aki

cadastre-se aqui
aki
Política
17-10-2016, 9h17

PMDB e PSDB temem onda de desgaste na Lava Jato

Nova rodada de delações deve atingir peemedebistas e tucanos
28

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O PMDB e o PSDB temem passar a sofrer os efeitos que o PT já enfrentou na Operação Lava Jato. As revelações sobre os petistas aconteceram em escala superior na comparação com o que se sabe até agora a respeito de políticos do PMDB e do PSDB _os dois principais partidos de apoio ao governo Temer. Haverá dano a petistas nessa nova rodada de delações, mas o PT já teve um desgaste pelo qual ainda não passaram PMDB e PSDB.

Nos últimos dias, a imprensa publicou informações sobre o avanço de delações de executivos da Odebrecht e também sobre complementos de colaborações de funcionários da Andrade Gutierrez.

As delações mais preocupantes são as dos executivos da Odebrecht, porque tendem a expor informações novas sobre peemedebistas e tucanos. Há bastidores que dão conta de revelações a respeito de Moreira Franco, secretário que cuida do programa de privatização do governo Temer, e de Geddel Vieira Lima, ministro da Secretaria de Governo, que é o articulador político do Palácio do Planalto. Existem informações de citações ao presidente Michel Temer, mas, por ora, num contexto de repasse de recursos de caixa 2 à presidência do PMDB.

Os tucanos também têm preocupações com as delações da Odebrecht, porque há informações sobre caixa 2 e pagamento de propina. Os citados são o ministro José Serra, o senador Aécio Neves e o governador Geraldo Alckmin.

Todos esses políticos já se manifestaram sobre as suspeitas da Lava Jato, dizendo que os recursos que receberam foram contabilizados legalmente.

Detalhe importante: como aumentou o número de delatores da Odebrecht, grupo que passará de cerca de 50 para 80 pessoas, isso também significa maior demora no fechamento dos acordos de delação premiada, o que alimenta rumores e temores nos dois principais partidos de sustentação do governo.

Os tucanos e peemedebistas temem que a Andrade Gutierrez, depois de ter revelado repasses ao PT, conte novidades em delações complementares sobre pagamentos a políticos do PSDB e do PMDB.

No governo, a principal reação é reforçar a agenda de votações. Há pressa do Palácio do Planalto em continuar a aprovar no Congresso medidas que possam ajudar a recuperar a confiança na economia. Ou seja, apenas uma melhora econômica poderia fornecer alguma blindagem, mesmo assim precária, para enfrentar as delações que estão por vir.

O presidente Michel Temer tem ciência de que o sucesso ou fracasso do seu governo dependerá da economia. No entanto, a Lava Jato pode ser um fator político de desestabilização.

No Congresso, a conversa de bastidor é a respeito de alguma anistia a quem praticou caixa 2. Acontece que os investigadores da Lava Jato não têm aceitado que os delatores narrem repasse de recursos como se fosse somente caixa 2. Ou seja, a força-tarefa considera que não houve  contribuição eleitoral para cobrar eventuais favores no futuro, mas, sim, pagamento de propina.

Os investigadores tratam os relatos de caixa 2 como corrupção ativa ou passiva de quem deu e de quem recebeu. Além da dificuldade de enfrentar a opinião pública para aprovar uma anistia de caixa 2, haverá, portanto, o obstáculo da própria apuração da força-tarefa, que tende a encaixar essa prática dentro de tipos penais mais graves.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN’:

Comentários
28
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    A única saída é mesmo uma profunda reforma política com parlamentarismo, voto distrital, representação proporcional à população de cada estado e uma drástica redução do legislativo e toda sua estrutura inútil, a mais cara do planeta… que sonho !

    • Manoelzito José Botelho disse:

      Maria Aparecida, concordo com você.Solução é reforma politica e reduzir esse legislativo que não olha as necessidades do povo, acabar com as regalias e farras com o dinheiro publico.
      Acabar com esses fundos partidários e vários outros benefícios que o trabalhador brasileiro não tem…etc…

    • Edi Rocha disse:

      Como assim parlamentarismo??? E então não estamos frente ao cogresso mais corrupto do sistema solar? Como dar a eles o direito de escolherem o presidente? Prefiro deixar a tarefa a cargo dos frequentadores de alguma penitenciaria e descarto a manifestação de dementes como voce, saídos de algum manicômio.

      • afonso disse:

        Concordo. O brasileiro não tem maturidade para o Parlamentarismo. O Parlamento deve ser ormado por politicos honestos, serios e com equilibrio para pensar antes no pais e depois neles próprios.

    • Edi Rocha disse:

      Do jeito que estão as coisas. Se obrigassem os órgãos de trânsito a substituir todos os semáforos por “semáforos com temporizador”, eu já estaria satisfeito por enquanto. É um absurdo um sinal amarelo que dura 01 segundo (no máximo), quando já se está em cima não tem nem tempo de reação. Isso é querer roubar dinheiro, não tem outra explicação.
      Com temporizador no semáforo o motorista não será pego de surpresa, e surpresa no trânsito é risco de acidente, não só de multa.

    • walter disse:

      Muito bom, querida amiga Maria Aparecida; fica claro, que todos no congresso, em algum momento se beneficiaram do tal CAIXA DOIS, desta empreiteiras famigeradas; não é algo novo, para nenhum deles, o que não pode acontecer de jeito algum, é a tentativa de aliviar via congresso, com medidas para minorar, a PUNIÇÃO DOS ENVOLVIDOS; ROMERO JUCÁ, RENAN, E OUTROS ENVOLVIDOS, TRAMAM…Projeto que facilita TUDO para eles…
      Quanto ao Parlamentarismo, é o caminho unanime, entre os parlamentares, para mudar, a postura geral, e organizar a “bagunça”; só dará certo, se não houver manobras; temos uma ameaça, contra o Temer, que a destituição da Chapa dilma e temer…poderá levar, a novas eleições, com jogadas duvidosas..

    • Celso Santos disse:

      Redução do legislativo com parlamentarismo. MA COMO???????
      O povo já disse duas vezes que o Regime é PRESIDENCIALISTA!!! ENTENDEU OU QUER QUE DESENHE!

  2. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    pode atingir como for . . . mas não veremos manifestações, nem indignação nas ruas, pelo menos não de quem, a pouco, se dizia de saco cheio de corrupção!!!
    a direita, imprensa, classe média e elite brasileiras, historicamente, nunca tiveram problema com políticos corruptos!!!
    tinham problemas com o PT, isso sim . . . e como o PT está fora do poder . . .

    • Silvio Vidotte disse:

      Muito bem colocado Joaquim, voce resumiu perfeitamente a questão. Só acrescento que o povo brasileiro ainda não está conciente de que a questão é PRINCIPALMENTE POLITICA. Eles (direita et caterva) deram um golpe contra um governo SOCIALISTA eleito democraticamente e estão impondo ao pais (com a ajuda de inocentes que não entendem o jogo politico) um governo CAPITALISTA SELVAGEM que visa o capital especulativo e interesse dos mais ricos.

  3. Wellington Alves disse:

    Não vão sofrer, pq o povo e a mídia só está interessado em linchar o PT. Há apenas corruPTos… E parlamentarismo é pior. Terrível a possibilidade de ter um partido assim com 10 anos de poder… Precisamos de um presidencialismo sem necessidade de acordos e chicanas.

  4. jacinto cheiro disse:

    PSDB nunca será alvo de nada, acorda BRasil.

  5. Antonio disse:

    E deixaram essas delações após as eleições desse ano,muito injusto, interferiram no resultado das eleições como num jogo de futebol que o juiz apita falta somente sobre um time.

  6. Roberto disse:

    O moro não vai deixar

  7. Armando disse:

    Nem continuei a ler.Mas já existiram várias delações, denuncias, gravações, sei lá mais o que contra o psdb, pmdb e parecem que não foram consideradas.Aécio não seria o primeiro a ser comido?

  8. Mauro disse:

    “Pau que bate em Chico, deve alisar Francisco”
    Creio sim que a Lava-Jato irá provocar alguma revolução em mais partidos, e assim deve ser, mas na verdade o foco principal (e assim deve ser!) é o PT e seus quadrilheiros e contra eles deve ser a maior carga.
    O PT, Lula e etc…são os que devem ser os mais sacrificados, porque merecem e porque provocaram esse tsnunami que está varrendo o país.
    Gosto da atuação da Lava-Jato e sou fã incondicional de Sérgio Moro, Gilmar Mendes e outros que combatem o PT e espero que mantenham e até radicalizem sua atuação!
    Espero sinceramente que Temer possa influenciar bastante a atuação da Lava-Jato, contra o PT.

    • cleyton angeli disse:

      Vê-se que este teu ódio contra o PT te cegou, não quer enxergar que todos os partidos e pelo 80% dos politicos de tods as sigls estão até o pescoço envolvidos em corrupção, principalmente os caciques de todas as siglas, todo mundo pode roubar ? menos o PT ?, não meu amigo, ninguém pode roubar e não ser punido, Pau que bate em Chico de sim bater também em Francisco, nós temos que pensar em curar este Câncer que está tomando conta do corpo de nosso Brasil que é a corrupção, nós temos que pensar em sanar esta grave doença para o bem comum de todos os Brasileiros e não pensarmos em perseguir este ou aquele partido, este ou aquele politico, nós temos que colocar naa cadeia seja quem for o corrupto que comprovadamente é corrupto.

  9. Júlia Baroni disse:

    Concordo principalmente em tirar os previlégios que todos os parlamentares e juízes tiveram para sair do Rio de Janeiro e ir para Brasília na sua criação em 1960. Essas mordomias não se justificam mais há muito tempo.

  10. junior disse:

    Minha proposta de reforma política é a seguinte: extinguir o senado, pois são 81 perasitas inúteis; extinção de todos os partidos, e após, a criação de no máximo 4 partidos políticos; diminuir o número de deputados de 513 para 108, ou seja, quatro deputados por estado, mais o distrito federal; fim da reeleição para o executivo e legislativo, além da exigência de nivel superior para qualquer cargo eletivo; fim das mordomias e com aposentadoria igual aos trabalhadores da iniciativa privada para o, legislativo, executivo e judiciario.

  11. Korzen Nezrok disse:

    O desgaste promovido a apenas uma representação partidária em vésperas eleitoreiras depõe contra a isenção da operação lava jato pois houvesse dado o mesmo tratamento a todos não exerceria tamanha influencia nos resultados das urnas, onde a abstenção claramente atrelada aos eleitores decepcionados com representação partidária de esquerda, permitiu aos poucos eleitores com representação partidária de direita elegerem seus representantes.
    Se os juizes não tinham essa intenção, serviram de degrau para o oportunismo partidário, promovendo um desserviço a fragilizada democracia brasileira e a história não poupará essa falta de sintonia com os pagadores dos salários e exorbitantes benefícios desses nababescos servidores do Povo Brasileiro.

  12. Esdras disse:

    Não há esse risco. O único foco da força tarefa é o PT. O resto não vem ao caso.

  13. Ribamar Silva disse:

    Parece que se aprovarem anistiar todo mundo que praticou caixa dois, a lava jato vai ter que inocentar todos os condenados, pois que está condenado ou investigado por corrupção ativa passa a ser doador e que estar na condição de corrompido passa a ser arrecadador, talvez aprovem uma lei nesse sentido, a qual só valerá para o psdb, PMDB e DEM, os outros serão punidos, ou seja, o dinheiro que para estes partidos é doação de campanha via caixa dois, e o que foi doado ao PT é propina.

  14. ANDRE disse:

    Não sei, depois do objetivo conseguido, que foi o impeachment da Dilma e o enfraquecimento do PT, tenho a sensação de que será feito um grande acordão, entre os partidos, a imprensa , grandes empresários e judiciário para que tudo acabe no limbo do esquecimento. Temo que até as empreiteiras, que são réus na lava-jato, também faça uma adesão a este acordão. Pelo bem ou pelo mal, espero que isto não aconteça.

  15. Vanda disse:

    PSDB todos têm corpo fechado…não pega nada

  16. Luis Paulo disse:

    Penso que a única saída seria retirar todos os benefícios a que a classe política tem direito (e pelos quais lutam tanto!!!) e permitir que ocupem a câmara (Senadores, Deputados e Vereadores) aqueles que querem trazer algum benefício para a população (nos moldes em que é feito em vários países europeus). Se uma cidade precisa de empregos, seus representantes iriam ‘batalhar’ para trazer alguma indústria para o local…. Idem para hospitais e escolas… E não só ficarem no discurso políticos eleitoreiro, pois, pelo discurso que se ouve, entendemos que os políticos sabem exatamente o que o povo precisa, mas ao chegar no poder eles são acometidos por avassaladora amnésia e só se lembram de suas verbas, mordomias, salários, etc….

  17. mano disse:

    prezados: O Brasil continua sob a direção dos profissionais da política, de uma burguesia com característica de nobreza. A sua grande maioria não tem interesse no bem estar social da população, em reduzir diferenças sociais. O que interessa é a continuidade do processo de manipulação das massas e da manutenção do poder econômico na mão de uma casta. Discute-se com muita ênfase a reforma da previdência para reduzir o deficit do INSS com o objetivo de atingir os que têm as menores aposentadorias, mas não se discute as aposentadorias polpudas dos funcionários dos poderes da república não atrelados ao INSS e que representa o maior deficit. Não se discute a regulamentação do imposto sobre grandes fortunas, tema previsto na CF/88. Se a cabeça do brasileiro fosse similar a cabeça de um francês do século XXVIII certamente teríamos uma revolução nos padrões da revolução francesa de 1789. Senhores comandantes dos poderes da República Federativa do Brasil, tenham piedade do povo!

  18. Paulo Stunf disse:

    Lava jato já deu. Podia encerrar agora, condena quem pegaram e chega. Isso não acaba nunca e o país não anda. Daqui uns 5 anos volta e prende mais alguns…

  19. Maria da Consolação disse:

    Sugiro o vídeo do programa “Portas dos Fundos” pra entenderem como as delações acontecem no Brasil. É tudo armação apenas para pegar o PT. Há um ano atrás, não passava um dia sequer sem novidades da Lava Jato na mídia. E em que ela se transformou? O que falta é apenas a prisão do Lula, pra Lava JAto ser enterrada de vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-24 08:10:44