aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
10-06-2020, 17h12

Reforma policial ganha força nos EUA após 2 semanas de protestos

Bolsonaro continua destruindo imagem internacional do Brasil
5

Kennedy Alencar
WASHINGTON

George Floyd foi enterrado em Houston (Texas) nesta terça ao lado da mãe por quem ele chamou enquanto era asfixiado pelo policial Derek Chauvin em 25 de maio. Ela já havia morrido, mas, nos últimos momentos, ele a buscou numa forma desesperada de socorro.

O funeral comoveu os Estados Unidos e teve repercussão global. Duas semanas de protestos pelo país fizeram crescer o movimento para diminuir o orçamento da polícia, realizar uma reforma policial nacional e criar regras para efetiva punição de abusos e crimes de agentes da lei.

Nesse contexto, integrantes do Partido Democrata no Congresso começaram a obter apoio pontual de republicanos para elaborar um conjunto de medidas para reforma policial. Além do eventual corte orçamentário, discute-se deslocar policiais para outras funções sociais. Há debate sobre banir a prática de sufocar um detido para dominá-lo.

Como disse o ex-presidente Barack Obama na semana passada, há um apoio maior ao movimento negro agora do que no passado. “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam) virou também uma palavra de ordem de manifestantes brancos.

Houve nos protestos quem dissesse “All Lives Matter (Todas as Vidas Importam)”, mas esse grito perdeu força. Uma vida branca não sofre a ameaça policial como uma vida negra nem é vítima do racismo estrutural dos EUA, semelhante ao brasileiro.

Uma pesquisa da rede de TV CNN feita na semana passada e divulgada na segunda mostra que 84% dos entrevistados aprovam protestos pacíficos, 66% apontam racismo como um grande problema dos EUA e 67% avaliam que sistema judicial favorece os brancos.

O presidente Donald Trump postou um tuíte absurdo ontem, acusando um homem de 75 anos agredido por policiais em Buffalo, no Estado de Nova York, de ser provocador antifa e de ter exagerado na queda. A mentira de Trump pegou mal no Partido Republicano. O vídeo exibiu a brutalidade da agressão. A manifestação do presidente despertou críticas duras de democratas.

Trump está errando a mão. A reação aos protestos, posando de linha dura e desqualificando manifestantes, foi um tiro que saiu pela culatra. Ele perdeu apoio nas pesquisas.

A pesquisa da CNN mostrou que a taxa de desaprovação subiu para 57%. A taxa de aprovação está apenas em 38%. Dos entrevistados, 65% avaliam que resposta de Trump causou mais mal do que ajudou.

Do ponto de vista eleitoral, Trump também caiu na disputa contra o democrata Joe Biden nacionalmente e nos Estados mais importantes para vencer no Colégio Eleitoral. O presidente também foi duramente criticado por generais da reserva por usar militares para reprimir protestos em Washington

*

Vergonha internacional 

Continua repercutindo mal internacionalmente a decisão do presidente Jair Bolsonaro de esconder e manipular dados sobre mortes e casos de covid-19 no Brasil. A reabertura da economia nos Estados no Brasil num momento em que casos crescem nos países em desenvolvimento também provocou preocupação internacional.

Enquanto isso, Nestor Foster, virtual embaixador do Brasil em Washington, fez a diplomacia brasileira passar vergonha de novo. Enviou carta raivosa a deputados americanos contrários a um acordo comercial com o Brasil. O atual desgoverno virou piada internacional. Se o jornalismo brasileiro tivesse cumprido o seu papel em 2018, Bolsonaro não seria presidente da República.

Ouça o comentário na terça à noite no “CBN Noite Total”:

Ouça o comentário na quarta de manhã no “Jornal da CBN – 1ª Edição”:

Comentários
5
  1. Braga-BH disse:

    E ainda tem gente por aqui que defende este pulha!

  2. Walter Nobre disse:

    Kennedy, esta aí um assunto indigesto, não é fácil a vida de um bombeiro diante d um incêndio, assim como a posição de um policial diante de um criminoso. A luta é imensa, já que não se pode fragilizar a policia, ninguém quer um aumento de crimes, afinal a violência é enorme no mundo.Esta bandeira dos democratas é muito bonita, mas o sindicatos que cuida das carreiras destes membros da sociedade, vão endurecer, se estas reformas fragilizarem a segurança da classe. O Governo seguiu um conceito de informação, se esta condição não foi aceita, não confirma manipulação desonesta por parte deste governo. esta atitude na informação, deveria ser proposta no inicio, e não agora. A eleição do bolsonaro não se deu por falta de imprensa, foi por falta dos governos anteriores, depois a facada misteriosa, consagrou sua eleição.

  3. As Reformas militares chegarão aqui também. Graças ao desserviço que fazem Bolsonaro e militares de todas as forças disse:

    Observando parte da notícia. Pode acontecer também no Brasil uma reformulação das polícias que trará pelo rabo as FFAAs, PMs, PCs e PF. Lá a necessidade será por causa das ações deles pelo racismo. Aqui, não faltam motivos. A polícia, não em sua maioria (graças a Deus), tem muito muito a ser lapidada. PCs baixo nível de renovação, tecnologia para atividades ultrapassadas (e muito), eficácia nas investigações de crimes – a desejar. PMs… bem façam a avaliação das falhas em SP, RJ, MG, DF, BA – estados com alto nível de violência e ineficiência de tratativas. PF infelizmente, com a Lava Jato e agora Bolsonaro virou uma piada. As FFAAs podem gritar, fazer piruetas em terra, no ar e no mar. Mas não tem como dizer que são úteis ao Brasil, a soberania, fazendo um acordo de boca, com bolsonaro pai, filho e o cão, com os EUA por nada registrado em quase dois anos de útil pelo uso de Alcântara. Não existem motivos para pagarmos caro as FFAAs que tem muito cacique e pouca expressão mundial.

  4. Rei Bolsonaro e seus valentes soldados em guerra com a serventia útil a pátria amada Brasil. disse:

    Se o Brasil de Bolsoanro fosse um império e ele o Rei. Os papéis de Mourão e as FFAAs e auxiliares, sob o comando bolsonarista, seriam os bobos da corte. Mourão é feito um príncipe que tem sua imagem ligada a um sapo de boca aberta esperando o beijo da princesa velha e doente chamada Ditadura. Quer ser ele também um rei. Quem sabe com a saída de Bolsonaro. Ou correndo junto até o quase Ditador largar o osso. As FFAAs e auxiliares nunca mais no Brasil serão vistas com seriedade. Graças ao Rei e ao Príncipe que defende o reinado esperando a morte para aproveitar o legado. Caíram descrença e beiram ser taxados pela inutilidade. Não importa agora desfiles, ações para inglês ver. Em terra, no ar e no mar. E principalmente em Alcântara, não se enxerga condição para o povo louvar a segurança de suas famílias aqueles que já falharam com a pátria mãe gentil. Mil vezes o que tínhamos antes. Ao lixo de ações conjuntas civis e militares de agora. Temos um reinado de loucas. É o fim.

  5. Bendito seja o TSE! Sobre todas que já deviam ter sido aplicadas pela lei e não foram. disse:

    Para os que tanto travam um cordão de força entre o que seria um socialismo e capitalismo no Brasil. Entendam. O comunismo é utopia objetivando eficácia econômica. Se não fosse, não seria mais que um império ou reinado. Ambos forma de governo fracassados. E esses dois sistemas produzem súditos e escravos. Cuba para quem quiser ler, ouvir e cantar. Permanece conceitualmente socialista (não comunista – há quem faça o capitalismo dentro de Cuba. Ou não existe lá dólar americano circulando?). Coréia do Norte é um império coitadinho mas é. O que tiver de resto. Enquadra em uma ditadura meia boca. Por mais incrível que pareça. Trump e Bolsonaro dão aos seus países questionamentos. Muitos, Trump flertou as FFAAs e opinião pública contra o próprio povo. Erro conceitual para quem quer reeleição. Esperamos que perca. Bolsonaro merece um impeachment faz tempo. Mas, o caminho mais curto é suspensão da chapa. 78% do povo deseja isso. O TSE pode fazer ao erro do voto justiça. É será nossa salvação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-22 12:50:31