aki

cadastre-se aqui
aki
Política
27-09-2016, 9h16

Propostas de Temer atrapalham Marta e Pedro Paulo

Governo avalia impacto de envio de reforma ao Congresso antes do 1º turno
16

KENNEDY ALENCAR
FORTALEZA

Do ponto de vista da economia, se o governo Temer adiar o envio da reforma da Previdência ao Congresso depois de ter dito tantas vezes que a proposta estava pronta, enviará um sinal negativo aos investidores e ao empresariado.

É fato que enviar agora, a cinco dias do primeiro turno das eleições municipais, é irrelevante em termos de tramitação. Obviamente, vai gerar desgaste para candidatos mais identificados com o governo Temer.

Na avaliação do Palácio do Planalto e de caciques do PMDB, a candidatura de Marta Suplicy à Prefeitura de São Paulo perdeu força porque os adversários da senadora conseguiram ligá-la a projetos de reforma da governo, sobretudo às mudanças na Previdência e à Proposta de Emenda de Constitucional que cria um teto para limitar o crescimento das despesas públicas.

Pesou ainda a descaracterização de Marta como política de esquerda. Ela, que deixou o PT pelo PMDB, chegou a dizer que nunca se colocou nesse campo ideológico, apesar de toda uma carreira turbinada por bandeiras de esquerda.

Portanto, tem tido efeito contra candidatos mais ligados ao governo o bombardeio à reforma da Previdência e à PEC do Teto. Há uma avaliação no PMDB de que a candidatura de Pedro Paulo também sofre no Rio por essa razão, entre outras.

Politicamente, Temer terá de tomar uma decisão difícil. Ceder e não enviar a reforma da Previdência já sinalizará na largada que haverá dificuldade maior do que a vendida pelo governo para aprovar suas propostas no Congresso.

Enviar a reforma da Previdência poderá ser a pá de cal na chance de Marta ir ao segundo turno em São Paulo, viabilizando na segunda fase um duelo entre João Doria, do PSDB, e Celso Russomanno, do PRB.

Apesar de Fernando Haddad ter crescido nas pesquisas por bater mais duro em Marta, associando-a a Temer, as chances do petista passar à segunda fase ainda são improváveis, salvo uma reviravolta de última hora.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
16
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Qualquer movimento a favor ou contra Marta e Pedro Paulo será sempre negativo para eles e bom para a sociedade… Ela porque é péssima figura, ele porque bate em mulher.

  2. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    “Se o prefeito altamente impopular de São Paulo, Fernando Haddad, fosse chefe de São Francisco, Berlim ou alguma outra metrópole que olha para o futuro, ele seria considerado um visionário urbano”
    Wall /Street Journal
    mas como ele é Prefeito da cidade que elege, Tiririca, Marco Feliciano…normal duas figuras ridículas como Russomano e Dória estarem em primeiro!!!

    • Mauro disse:

      Será que os moradores de SFrancis e Berlim gostariam de pagar 650.000 mil reais cada km da ciclovia que ele implantou?
      Se para ser moderno precisa concordar em ser roubado, eu acho que deveriamos votar a 1400 AC.
      Por enquanto não se sabe de mal-feitos de Haddad, fora esse da ciclovia, mas por enquanto, porque sendo do PT não se pode duvidar de nada.
      Hoje mais dois “inocentes” petistas viraram réus na Lava-Jato, por decisão unanime do STF (Gleisi/Paulo Bernardo) e por ai se vê porque o povo de SP quer ver o PT…lá em Berlim…mas aqui de novo…….JAMAIS!

      • Joaquim José da Silva Xavier disse:

        Wall Street Journal X Mauro

        fico co Wall Street Journal!!! vamos pro futuro e veremos quem tava correto . . .

      • Wellington Alves disse:

        Legal que vc tem mais provas que o Ministério Público, que não conseguiu provar as acusações. Acha que o Dória não está sujo? O fato de se filiar a um partido já é motivo. E prefiro pagar apenas uma vez pelas obras, do que ter que pagar por meio de imposto e depois para usar porque foi PRIVATIZADO. NÃO À PRIVATARIA. NÃO À TUCANALHA.

  3. Miguel disse:

    Não votaria em Marta nem se fosse pago. É política de carreira com histórico inútil a sociedade. Era PT, pouca fazia para ele. Virou PMDB, pouco fez para o PT, e esqueceu que ficar em cima do muro é fácil. O difícil é mostrar competência diante momento político de incompetentes. São Paulo, me desculpe Kennedy, só deu ao Brasil os piores políticos. E não tente defender esta classe. Se MG, RJ, SP, RS e BA, tivessem nos dado representação de boa qualidade. O Brasil seria uma Suíça com a economia americana, ou alemã. Devia não ir nem para o segundo turno. Espero de coração que todo aquele político que fez parte desta lambança que estamos não se elejam para Prefeitos. E se eleitos, que sejam cassados.

  4. Mauro disse:

    Não sou cientista politico, mas me parece muito claro que as candidaturas que derivam da esquerda ou que são oriundas de movimentos esquerdistas, naufragaram pela própria decadência da ideologia que está fazendo agua não só no Brasil, mas em outros diversos paises.
    O comunismo morreu como ideologia e como prática depois do fim da URSS e quem se diz comunista só o faz para obter privilégios as custas das camadas menos esclarecidas.
    Brasil com PT e sua cleptocracia que arrebentou o pais e Venezuela com seu ditador que afundou o pais são exemplos de comunistas quadrilheiros e a população massacrada por esses governos, querem ve-los na Lua e não em um cargo público.
    O PT não fará prefeitos em mais de 90% das capitais e cidades médias e fará alguma coisa só nas cidades mais carentes e desprotegidas da sanha corrupta do partido.
    Marta teve uma administração de muita publicidade e pouca ação e pagará por isso!

    • Edi Rocha disse:

      Interessante como se faz esta constatação de que a esquerda está desaparecendo. A crise que estamos vivendo no mundo, no mínimo desde 2008, não me parece ser decorrente de ações da esquerda. Mas posso estar enganado. Talvez o sistema financeiro está totalmente infiltrado de agentes do comunismo. Muito curioso!

    • Wellington Alves disse:

      Os programas da esquerda só são para vagabundo né. A meritocracia é a solução, pois a maioria do planeta é rica. A população africana, que tem uma disposição imensa para o trabalho é rica, são os países mais ricos do mundo, pois trabalham… A África do Sul era o país mais justo socialmente nos anos 80…

    • Gustavo disse:

      Muito se fala do comunismo, do socialismo. Mas porque sera que falam tanto? Se fosse tao irrelevante, nao seria pauta permanente. E do capitalismo, porque nao falam? É o sistema que vigora do Brasil desde a independencia, para ficar apenas na fase nacional. Corrupção tambem é um fruto do capitalismo, que funciona com base no lucro e no “levar vantagem”. Muito se fala nos politicos corruptos, mas os corruptores nao sao as empresas defensoras do trabalho assalariado e da livre iniciativa, ou seja, do capitalismo? Está na hora de aqueles que criticam o sistema que nao esta em vigor no Brasil pensarem no que está.

  5. walter disse:

    “caro Kennedy, já havia comentado, o governo não pode forçar reformas complexas agora, pode sim aprovar o teto de gastos, quem sabe, outras reformas estruturais, mas a previdência não dá… precisamos com urgência,de ações ousadas para alavancar.
    Quanto aos políticos de forma geral, sofrerão o revés da falta de recursos, terão que prometer muito pouco, não há verba disponível.O Povo sem emprego, fica muito nervoso e sem gás…
    Quanto aos políticos da base, concorrendo; terão que ser criativos; o Povo esta sob pressão; nem os candidatos estão a vontade, para prometer; por isso a decisão do Dória,ao propor “gestão e mutirão, foi muito criativa e inteligente; a marta já não tinha chances reais,e nem o haddad, pode fazer o que quiser; seu partido esta nas últimas, não elegerão quase nada.

  6. Antonio disse:

    O que temos? Dória apadrinhado e promotor de eventos para Alckmin com contratos milionários com dinheiro público do Estado, favorito das elites e da mídia desavergonhada, que querem manter amordaçados os programas educacionais e a melhoria da qualidade de vida dos menos favorecidos (apontem pelo menos uma universidade criada nos últimos anos pelo PSDB). Haddad desgastado com sua administração, boicotado pela mídia e pela elite. Marta com comportamento oportunista e vingativo, que renega que só foi eleita prefeita e senadora graças ao partido para o qual ela virou as costas. Um outro, militar, com ideias retrógradas e truculência própria de militares de quartéis. Assim só restou a ex prefeita e deputada federal e candidata Erundina, honesta, experiente, culta, corajosa, sempre preocupada com o social e a educação (na área da educação foi a melhor prefeita que o município de S.Paulo teve nas últimas décadas). Porém tem pouco destaque na mídia preconceituosa.

  7. rodrigo disse:

    A dita reforma da previdência deve ser extirpada de uma vez…..vamos morrer e não conseguiremos nos aposentar, tendo começado a trabalhar aos quatorze anos de idade terei de contribuir por 51 anos para me aposentar, é muito injusta esta fórmula……nos roubaram e agora ainda querem que o povo pague a conta….enquanto ficam brigando para saber quem é coxinha ou petralha, esse governo vai encaminhando projetos de interesse do empresariado….pau no pobre, pau no trabalhador e no servidor público…enquanto isso a banda passa….a população precisa acordar, chega de pagarmos esta conta!!!!!

  8. Pasquale disse:

    O brasileiro tem uma dificuldade enorme de estabelecer nexos causais. Ele não consegue acompanhar um raciocínio. Geralmente isso se dá porque ele tem na cabeça um pré-raciocínio que embaça a inteligência.

  9. Pasquale disse:

    Vc só se aposenta na véspera da sua morte.Mata logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-05-29 13:34:47