aki

cadastre-se aqui
aki
Política
07-04-2016, 9h23

PMDB reage a ação de Lula pró-Dilma

Peemedebistas dizem que presidente não honrará acordos do antecessor
42

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Em resposta às articulações do ex-presidente Lula junto a partidos aliados, emissários do vice-presidente da República, Michel Temer, também têm procurado as mesmas siglas para negociar espaços num eventual governo peemedebista.

Nessas conversas, peemedebistas dizem que uma parte do eventual ministério Temer seria blindada de influência política, como a área econômica, a Saúde e a Educação. No entanto, haveria negociações das demais pastas nos mesmos moldes das que estão sendo feitas por Lula.

Um argumento usado por oposicionistas e peemedebistas em conversas com integrantes do PP, PR, PSB e PRB: o ex-presidente estaria vendendo terreno na Lua. Ou seja, após barrar o impeachment, a presidente Dilma Rousseff voltaria a ser o que é, centralizadora, e dificultaria o cumprimento de compromissos assumidos por Lula.

O PMDB tem insistido na ideia de que Dilma é a crise. Logo, se ela continuar, a crise não seria resolvida.

O relatório pró-impeachment de Jovair Arantes (PTB-GO) criou um fato negativo para a presidente. A confirmação desse relatório na comissão da Câmara na próxima segunda-feira deverá ser outra batalha vencida pela oposição e o PMDB.

Os defensores do impedimento também apostam que a votação aberta em plenário, com deputados sendo chamados a manifestar a sua posição no microfone, terá peso pró-impeachment. E ainda surgiriam revelações da Lava Jato que poderiam enfraquecer Dilma.

O governo já esperava que o relatório de Jovair fosse a favor da abertura de processo contra a presidente. A partir de agora, avaliará qual linha de ação priorizará.

Nos últimos dias, o governo tem dito que voltou a ganhar terreno na Câmara devido à ação do ex-presidente Lula de buscar votos contra o impeachment. Esse avanço do governo é perceptível nas conversas com deputados.

Lula conseguiu, por exemplo, evitar que o PP seguisse o caminho do PMDB e rompesse com o governo. O governo também sabe que o parecer de Jovair Arantes deverá ser aprovado pela comissão da Câmara.

Logo, a principal batalha política será no plenário da Câmara, o que aconteceria entre os dias 15 e 17/04, caso não haja um recurso legislativo ou jurídico que mude esse cronograma, que foi o definido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Se o governo se sentir forte para fazer o enfrentamento no plenário, evitando que a oposição reúna 342 votos, optará pela batalha política para tentar enterrar o atual pedido de impeachment.

No entanto, se no curso dos próximos dias, o governo avaliar que há risco de perder no plenário da Câmara, poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal alegando que houve nulidades no trabalho da comissão e pedindo o exame da chamada “justa causa”.

Ou seja, o governo pedirá que o Supremo se manifeste a respeito do mérito do crime de responsabilidade. O ministro Luiz Edson Fachin, segundo o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, já mencionou a possibilidade do exame da “justa causa”.

A contagem de votos na Câmara, o peso de manifestações de rua a favor e contra Dilma e desdobramentos da Lava Jato ditarão o caminho que o governo seguirá: se apenas político, se também jurídico ou se ambos.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN’:

Comentários
42
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Qualquer articulação para manter esse desgoverno é ilegítima.
    Qual é a instituição, nacional ou estrangeira que iria confiar num governo com dois presidentes ? Um de facto e outro de direito ?

    • David Molero disse:

      O governo quer unanimidade jurídica para que o impeachment não seja considerado GOLPE. Unanimidade jurídica para a tipificação do crime de responsabilidade não é um requisito constitucional, o impeachment nunca será golpe pela sua natureza de processo jurídico/político. A peça de acusação esta muito bem fundamentada, é o que basta para que superada a fase jurídica, o poder legislativo julgue politicamente os crimes cometidos pela presidente Dilma Roussef. Agora é necessário votos e não argumentos jurídicos.

    • Concordo com você, mas eles estão se lixando pra isso. A única coisa que importa pra eles é se manter no governo e não sair dessa maneira vergonhosa como está se desenhando.

    • Luiz Paulo Pereira disse:

      Boa noite.

      Não ao golpe. Respeitemos a vontade das urnas para, dessa forma fortalecer um pouco mais a nossa incipiente democracia, se é que ela existe. Repito: não haverá golpe e o grande Lula será o presidente de todos os brasileiros no ano de 2018. E tenho dito.

  2. Técnicas disse:

    Nossa Kennedy ótimas palavras, mas acho que está no fim dessa palhaçada, logo menos eles conseguem driblar e todos esquecem, infelizmente o sistema é fraco.

  3. Joaquim disse:

    Como já disse alguém do STF, o trem já saiu da estação. E parar um trem não é fácil.

  4. Ricardo disse:

    Acho que nada muda e precisamos sim é de uma verdadeira reforma política feita pela sociedade civil. Tirar a Dilma e deixar o Temer com o PMDB, DEM e PSDB ficará muito pior para o povo brasileiro. Muitos benefícios sociais serão cortados e o dolar irá abaixar para que os de sempre possam fazer suas compras em Miami. Tenho dó do povo brasileiro que é levado como gado ao matadouro.

    • Ivanuze Pimenta disse:

      Ficar pior???? O melhor programa social de um país sério chama-se EMPREGO!!!! Essa dependência promovida pelo governo aos menos favorecidos só estimula a miséria, sendo apenas paliativo sem atacar a causa.

    • Willian disse:

      Na boa, benefício de verdade é trabalho, e não bolsa esmola. Então você prefere que o dólar continue subindo para dificultar as compras em Miami? Cara, não se iluda com isso, pois vão continuar gastando em Miami mesmo que o dólar chegue a R$ 50,00.

    • ailton lopes dos santos disse:

      qualquer tipo de roubalheira afunda o País, é o que está acontecendo, qualquer mudança pode piorar, mas infelizmente como nosso povo não gosta de politica, é necessario ficar com um menos ruim, esta transição vai dificultar a roubalheira, e poderá aparecer o dinheiro e quem sabe evite mortes nas ruas e nos hospitais, por falta de segurança e assistencia medica, lembre-se de todas as conversas petista e também tem um agravante chamar a classe media de coxinha é um acinte aos mais esclarecidos, ele o Sr lula, só está com o bolso cheio de dinheiro não por trabalhar e sim por jogadas politicas, que agora está morrendo de medo das investigações. TEMOS QUE MUDAR.

    • Maria Antonia disse:

      Concordo com vc tirar ela não resolve o PMDB e o PSDB são muito mais corruptos e nunca foram investigados , o mérito de ter culpados presso não e dos juízes ,se sempre roubaram e praticaram a corrupção o que e mais que obvio. por que nunca ninguém foi preso antes ?Estão sabotando para ela sair e ficar tudo como sempre foi.Um Pais de políticos super honestos.. A birra das pessoas e o bolsa família , quando na verdade a birra deveria ser um pais grande e rico com pessoas morrendo de fome.Sou classe media e não sou coxinha!! Não assisto a rede globo .

  5. Todos falam em reforma política, mas ninguém defende que essa reforma política deveria impedir a reeleição, que é sinônimo de corrupção, para todos os cargos, sejam executivo (vereadores, prefeitos), legislativo (deputados estaduais, federais e senadores), além de uma nova constituição que impedisse a nomeação de Procurador Geral do Estado, Procurador Geral da União e ministros do STJ, STF, e desembargadores de todos os tribunais, por governadores e Presidentes, respectivamente em suas áreas.

    • José Dias disse:

      Concordo plenamente com o Sr. Bento, esse negócio dessas nomeações feitas por políticos é uma vergonha, por isso que esse país não vai pra frente.
      Estamos numa situação difícil, fico muito feliz com a saída da Dilma e o enterro direto do PT, acabaríamos de vez com a ideia comunista, com os arranjos junto de países que são do mesmo escalão e pelo menos respiramos um pouco mais de ar puro e seremos um pouco mais respeitados lá fora !
      Porém a entrada de outra laia, seja PMDB, PSDB ou seja o que for, não iria de forma nenhuma solucionar os problemas tão sérios que estamos encontrando num país que parou, definitivamente parou, não se faz mais nada, empresas fechando e por aí vai !
      Novas eleições talvez fosse a melhor solução, mas não poderiam ser eleito políticos de carreira, dessa forma a corrupção não iria acabar, poderia até diminuir, mas…..
      Olha só Deus na causa e os que roubaram o povo brasileiro na cadeia pro resto da vida e que os bilhões e patrimônios deles voltassem para nós.

    • J. Alencar disse:

      Concordo em gênero, grau e número. O Brasil precisa ser ser reordenado em todas as esferas.

  6. Gomes disse:

    Sábias palavras, questiono apenas para o que deve ser melhor para o Brasil. Caso impedimento não continue, haverá unidade em torno do Brasil? Caso impedimento aconteça, haverá ainda investigações ou voltaremos a engavetamentos? Edir Malaf Cunha, continuará a dar as cartas no país? Temo pelo país em todos os cenários possíveis. Esse sem dúvida foi o pior congresso que já vi.

  7. Arnaldo Probo disse:

    Se escapar do impeachment Dilma também não vai honrar acordos, centenas de cargos (cabides) com partidos que fizeram chantagem com ela como PSD , PP , etc Vão ficar na rua da amargura !!!

  8. sergio mendes disse:

    Kennedy,

    Voce é um dos poucos Jornalistas que eu ainda respeito, suas análises sempre me pareceram imparciais, voce evita fazer julgamento de valor e narra os fatos e suas possíveis alternativas, portanto, meus sinceros parabens pelo trabalho.

    Em relação ao assunto, crio que estamos numa encruzilhada das piores.

    Está bem claro que a Dilma não tem condições de tocar o resto do seu mandato com este congresso que ai esta, por outro lado, um impeachment dessa natureza comandado por Eduardo Cunha, entregando o cargo ao Vice Presidente que desembarcou do governo aos 45 do segundo tempo tem toda a cara de oportunismo pra nao dizer golpe (da pior especie)

    Ai entramos num impasse, longe da discussão idiota dos que veneram Lula e dos que o coloca acima de Hitler, penso que a casa toda (congresso e senado) estão com o C… na reta, sendo assim, desesperados para colocar um na forca e encerrar o assunto.

    Vai ser dificil contar essa historia daqui a 20 anos.

  9. Raimundo Nonato de Castro disse:

    PMDB Eles tocam o terror pois é a unica arma que tem para aprovarem o impeachment da presidente e acabarem com a lava jato com pizza,

  10. Alberto disse:

    A Andrade Gutierrez colocando mais um “molhinho” nesse angú.Os petistas vão ter de tomar um coquetel de ansiolíticos.Haja OLANZAPINA no planalto,rsrsrs.

  11. Demetrio disse:

    Acredito que a luta para se manter no poder, é acreditar que o desdobramento das investigações da Lava Jato, não irá atingir esses bandidos, mas o que eles não conseguem vislumbrar, é que todos já foram atingidos, só resta saber quem vai sobreviver solto ou preso, mas que todos vão passar pelo devido processo legal isso não tenho duvidas.

  12. Fábio Holanda disse:

    Tirar o pt é como se redimir a Deus pelo grande erro que fizemos em colocar o partido mais corrupto de toda a história do bBrasil. E como pedrir perdão a Deus pelos nosso erros é como dizer eu errei meu pai por ter votado no pt perdoa os nossos pecados e nos dar uma nova oportunidade de fazer o BRasil crescer após a saída do pt. Nos erramos nos perdoa.
    Amem.

    • Miguel disse:

      Você que errou… Não me ponha nesse balaio não.

    • LUIZÃO disse:

      Eu também estou fora do balaio desde sempre. Eu disse desde sempre. Nem para vereador, deputado estadual, deputado federal, prefeito, governador, E MUITO MENOS PARA PRESIDENTE governador, nunca votei em ninguém dessa facção. Fui metalúrgico por muitos anos e, nem nos meios sindicais nunca acreditei nas idéias, palavras e ações da figura barbuda e nefasta.

    • Maria disse:

      O que mais me deixa chocada é a que nível as pessoas chegam. São capazes de defender corruptos (RÉUS!) só por um capricho, uma birra infantil, porque não aprenderam que na vida nem sempre ganhamos.
      As pessoas vão às ruas de verde e amarelo, pelo Exceletíssimo Eduardo Cunha. Vão às ruas apoiando a advogada de torturador (sim, essa senhora já conseguiu inocentar um torturador que batia na mulher com cipó), Janaina Paschoal. Parabéns a vocês.

      “O PT é o mais corrupto que já se viu”.
      Queridos “inocentes”, se fosse mesmo assim, o PT teria deixado tudo debaixo dos panos como fez FHC por tanto tempo (não sou eu que estou falando de FHC, são os delatores que citam o esquema desde a época de Sarney, FHC).

      Sevocês estivessem incomodados com corrupção, esqueceriam um pouco essa birra contra o PT e olhariam a quem vocês estão querendo presentear com a Presidência: o Cunha. Vocês acham que o Temer se sustenta? Jamais!
      Mais uma vez, deixo meus parabéns por fazerem parte dessa vergonha.

    • Musica disse:

      Ainda tenho esperança que um dia teremos alguém serio no governo.

  13. disse:

    O arsenal de recursos e de medidas protelatórias é infinito. Já estamos em abril. Logo o assunto vai ser Olímpico. Depois as férias e os recessos de julho. A seguir, o país mergulha na febre das eleições. Acho que podemos comemorar o Natal em maio. Ano que vem, mais alguns malabarismos jurídicos e pronto. Nem precisamos mais falar de impeachment.

  14. GABRIEL RAMOS DE SOUZA disse:

    EU ACHO QUE DEVERIA SE MUDAR O MODELO POLÍTICO DAS ELEIÇÕES,SOMENTE COM DOIS PARTIDOS
    LANÇANDO SEUS CANDIDATOS,PARA QUE POSSAMOS IDENTIFICAR A VERDADEIRA OPOSIÇÃO E NÃO ESSES
    PEQUENOS PARTIDOS QUE FICAM VENDENDO SEUS VOTOS NA CÂMARA E NO SENADO.
    PENSO TAMBÉM QUE NÓS POVÃO TEMOS QUE OBSERVAR QUE A OPOSIÇÃO MUITAS VEZES NÃO ESTÁ LUTANDO
    PELO PAÍS E SIM PELA TOMADA DO PODER, NEM QUE SEJA PARA PAGARMOS UM PREÇO MUITO CARO POR ISSO,GERANDO RECESSÃO ATRAVÉS DE DIFAMAÇÕES QUE CAUSAM O A FALTA DE CRÉDITO DA POPULAÇÃO E DOS INVESTIDORES.

  15. Eliú Ferreira Neres disse:

    Alguém está solicitando palpite do PMDB, e alguém quer palpite dele? É pra rir! KKKK

  16. Antenor disse:

    Estou muito envergonhado por perceber que as nossas instituições fazem vista grossa ao fato de haver um “presidente” fictício, que manda mais do que a presidente com mandato. Alguém precisa fazer alguma coisa para tirar esse facínora (Lula)do poder paralelo e com atuações de vendilhão de cargos e farta distribuição do NOSSO DINHEIRO, para comprar os sem caráter do congresso.
    Caso essa turba não saia pelas vias legais (impeachment), e o caso de apagarmos a luz, fechar a porta e jogar as chaves do País no mar. É O FIM DA DIGNIDADE.

  17. Diógenes disse:

    A questão não é apenas de reforma política mas de políticos realmente comprometidos com a nação e não com os próprios e nem sempre honestos interesses.
    Essa reforma deveria, dentre outra coisas, obrigar a todos os eleitos de todos os níveis assim como seu parentes próximos, a utilizar somente os serviços públicos pelos quais direta ou indiretamente são responsáveis assim como acabar com essa festa que é a nomeação de ineptos para cargos de diretoria e de comando de empresas e entidades públicas. O mérito e a capacitação técnica têm de prevalecer sobre o apadrinhamento político.
    O assunto é muito amplo para caber neste simples comentário…

  18. E se o Plenário de Supremo decidir que o ex-Presidente não pode ser Ministro e devolver o seu processo para Curitiba? Acabou!
    O poder dele já acabou! Todos sabem que acabou.
    Só os corruptos que tentam uma ultima cartada apoiaram está aberração.
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  19. Rogério Godoy disse:

    Acho uma vergonha como estão fazendo no Brasil. Uma falta de controle das pessoas querendo julgar o que não podem, e assim , isso só mostra que nosso país é infantil. Visto que todos os partidos como PSDB e PMDB, os maiores partidos e os maiores corruptos do Brasil, não me conformo que um político como o Aécio Neves, que construiu um aeroporto para o Titio e com isso o ajudou a pagar suas dívidas, é arquivado isso é lamentável, pois todos temos direitos iguais.

  20. francisco ribeiro disse:

    Pobres defensores da moralidade, enganados por Cunha, Temer, o PMDB e sue bando de coronéis facínoras. Mal sabem que depois da saída de Dilma a corrupção vai voltar com a carga toda, com a diferença que será agora abafada. Achar que o PT é o problema é a estratégia da grande mídia, que pertence na sua maioria a somente 7 famílias, que controlam a cabecinha de vocês, arautos da moralidade.

  21. luis disse:

    O Sistema politico está completamente ultrapassado…
    Como é que pode haver tanta corrupção e poucos são punidos…
    A lava-jato foi descoberta por mero-acaso….o mensalão também..
    Não estou me referindo só ao PT, mas os que entrarem continuarão com essa velha
    prática porque o sistema incentiva à isso.
    Então creio que precisamos urgente atualizar o sistema politico… senão
    mais cedo ou mais tarde cairemos na mão de aventureiros corruptos… e o Pais
    não sairá dessa ciranda nunca…, atraso encima de atraso…

  22. Maria disse:

    Independentemente de qualquer coisa, em 2018 é LULA de novo. Ele já aponta na dianteira (com grande vantagem) das pesquisas de intenção de voto.

    *Os Tucanos (minoria dos brasileiros, vale destacar) acharam que iam se dar bem indo para as ruas, acionaram um belo tiro no pé.
    Já pensaram Eduardo Cunha presidente? Haha
    Seria mesmo o presidente ideal para esses que querem tirar do poder uma pessoa que não cometeu crime algum. Seria mesmo muito cômico se não fosse tão trágico!

  23. Maria disse:

    Fato: As pessoas não estão votando contra a Presidenta porque são contra a corrupção.
    Os tucanistas estão querendo tirar a Presidenta, UNICAMENTE porque cansaram de perder nas urnas.
    Até porque, corrupção por corrupcão (na PETROBRAS, por exemplo), isso já existia desde a época do Ilustríssimo Fernando Henrique Cardoso (segundo delações). Mas os que estão contra Dilma se importam com isso? Se importaram? É claro que não. Eles não estão nem aí pra corrupção, não estão nem aí para “o país”, eles SÓ querem ganha o poder de volta. Onde pobres só se davam mal e ricos só se dava bem. Só isso que eles querem.
    Afinal, meus amigos, me perdoem o choque de realidade (apesar de ser óbvio), mas nas manifestações contra a Presidenta não tem ninguém de classe baixa não. É absurdamente nítido. COM CERTEZA esse povo não come pão com mortadela – eles mesmo assumem isso. Sorrisos.
    Sem mais…

  24. Elton disse:

    Pobres defensores da moralidade, enganados por Cunha, Temer, o PMDB e sue bando de coronéis facínoras.

  25. Excelente colocação Kennedy. Quando falo que tem gente pra tudo nesse mundo é porque não me surpreendo com mais nada.

  26. parabéns kennedy belo trabalho.

  27. Rafael Gomes disse:

    Muito bom! Acompanho sempre o seu trabalho! Parabéns! Rafael.

  28. Mauricio disse:

    Realmente essa questão já está levantando polemica mesmo! Parabéns pelo conteúdo incrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 05:25:12