aki

cadastre-se aqui
aki
Política
22-03-2016, 21h42

PMDB pode adiar rompimento com Dilma

Temer discutia mudar data de 29/03 para 12/04
7

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

O vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, discutia no início da noite desta terça-feira a possibilidade de mudar a data da reunião do partido que romperia com o governo Dilma. Em encontro no Palácio do Jaburu, Temer conversava com dirigentes do PMDB sobre a possibilidade de adiar a reunião da próxima terça, dia 29, para 12 de abril.

Pesava a favor do adiamento a avaliação de que o partido não precisa dar um empurrão para que haja o impeachment de Dilma. Esse movimento cresce no Congresso. Ou seja, o PMDB não deveria jogar gasolina na fogueira. Temer também deverá estar fora do país na terça que vem.

Até 12 de abril, é provável que a comissão da Câmara que analisa o pedido de impeachment dê parecer favorável, o que facilitaria os argumentos para o PMDB deixar o governo.

O encontro entre Temer e o presidente do PSDB, o senador Aécio Neves, reforça a articulação pró-impeachment. Aécio esteve com o vice-presidente na segunda em São Paulo e divulgou hoje nas redes sociais que os tucanos apoiam o impeachment e dariam suporte a um governo peemedebista.

*

Aviso geral

Chamou a atenção em Brasília nesta terça a entrevista do procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima. Segundo ele, a Lava Jato tem foco na Petrobras, mas investigará corrupção em outras empresas, seja qual for o partido.

Santos Lima também disse que foram feitas descobertas de eventuais crimes cometidos pela Odebrecht em contratos com o governo federal, mas também com governos estaduais. Portanto, é uma fase que tem potencial para acelerar um eventual impeachment da presidente Dilma, mas que também pode atingir duramente outros partidos e políticos, porque a Odebrecht se relacionava com governo e oposição.

De certa forma, a Xepa assustou quase toda a classe política.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
7
  1. walter nobre disse:

    Caro Kennedy, você quer dizer, parte do PMDB, a turma do RIO, e do renan…lnãoa dianta insistir, a dilma já deu o que podia, qualquer manobra, pode gerar mais complicações; como a insistência na volta do lula; “o ex ministro, que nunca foi”; as manobras populares, com o “fundo soberano”, serão um ato hipócrita, e sem razão de ser, só pode interessar ao lula
    Vale conversar com todos os parlamentares, sejam de que ala forem; avaliar se existe alguma chance, enquanto podem; mas se dependerem do PMDB, podem esquecer, o partido, esta esfacelado; no final, vão juntar-se ao temer…me parece, não confirmei a notícia, que o serra já esta a caminho do PMDB, que dizer, que o mesmo, pode ser sim; o ministro do temer, na economia; na transição prevista; pelo menos alinhavada; precisa-se confirmar…

    • Paulo Araki disse:

      Você exonerou Lula? Só não pode assumir. Põe mais gasolina… verá o que é guerra civil prenunciando se golpr progredir… todo mundo perde. Pense nisso. Os poderosos vão para norteamrtica. Vc será barrado e deportado.

  2. Não vai ter “pizza”!
    O povo brasileiro não vai aceitar “pizza”. Vamos até o fim! Doa a quem doer!
    Pizza nunca mais!
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  3. NÃO DÁ MAIS, PMDB, VÃO ESPERAR O PAÍS AFUNDAR DE VEZ? disse:

    PÔ, PMDB, PAREM DE ENCHER O SACO! NINGUÉM AGUENTA MAIS, SAIAM LOGO DESSA BARCA FURADA! JÁ NÃO CHEGA O MAL QUE VOCÊS FIZERAM AO PAÍS SE ALIANDO COM ESSE DESGOVERNO, DURANTE TANTO TEMPO? DAQUI A POUCO NÃO TERÁ MAIS JEITO, O BARCO VAI AFUNDAR DE VEZ NESSE MAR DE LAMA EM QUE O PAÍS ESTÁ ATOLADO!

  4. FORA DESGOVERNO, FORA RENAN, VIVA O IMPEACHMENT! disse:

    O MICHEL TEMER PRECISA TOMAR UMA ATITUDE DE NÃO DEIXAR ADIAR MAIS O DESATRELAMENTO DESSE DESGOVERNO.
    DEVERIA MANDAR ESSE DEFENSOR DO GOVERNO, RENAN CALHEIROS, COM 7 INQUÉRITOS E UMA DENÚNCIA NO STF (UMA VERGONHA UM NEGÓCIO DESSE) PARA O INFERNO, JÁ QUE ELE TEM MUITA CHANCE DE IR PARA A CADEIA (UM INFERNO APROPRIADO PARA ELE).

  5. Vandirson disse:

    Um GOLPE pra saciar VAIDADES e sua vestes COLONIALISTAS
    Os tucanos que se pegarmos os votos em 1º turno não tem legitimidade para um CONSENSO, Temer no voto jamais seria eleito Presidente tanto que se oferece Presidente e não concorrerá a reeleição, será um substituto da oposição inclusive ao PMDB por decide o GOLPE FORA DO PAÍS COM OS TUCANOS, então para saciar a falta de capacidade de ganhar nas ruas jogarão o país no caos e tudo por mesquinhez egocêntrica, pra não ser grampeado não confiam fazer a articulação no seu país, provavelmente, montam seu complô longe da arapongagem tupiniquim e seu judiciários absolutista já que um membro insuspeito do PODE TUDO justicialista vai até tramar em terras Lusitanas… A mídia nativa até aplaude e aceita… Já a internacional tem momentos de asco e caçoa dos nossos golpistas reacionariamente JECAS.

  6. Izildo Corrêa Leite disse:

    SE o PMDB sair do governo, o vice-presidente Michel Temer, por uma questão de coerência com seu partido, também deveria pular fora. Ou não? É claro que, nesse cenário, ele continuaria, demonstrando que o OBJETIVO É APENAS CHEGAR AO PODER. Nada a ver com combate à corrupção. Muito pelo contrário!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 15:29:57