando Pimentel, que vai disputar o governo de Minas pelo PT.

Dilma gostaria que o senador Vital do Rego (PMDB-PB) assumisse o Turismo. Mas Vital rejeita o cargo. Ele gostaria de ser ministro da Integração Nacional, o que daria ao PMDB uma sexta pasta.

Mas Dilma impôs uma condição à cúpula peemedebista. Disse que só daria o sexto ministério ao partido se o senador Eunício Oliveira (CE) aceitasse comandar a Integração Nacional.

Assim, a presidente tiraria Eunício da disputa pelo governo do Ceará e abriria caminho para o grupo do governador Cid Gomes (Pros). Isso poderia render mais votos para a sua candidatura presidencial, avalia Dilma.

No entanto, Eunício recusou a oferta. Ele acredita que, com a sua alta taxa de intenção de voto nas pesquisas, não pode deixar de ser candidato. Um cacique peemedebista afirmou que Eunício aceitaria a Integração Nacional se essa costura tivesse sido feita em outubro, mas a presidente preferiu adiar o problema e agora teria ficado tarde para resolvê-lo.

O PMDB possui outras três pastas: Minas Energia, Previdência e Aviação Civil. As duas primeiras são ocupadas por senadores licenciados, com mandato até o início de 2019. São eles: Edison Lobão (MA) e Garibaldi Alves (RN). A Aviação Civil é comandada pelo ex-deputado Moreira Franco, que não pretende ser candidato em outubro.

O conflito entre Dilma e o PMDB da Câmara acuou a ala do Senado. Os senadores avaliam que, se aceitarem ocupar cargos que estavam na cota dos deputados, trarão a crise que Dilma criou para dentro do partido. Melhor deixar que a presidente escolha livremente os nomes que ocuparão as pastas da Agricultura e do Turismo por apenas nove meses.

Comentários
9
  1. carlos disse:

    quando a água está invadindo, a rataiada começa abandonar a embarcação

    • renato disse:

      é so neste pais, politicagem é considerado emprego formal.Que todos pensam, um senador se aposentar após 2 mandatos, enquanto o individuo comum recebe em torno de 80% do seu ultimo salário, isso se conseguir, e contribuindo pra essa palhaçada toda por 35 anos, parece brincadeira.Um ministro de minas e energia que não conhece o funcionamento de uma usina hidreeletica, nem como é distribuido(é apenas um partidinho qualquer que faz laçõs com o governo), um ministro da agricultura que nem sabe o que é um plantio, um ministro das telecomunicações que mais ou menos sabe usar um telefone.Tá na hora de deixar na mão de especialistas determinads areas ,e aos politicos que por sinal são muitos fazerem apenas o que lhes é proposto, atuar em prol da população, com projetos de lei coerentes, que beneficiem o conjunto, o que chamo de conjunto é o Brasil, que é maior que qualquer um destes

    • ERISON LOPES disse:

      Começou a caça! O leilão já iniciou-se! quem dá mais leva apoio! CÂNCER MALDITO!

  2. Pipo disse:

    Acho que a nossa Presidente tem muita coragem,nos todos sabemos que no Brasil tem um tumor que precisa ser extirpado
    para podermos termos um futuro.
    E agora e hora,conte comigo.

  3. Lino disse:

    Está mais que na hora de reforma política, pois, como pode um partido como PMDB dar as cartas para governar esse País. Eles (PMDB) não lançam nunca candidato a Presidente, pois quem está no poder(PT) tem que dar Presidencia do Senado da CÂMARA e outros Ministérios de importância.

  4. Helena disse:

    PT e seus aliados são os tumores que devem ser extirpados antes que o Brasil não tenha mais futuro!

  5. Pascoal disse:

    A presidente tem muita coragem? É uma deslumbrada,soviética e Burra.Foi finaciar um porto em Cuba,adora a Venezuela etc.O resto do mundo vai pensar o que do Brasil? Estamos dominados por um governo retrógado.

  6. João Vieira Filho disse:

    Espantoso esse samba do crioulo doido da mídia, se a presidente peita chantagista, sejam eles políticos,(Eduardo Cunha) ou empresários espertos,(Paulo Skaf) a “imprensa” e seus “jornalistas” caem de pau. O contrário, se ela cede, está pagando apoio. Uma imprensa e jornalistas minimamente honesto, deveriam imediatamente cair de pau nos chantagistas e espertos, é o que manda a boa e velha ética. Mas, aqui no lado de baixo do Equador, rege a má e velha cultura do mau caratismo, onde gente como o maior bandido brasileiro, o Daniel Dantas amigo do FHC, vive livre leve e solto tratado como homem de bem. “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta, formará um público como ela mesma” (Joseph Pulitzer)

  7. Carlos Alberto Pires da Silva disse:

    Já que a presidente e sua eminência parda Lula gostam tanto de Cuba, Venezuela e outras republiquetas vermelhas chegou a hora de embarcá-los na nau dos insensatos junto com os demais piratas do sul.
    Torçamos que essa nau desvie de rota, por incompetência de seu comandante, e vá parar no mar dos sargaços e todos morram por lá no cemitério dos navios.
    Quando os Estados Unidos tentou acolher os presos políticos de Cuba, o ardiloso ditador Fidel Castro aproveitou o momento e esvaziou os presídios. Ao invés de mandar os que eram contrários a sua ditadura enviou justamente a escória da Ilha do Diabo, composta de assassinos de alta periculosidade,ladrões, cafetões, traficantes etc.
    Os verdadeiros opositores ao ditador ou foram mortos em La Cabana ou estão apodrecendo nas masmorras do cruel sanguinário.

Deixe uma resposta para João Vieira Filho Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-12-01 06:33:49