aki

cadastre-se aqui
aki
Política
14-05-2015, 22h02

Procurador da Lava Jato cobra reforma política

8

Postado por: ISABELA HORTA

Ao denunciar ex-deputados investigados na Lava Jato, o procurador da República Deltan Dallagnol cobrou uma reforma política. O problema é que a reforma que a Câmara pretende votar até o final deste mês corre o risco de piorar o que já está ruim.

Nesta quinta, foram denunciados pelo MPF (Ministério Público Federal) no Paraná os ex-deputados Pedro Corrêa (PP-PE), Aline Corrêa (PP-SP), André Vargas (ex-PT-PR) e Luiz Argôlo (SD-BA). Agora, eles poderão ser estimulados a fazer uma delação premiada.

Os procuradores da República que atuam no Paraná disseram que será aberta uma nova etapa na Lava Jato. Num tom político, Dallagnol também pediu pressa na votação de medidas de combate à corrupção.

*

A aprovação da MP (medida provisória) 664, que endurece regras para a pensão por morte e o auxílio-doença, foi uma vitória com gosto amargo para o governo. Na mesma votação, houve a flexibilização do fator previdenciário, que aumentará as despesas da Previdência Social.

O Senado já disse que manterá a mudança feita pela Câmara. A presidente Dilma Rousseff pretende vetar. Mas seu veto poderá cair.

A saída será tentar apresentar uma outra fórmula que substitua em definitivo o fator previdenciário. Do contrário, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já apontou uma solução, que não é boa: aumento de impostos.

*

Comentários
8
  1. César disse:

    Qualquer que seja a reforma política feita pelo atual Congresso será suspeita. Os atuais parlamentares que estão entre os investigados de terem se beneficiado do esquema de corrupção e que são citados por delatores da Operação Lava-Jato, vão votar a reforma política que o país necessita, para aprimorar o sistema eleitoral e impedir que corruptos cheguem ao poder? Quem acredita nisto? Melhorar a representatividade, colocando em risco as suas próprias chances de serem eleitos? Farão as reformas que lhes interessam, e não a que ajude a construir, um país melhor e mais democrático.

  2. João Henrique disse:

    eu votei na Dilma e não me arrependo se a eleição fosse hoje votaria nela novamente, por que não empurra a corrupção para debaixo do tapete e quem disse que os tucanos são santos ? ou que querem ou vão acabar com a corrupção, aecioportos, metrô/SP, privataria até na lava jato eles estão envolvidos

  3. Marcos Aurélio disse:

    1- PRANATEC 6 milhões de estudantes , PROUNI 1, 2 milhões e o total de gastos em educação em 2002 no fim do governo PSDB era de 18 bilhões e em 2013 já era de 112 bilhoes. Por isso 18 universidades federais foram criadas no governo Lula/Dilma e nenhuma criada nos 08 anos de governo FHC/PSDB

    2- Taxa de desemprego em 2002 no fim do governo PSDB era de 12,2% a maior da história hoje é de 4,5% a menor da história, isso porque no governo PSDB era criado em média 627 mil empregos por ano quando no governo PT a média foi mais que o dobro ou seja foram criados 1,79 milhões de emprego por ano

    3- O salário mínimo do PSDB ( Pior Salário Do Brasil ) era de R$ 200,00 equivalente a 1,42 cestas básicas hoje o mínio é 3 vezes mais, ou seja, R$ 788,00 equivalente a 03 cestas básicas por isso que a renda per capita, (renda por pessoa) era de R$ 7,6 mil em 2002 no fim do governo PSDB e hoje no governo PT é de 24,1 mil

    4- Durante o governo PSDB (Pior Salário Do Brasil) a desigualdade social reduziu apenas 2,2 % e no governo PT essa queda foi de 11,4% e o Programa Brasil Sem Miséria retirou 22 milhões da pobreza extrema tanto que a ONU retirou o Brasil do mapa da fome

    • César disse:

      E com as políticas do PT, logo estaremos todos dependentes do bolsa-família. Viva o povo brasileiro! Viva o rouba mas faz! Viva a lei de Gerson! Melhora pra que? Vamos empurrar com a barriga, e viver de bolsas.

  4. eduardo disse:

    O problema do fator previdenciario é que não incentiva ninguem a postergar a aposentadoria, um exemplo, um trabalhador com 58 anos, contribuindo sobre o máximo, receberia R$ 3.100,00 aproximadamente com 35 anos de contribuição. Se aguardar até aos 65 anos, receberia R$ 4.300,00 aproximadamente. Teria de aguardar cerca de 18 anos para começar a ter algum ganho uma vez que já poderia estar a 7 anos recebendo os 3.100,00, isto é aos 83 anos, nesta conta não está incluido o gasto com a contribuição do período, o que aumenta ainda mais o tempo que o trabalhador precisaria para obter alguma vantagem. Tem de ser muito otimista para esperar tanto tempo….

  5. Carlos disse:

    A única reforma politica que vai acontecer é aquela que favorece os politicos e não ao povo, o sistema eleitoral faliu muito tempo, passou de uma esperança para uma mentira, enganação.

  6. Marco Túlio Castro disse:

    Reforma política de conveniência para o PT ? Não, obrigado.
    Depois que tirarem o PT de lá e fizerem uma limpeza geral para não sobrar militante em nenhum orgão estatal ai sim, podem fazer a reforma que quiserem.

  7. Contra a corrupção só tem uma solução: privatização de todas as estatais. Não tem justificativa nenhuma para políticos administrarem empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-21 12:26:03