aki

cadastre-se aqui
aki
Política
24-10-2013, 16h06

Reforma deve acalmar PT

3

Não é só com o PMDB que a presidente Dilma Rousseff anda tendo dor de cabeça. O PT se sente pouco prestigiado pelo seu próprio governo.

Há queixas de que os ministros petistas são, majoritariamente, nomes da cota pessoal da presidente. Haveria quatro ou cinco da cota partidária.

Seriam Gilberto Carvalho (Secretaria Geral), Maria do Rosário (Direitos Humanos), Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário), Alexandre Padilha (Saúde) e, vá lá, Miriam Belchior (Planejamento).

Apesar de ligados a Lula, Carvalho e Belchior têm alguma vida partidária. Rosário, Vargas e Padilha são quadros mais petistas do que dilmistas.

A intenção presidencial é usar a reforma ministerial prevista para dezembro com a finalidade de aumentar o que o PT considera ministros da sua cota partidária.

Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE

Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE

Comentários
3
  1. Álvaro de Pinho Barroso disse:

    Com a saída certa do Ministro Padilha para se candidatar a Governador de São Paulo
    como estão os Bastidores para a escolha do seu substituto. Dilma efetivará o nº 2 da pasta Helvécio Magalhães que na verdade é quem vem segurando nos bastidores o Programa Mais Médicos ou entregará o Ministério da Saúde a algum Partido como moeda de troca para as eleições 2014?

  2. Pedro Henrique disse:

    Aqui em Pernambuco se comenta que Mozart será candidato a dep. federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 07:32:03