aki

cadastre-se aqui
aki
Política
17-12-2015, 22h04

Recriar comissão é principal vitória do governo

Chancela do Senado é última muralha da guerra do impeachment
30

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Para o Palácio do Planalto, a principal vitória de hoje é a possibilidade de dar uma nova composição à comissão especial da Câmara que analisará o pedido de abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A decisão de hoje do STF (Supremo Tribunal Federal) de anular a comissão eleita por voto secreto na semana passada é uma derrota da oposição e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Essa chance de eleger com voto aberto uma nova comissão é mais importante do que dar a última palavra ao Senado caso dois terços da Câmara (342 deputados) autorizem a abertura do processo de impeachment. Nessa hipótese, estará criado um ambiente político muito desfavorável ao governo, o que dificultaria a possibilidade de o Senado barrar o impedimento presidencial.

Mas funciona como uma última muralha numa guerra que está longe de acabar e que tem lances importantes, como o acirramento da guerra no PMDB entre governistas e oposicionistas.

O vice-presidente da República, Michel Temer, e o presidente do Senado, Renan Calheiros, passaram os últimos dias trocando críticas públicas. Renan está se alinhando à defesa do mandato de Dilma. A presidente e o vice disputam o poder, o que se reflete na disputa interna peemedebista.

Ouça o comentário na CBN:

Comentários
30
  1. Pero Vaz disse:

    Foi um dia de retrocesso. Voltamos tanto que eu pensei que o STF fosse devolver o mandato do Collor. É como se a semana passada não tivesse existido. Picciani volta, a comissão foi anulada, definiu-se o voto aberto, Cunha posterga atos da comissão de ética para 2016, duplicou-se a aceitação do processo de impeachment (câmara e senado), enfim, só o que se manteve foi o rebaixamento da nota de crédito. Podemos encerrar o ano. E possivelmente o 1o e o 2o trimestres de 2016. Orçamento aprovado com superavit quase zero, Dilma fica, Levy sai, a CPMF vai entrar e nada vai mudar. Graças a estes urubús do supremo. Pelo menos agora sabemos quem governa o país. É a justiça esclerosada do Planalto.

    • Luiz Alberto disse:

      Era preciso arrumar a casa. O jogo tem regras para se cumprir, caso contrário estava se armando golpe mesmo. Agora está mais claro e justo. apesar de, no mérito, ser a acusação fraquíssima. Não estamos lidando com técnico de futebol, que se tira quando quer e bem entende, sem a mínima justa causa. Caso contrário vira bagunça se o governante eleito não for alinhado com o Presidente do Legislativo, até estacionar em local proibido será motivo para receber e processar impedimento.

      • Marco Túlio Castro disse:

        As regras já existiam, só não estavam adequadas à vontade do PT. Agora estão. Isto é que é golpe. Mudar as regras para ganhar o jogo. mas eles estão com 70 anos, mais um pouco e ficaremos livres. Agora é esperar.

  2. walter nobre disse:

    Caro Kennedy, fala-se tanto em Golpe; se o renan, que já certo, não será o presidente da câmara no julgamento do impeachment; será presidido por outro “torcedor” da dilma, o Lewandoviski…ficar´difícil a sociedade aceitar o “trambique”.
    Este País não é do Pt, e de todos os brasileiros…a dilma, se tivesse um pouco de lisura; pelo estrago que vem fazendo; com gastos estratosféricos…pedia para sair…
    Não há condições por inabilidade, não conseguirá ritmo para o crescimento necessário.
    Eswtamos numa sinuca de”bico”…mas o tempo é o maior inimigo da dilma; se acontecer a prisão do lula; todo este pesadelo aumentará para ela e para o Pt.
    Precisamos lembrar, o PT esta envolvido por tabela, será processado, e correrá o risco de ser extinto…eles estão brincando com FOGO, tem muita lenha queimando”…

  3. Esta decisão é uma vergonha para o STF e uma vergonha para as pessoas de bem de nosso país ,que veem mais uma vez a vitória do mal !

  4. Pedro disse:

    Hoje a democracia saiu fortalecida! Hoje as urnas saíram respeitadas! Hoje os fascistas e golpistas saíram derrotados! Obrigado STF! Hoje vimos que o Brasil ainda têm jeito!

  5. Marcos disse:

    Foi um Balde de Gelo nos GOLPISTA que já estão contando as horas para chorar a PRISÃO do ÍDOLO CUNHA, que o AZEREDO já pegou 20 ANOS,e agora aparecem as ROUBALHEIRAS do FHC.KKKKKKKKKKKKK…

    • Zé Mortadela disse:

      Parabéééns!!! Os golpistas do país da MENTIRA, do ESTELIONATO eleitoreiro ganham como sempre!!! Afinal, “tenho que levar vantagem em tudo, certo”!? Está tudo dominado com seus “ADEVOGADOS” do PT a exemplo do canastrão mor do STF. Todos comprados com o pixuleco, enquanto o povo, que não aguenta mais (vide a reprovação absoluta), que o PT pensa alimentar a base de mortadela e circo, perderá o emprego em 2016, 2017, 2018… Reinam a incompetências e os maus caráter, incluídos aí eduardo cunha, renan calheiros, dilma, lula e aqueles que comemoram, os que vivem dessa corrupção. Lamentável…

      • mario machado disse:

        Zé Mortadela: parece que “Ademar disse” respondeu ao seu comentário correto, mas não esclareceu o objetivo de suas palavras, mas sem esquecer o termo pejorativo “coxinhas” para se reportar à oposição. Aliás, esse termo “coxinha” é nojento demais e ainda assim rola pela NET. E como não houve eleição, mas uma fraude, é justo que se queira dar um perfil ou status de firmeza e de honestidade aos pleitos futuros. Você tem o meu apoio, que não vendo não troco nem darei aos cidadinos.

  6. ademar disse:

    eleiçãões se ganha nas urnas!!!!!!hoje foi um dia terrivel aos tucanos golpistas coxinhas e cia a falida imprensa

    • Geraldo Junior disse:

      O Zé Mortadela é da turma que acha que pobre deve virar presunto.
      Coxinha é uma fritura que faz mal. Até nisso se encaixa bem com essa turma que está fritando o governo eleito pelo voto de 54 milhões de eleitores, e fazem mal ao Brasil.

  7. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    Remédio para governo ruim não é golpe , não é IMPEACHMENT, é urna.
    A Idéia que voces passam é de que sofrem de mal súbito, ou seja UNNAFOBIA.
    2018 esta por chegar, e a urna agradece o respeito

    ABRAÇO

  8. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    Ate fevereiro teremos, nesse meio tempo, a oportunidade de acompanhar as cenas inusitadas dos flertes da oposição para com ele.
    Quem anda com porcos farelos comem
    Abraços

  9. Onda Vermelha disse:

    Kennedy não tenho “bola de cristal”, mas conforme comentei anteriormente no outro post, tinha certa expectativa que Barroso iria abrir divergência. O Ministro Barroso, apesar do pouco tempo de STF, nitidamente já exerce certa ascendência sobre os demais ministros quando questões com forte conteúdo constitucional entram em pauta. E hoje não foi diferente. Cabe lembrar que ele é um Constitucionalista por formação numa Corte Constitucional. Já o Ministro Fachin, embora brilhante, é um Civislista. Recém chegado ao Supremo. Além disso, não seria injusto dizer a essa altura que o Ministro Luiz Roberto Barroso é o melhor Constitucionalista brasileiro vivo. Pouca gente se dá conta, mas muitas de suas teses vencedoras, algumas já defendidas por ele mesmo da tribuna antes de sua chegada ao STF, influenciaram vários julgados polêmicos de relevância histórica para nossa sociedade: pesquisas com células tronco, aborto de fetos anencefálicos, união homoafetiva, só para ficar em alguns.

  10. Eduardo Oliveira disse:

    Parabéns pelos seus comentários sempre bem dosados, se apegando às verdades, sem se deixar levar por suas escolhas pessoais, muito diferente da grande maioria de “comentaristas” que temos no Brasil.
    Jornalismo e justiça são feitos com verdades, respeitando todas as variáveis, não são feitos com torcida.
    O STF é composto por 11 ministros justamente para representar essas variáveis, sempre em defesa da Constituição. O nome disso é justiça e democracia. Porém, muitos não conhecem a Constituição, ou só conhecem e interpretam como lhes convém. Não à toa, quem critica as decisões do Supremo de hoje, é também quem insisti em não aceitar o resultado das urnas em 2014.

  11. "ESTÁ TUDO CONTAMINADO"! disse:

    “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”.
    Rui Barbosa

  12. Pasquale disse:

    O COLLOR FOI FEITO DE UMA FORMA,E AGORA FOI FEITA DE OUTRA.
    O STF TERIA QUE EXPLICAR AO POVO PORQUE.
    MAS COMO FOI O FUNDADOR DO PT QUE PEDIU,EU FICO COM A CONSCIENCIA TRANQUILA.
    ____________________
    Recriar comissão é principal vitória do governo
    A única vitória do governo,foi quebrar a Petrobras e afundar o Pais na maior depressão.
    Desde a última guerra mundial.
    A ignorancia do povo,obstaculiza o progresso social do País.

  13. Aparecido disse:

    Depois do que assisti tenho convicção .Merecemos o Pais que temos.De tudo que vi e assisti tenho uma conclusão.A Justiça não e cega e ela não é absoluta.Ta cheio de “Interpretações Constitucionais” e é ai que mora o perigo.A Justiça é morosa pq isto lhe convém.Pra que os “V.Excia”precisam verbalizar tanto para dizer sim ou não.Tanto é que nenhuma votação tebe unanimidade.Então a justiça é “Interpretativa e por conseguinte a Constituição tb.Com o pode o Judiciario intervir na Camara dos Deputados, sendo que este foram eleitos pelo povo e os Ministros Indicados pela Presidente

    • Luiz Alberto disse:

      Da mesma forma que o Legislativo está interferindo no Executivo, processando o pedido de impedimento. O Judiciário busca a legalidade dos atos praticados pelos outros poderes. A prisão e processo em face de parlamentares não vale? Que se estabeleça a legalidade para afastar a tese de golpismo. As decisões nem sempre agradam a todos. Os “petistas” Toffoli e Fachin votaram alinhados com o “tucano” Gilmar, percebeu? É questão de entendimento quando é para o lado pelo qual não torcemos? Se as regras não são taxativas e sim interpretativas, a culpa é de quem as fez, os parlamentares constituintes. Os ministros são indicados pela Presidência sim, porém aprovados pelo Senado Federal, logo pelo Legislativo. É a democracia.

      • Aparecido disse:

        Com todo o respeito que o Sr me merece.Não estou aqui defendendo o Impeachment ou não.Na verdade que tem que receber a ação de Impechment é a Camara, assim como o Senado poderá não aceitá-lo,isto esta na Constituição.O que reitero é que se a Camara não receber nao há o Instituto do Impeachment.O fato do Cunha ser o que é não vem ao caso.Afinal,até bem pouco tempo ele fazia parte do “Governo”.Por isso esta e será processado.O que me causa “estranheza” são Interpretações do STF.Pois como vimos a justiça tem varias.Esta é minha questão.Qto a ser Golpe ou não,foi provado que não é.Não sou defensor de Partidos.Defendo o BRASIL.MINHA CAMISA NÃO É VERMELHA.Ela tem as Cores Verde,Amarelo.A minha Bandeira tem o Cruziero do Sul e não uma Estrela Solitaria Preta.

      • Maria de Fátima da Silva disse:

        A esolha dos ministros do STF sempre foi prerrogativa da Presidência da república, mas antes ninguém questiona se estavam sendo corretos ou não. Agora, basta que eles sigam a lei, a constituição, mesmo contrariando algumas pessoas e, pronto, passam a ser um problema. Sugiro que deem uma pesquisada em quem é o Ministro Barros e comparem-no com o gilmar mendes para perceberem a diferença de conduta e história.
        E mimguém, absolutamente ninguém, toca no fato de delatores terem citado, nominalmente, efeagacê, aetico, aloysio, e outros…elaia…

  14. mario machado disse:

    Esse arremedo de governo, que se instalou no Palácio do Planalto, não precisa de ambiente político altamente desfavorável à sua continuidade. Ele, por si, já se mostra desfavorável a todos os sentidos. Sem credibilidade, perdeu a legitimidade. Esse é o meu ponto de vista como cidadão de uma Nação que, por seu turno, perdeu importantes pontos ao julgamento das Agências de avaliação propícia ao Brasil para alvo de investimentos. E, pelo andar da carruagem, saindo do Judiciário, portas afora e atabalhoadamente, Dilma descanse sua cabeça vazia a um bom travesseiro e esqueça, de uma vez por todas, o fantasma do Impeachment. Tudo por cá cheira a pizza. Por que não ao processo contra a senhora Dilma Roussef seria diferente? A independência dos poderes não existe mais. O Brasil provou ser um república das bananas.

  15. Djalma Camacam Bomfim disse:

    Caro Kennedy,
    Assisti na íntegra as decisões do STF sobre o disciplinamento do processo de Impeachment, ali, foi possível separar o joio do trigo; ficou evidente a diferença entre um julgamento à luz da Constituição e um julgamento puramente político. Observei com muita distinção a visão conservadora de dois ministros, um citou um artigo “?escrito? e publicado?” pelo ex-ministro José Serra, para justificar nada. Por que nada? Porque duvido que algo que venha do pensamento de Serra possa se moldar à Doutrina jurídica, nem aqui nem em lugar nenhum. Desconfio também, que o Serra é bom, só e somente só, como ex-ministro da saúde do governo FHC. Ultimamente, tem se mostrado, inepto em abordar o sexo oposto, foi infeliz ao propalar indiretas à ministra da Agricultura e, para mim, não tem nenhuma vocação nem jeito para escrever algo que possa ser apreciável por qualquer ramo do direito.

  16. wilson disse:

    Como o Kennedy diz no texto o impeachment esta só começando ainda esta longe de acabar, o governo só ganhou mais uns dias, só que agora não tem mais a quem recorrer. O foco agora não é mais o Cunha e sim o Renan e ele esta apoiando o governo para não ser investigado, então futuramente ele fara a mesma coisa que o Cunha vez barganhar.
    E com a briga entre Temer e Renan, não sabemos o que vai dar.

  17. Marcelo Soares disse:

    A hipocrisia é tanta desses “coxinhas” que se apoiam num corrupto para tirar um governo legítimo, uma presidente honesta que colocou um ministro no STF sem pensar num aliado, que não interfere na PF, PGR para proteger seus aliados políticos, a corrupção está sendo passada a limpo. Pena que a mídia golpista não está a favor da limpeza, já que ela deve tanto ao governo que pretende tirar a Dilma para colocar alguém que pague ou perdoe suas dívidas. Apesar da vitória no STF, se Cunha permanecer não colocará a votação do “impitim” para 2016, pois acordos com o PSDB do “AECIM” o de FURNAS, Aeroporto, inimigo da educação e saúde… DEM e SOLIDARIEDADE, pretendem levar essa palhaçada até 2018, arrastando o Brasil para o buraco, tudo em busca do poder e da manutenção da corrupção.

  18. Alberto disse:

    Uma gangorra.Um dia surrador e no outro surrado.Opiniões as mais variadas possíveis.Controvérsias
    entre especialistas,analistas e assemelhados.Não deveria haver intervenção do STF no Legislativo, conforme declarado no voto do relator e reclamado em alto e bom som por dois ministros ao proferirem seus votos.Voto de ministro com crítica ao presidente da Câmara.Diferenças, entre o rito proposto e o que se deu no impedimento de Collor,até mesmo de opinião formada. Isso é o que se discute. Agora será emitido o Acórdão pelo STF.Ou será o Acordão(rsrsrs)? Parlamentar Justo Veríssimo(acho que é esse o nome) continua atual com o seu “QUE O POVO SE EXPLODA”.Como estamos na terra brasilis fica tudo para depois do Carnaval.É a REGRA DO JOGO.VITÓRIA NA GUERRA!!! (rsrsrs)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-27 04:21:09