aki

cadastre-se aqui
aki
Política
01-08-2014, 22h40

Queda na indústria entra na guerra eleitoral

Postado por:ISABELA HORTA
Brasília

O tema do “SBT Brasil” desta sexta-feira foi a queda da produção industrial no mês de junho, a pior desde 2009. Na campanha eleitoral, o governo vai usar o argumento de que a Copa do Mundo aumentou o número de dias parado na indústria em junho. Ou seja, teria sido uma queda conjuntural e que vai se refletir sobre as taxas de julho. Já a oposição vai insistir na tese de que não foi apenas um problema ocasional. A Copa agravou uma produção industrial que já vinha esfriando. O estoque de medidas do governo para evitar que a economia entre em recessão já está acabando. Foi prorrogada a diminuição de impostos de alguns setores da indústria. O Banco Central aumentou em R$ 45 bilhões a oferta de crédito para estimular a compra de automóveis e eletrodomésticos. O que a presidente Dilma Rousseff tem feito é rebater o que chama de pessimismo, porque isso gera expectativas negativas na economia. Mas há um fator eleitoral inegável: muitos empresários aguardam o resultado da disputa presidencial para decidir novos investimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 16:30:13