aki

cadastre-se aqui
aki
Política
09-02-2015, 9h53

Se insistir no erro, Dilma pavimentará saída do PT do poder

Alckmin gerencia crise melhor do que Dilma; Lava Jato desgasta mais petistas
18

Postado por: Daniela Martins

Se insistir nos erros políticos e econômicos, a presidente Dilma Rousseff deverá ter um segundo mandato pior do que o primeiro. Também pavimentará a eventual saída do PT do poder na eleição presidente de 2018.

Apontada pelo Datafolha no final de semana, a queda da popularidade da presidente Dilma Rousseff já era esperada. Motivos: medidas como o ajuste fiscal e o reajuste de tarifas controladas pelo poder público. Com a Operação Lava Jato, pesou também uma agenda negativa que foge ao controle do governo.

No entanto, erros da presidente acentuaram a queda. O governo conseguiu piorar o que já seria ruim. Dilma demorou a anunciar medidas do ajuste fiscal. Na sequência do anúncio, a equipe se retraiu, e Dilma não explicou aos eleitores por que tais medidas, que contrariavam o discurso de campanha, seriam necessárias.

Após a posse, só fez novo discurso na reunião ministerial, quase um mês depois. É muito tempo de silêncio. Um presidente tem de liderar, explicar as razões de medidas duras. Isso passa por uma relação frequente e transparente com a imprensa e por discursos mais frequentes. O ex-presidente Lula, nas crise de 2008/2009 e do mensalão, fazia praticamente um discurso por dia e dava mais entrevistas do que Dilma.

De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada no fim de semana, a popularidade da presidente despencou de dezembro para cá. O índice de ótimo/bom caiu de 42% para 23%. A taxa de ruim/péssimo subiu de 24% para 44%. E aumentou o pessimismo em relação à economia.

A presidente escuta pouco, decide sozinha e não quer enfrentar a realidade. Errou ao tentar isolar o PMDB e perdeu a eleição para a presidência da Câmara. Errou ao indicar para a Petrobras alguém que, na largada, trouxe expectativas negativas e não positivas para o futuro da empresa.

A ideia de isolar o PMDB é de uma ingenuidade que um presidente da República não pode ter. Na Petrobras, perdeu uma oportunidade de começar a recuperar a empresa. Agora, fragilizada, tem de aprovar medidas impopulares no Congresso. Um presidente fraco fica mais sujeito a chantagens. Talvez tenha de fazer mais concessões para aprovar as medidas do ajuste.

Dilma precisa resolver um problema de cada vez. Fechar um acordo definitivo com o PMDB. Fazer o debate político em defesa das medidas que considera necessárias. Em algum momento, corrigir o erro que cometeu na demissão de Graça Foster da Petrobras. Precisa ampliar sua interlocução política e empresarial. Ouvir mais, como prometeu que faria depois da eleição e não cumpriu.

*

O Datafolha também mostrou desgaste para o governador de São Paulo, o tucano Geraldo Alckmin, e para o prefeito da capital do Estado, o petista Fernando Haddad.

A pesquisa mostra que, na região metropolitana de São Paulo, 60% apoiam um rodízio no abastecimento de água. A população aceita a realidade melhor do que os governantes.

Alckmin fez como Dilma, deixou as medidas impopulares para depois da campanha. Portanto, ainda deverá perder cacife com o eventual agravamento da situação. É preciso aguardar o impacto se acontecer o rodízio que ele tanto negou na campanha.

Mas o governador se comunica de modo infinitamente melhor do que a presidente. Fala quase todo dia. Escuta seus estrategistas de comunicação. O tucano apresenta seus argumentos quase todo dia. Busca transmitir uma imagem de segurança ao seu eleitorado. Conversa com quem votou nele. Alckmin gerencia a sua crise melhor do que Dilma.

Haddad paga um preço geral que atinge os governantes em momento de crise, mas também um preço em particular, mais caro, devido às acusações de corrupção contra o PT. Isso é também um agravante para a presidente. A Lava Jato acentua o desgaste dos petistas.

O prefeito esboçava uma recuperação de popularidade que foi interrompida. E enfrenta uma situação delicada. Se a senadora Marta Suplicy deixar mesmo o PT e se candidatar pelo PSB à prefeitura de São Paulo no ano que vem, a reeleição dele vai se complicar, porque ela poderia obter apoio de parte do eleitorado do PT.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
18
  1. lcvc disse:

    Haddad é um grande quadro da política. Paga o preço por ter surgido de modo mais destacado justo no momento de declínio de seu partido. Mas é um político que ainda tem muito futuro pela frente.

  2. O ciclo do PT se encerra com este mandato de Dilma;mandato este que pode encerrar antes do prazo.

    • Daniel disse:

      O ciclo do PT se acaba quando o Sr. Lula não estiver mais presente. Ele ganhou a eleição em 2010 e agora. Não foi a Dilma.
      Em 2018, ele vai se candidatar e o povo vai eleger ele, pois quem errou agora foi a Dilma e não ele.
      Na hora de acertar ele ajudou, nos erros só ela errou.
      Quando não existir mais essa figura, o PT acaba.

  3. JOSÉ DE RIBAMAR disse:

    O PAÍS VIVE NUM MOMENTO DE CRISE. AS FAMÍLIAS ESTÃO ASSUSTADAS COM A FORTE ELEVAÇÃO DA CARGA TRIBUTÁRIA, DOS PREÇOS DO GOVERNO, DO DESEMPREGO E DA PARALISAÇÃO DA ECONOMIA. A PRESIDENTE É INCAPAZ DE SINALIZAR E COMANDAR, PODERIA DAR UM SINAL DE QUE É SOLIDÁRIA AOS ESFORÇOS DE TODOS E PELO MENOS CANCELAR O CARTÃO CORPORATIVO QUE USA. O PAÍS PRECISA DE BONS EXEMPLOS E DO GOVERNO NÃO VEMOS NADA!

  4. walter.nobre disse:

    JÁ PAVIMENTOU A SAÍDA DO PT DO PODER…A DILMA, DIFERENTE DO ZÉ DIRCEU E LULA, É “TINHOSA” EM SUAS DECISÕES, NÃO HOUVE NINGUÉM, A PRESIDÊNCIA É CASA DA MÃE JOANA, NADA SE FAZ, SEM O AVAL DA “TIRANA”; TODOS DANÇAM CONFORME A MUSICA.
    ELA GANHOU ESTAS ELEIÇÕES, POR TER UM MARQUETEIRO MAQUIAVÉLICO; UNINDO A “COMPETÊNCIA” DE MENTIR COM A DILMA.
    NADA DE NOVO, ELES SÓ NÃO CONTAVAM, COM AS CRISES NOVAS DE ÁGUA E LUZ; ESTA AI UM SETOR, O DE ENERGIA, ONDE NÃO PODIAM FALHAR; FICARAM MUITO TEMPO NO CONTROLE; OU SEJA, TIRANDO O BOLSA FAMÍLIA, QUAL A OUTRA MARCA; TODOS NÓS SABEMOS; INFLAÇÃO VOLTOU, NADA TEM SIDO FEITO DE VERDADE; ELES ESTÃO PERDIDOS E OS CACIQUES, SÃO MAIORES QUE OS ÍNDIOS, NO PT…FIZERAM TRINTA E CINCO ANOS DE VIDA, E VÃO MORRER JOVENS, NADA TEMA PARA ACRESCENTAR; SERÃO ETERNAS PEDRAS.

    • A Presidente Dilma esta pavimentando a saída dela,criando uma situação de ingovernabilidade prejudicial ao Brasil.A indicação do presidente da Petrobras e a manutenção do sr. Guido Mantega como presidente do conselho de administração da Petrobras confirma que a incompetência da sra. presidente não tem mais cura…como posso demitir a presidente executiva e manter o presidente do conselho se e ele que tem a maior responsabilidade da empresa…presidente de conselho não e cargo apenas para receber salario…e cargo para ser responsável…!!!

  5. Pedro Brasileiro disse:

    “Os petistas estão convictos das suas próprias mentiras!”

  6. FCZ disse:

    O PERFIL É DITATORIAL.. NÃO HÁ ESPAÇO EM NOSSO PAÍS, DEMOCRÁTICO ÀS SUAS PRÓPRIAS LUTAS, CEDER A UM BANDO QUE SÓ VISAM O INTERESSE PRÓPRIO E DE SEUS ASPONES. PREJUÍZO ECONÔMICO ABISSAL. PREJUÍZO MORAL PERANTE O MUNDO, QUE TERÁ CONSEQUÊNCIAS NEFASTAS. NÃO PODEM PERMANECER NO PODER. AS AUTORIDADES TEM A OBRIGAÇÃO DE AGIR. QUE AJAM LOGO..ANTES DO PIOR.

  7. Jonas disse:

    A saída do PT do Poder se dá da maneira mais melancólica possível. Chafurdado num mar de corrupção, incompetência generalizada, roubalheira de estatais, safadezas de todas as naturezas visando sua permanência no poder bem como o enriquecimento de seus membros e seus pares políticos e empresariais. Dilma só agrava essa situação com sua atuação pífia como administradora e como política. Arrogante, despreparada, grosseira e inábil, cercada de idiotas ideólogos por todos os lados, sonhando com uma “pátria grande bolivariana”, incapaz de tomar qualquer decisão que faça o País mudar de rumo. Um desastre para o povo brasileiro que a reelegeu. A saída do PT do Poder já está mais que pavimentada. E, Kennedy, pode se preparar pois no momento em que isso se materializar o Sr. Lula vai tentar se livrar de qualquer ligação com o partido que criou e surgir como o “grande salvador do Brasil” e patrono da luta incansável contra a corrupção institucionalizada pelo PT. Quem conhece o molusco sabe do que ele é capaz

  8. Pasquale disse:

    Lula um engano,milionário e nunca trabalhou.
    Habilidade em enganar o povo trabalhador.
    Habilidade em tirar o Collor, por causa de um carro Elba???
    E hoje bilhões voando na Petro,e o cidadão quieto,omisso,passivo…porque será?
    Milhares de brasileiros aposentados ou na ativa da Empresa não se manifestam,porque será?
    Concordam com o que houve? Um aviso, dependendo da proporção que atingiram a PETROS.
    Quem vai pagar por isso serão os beneficiários da PETROS.
    Quem diria que um dia poderia acontecer.
    O futuro dirá.

    • M. Esther Torinho disse:

      Tem gente que só sabe repetir frases feitas. Ontem eu vi a lista de ricaços da Forbes e não vi o nome do Lula. Poderia me dizer de onde tirou essa notícia? O o Lulinha também é dono da Friboi, de uma mega fazenda, de um avião supersônico?

      • Pasquale disse:

        VC queria encontrar o nome dele na Forbes??????
        Frase feita eu não repito,porque eu raciocino sobre o que acontece e tiro minhas próprias concusões.
        Agora quem repete frases feitas é o PT.
        EU NUM SABIA DI NADA, essa é a mais repetida.

  9. Rafael Dantas disse:

    só tem um detalhe Kennedy, Alckmin se comunica melhor e tem blindagem da mídia hegemônica.

  10. M. Esther Torinho disse:

    A oposição, em vez de tentar dar o golpe, devia apontar sugestões. Oposição é pra isso. Mais uma coisa: há uma incoerência nesse texto: primeiro, ele diz que o motivo da queda da popularidade seria medidas como o ajuste fiscal. Em seguida, ele diz que ela demorou a anunciar medidas do ajuste fiscal. Ora, a primeira parte induz a pensar que o ajuste fiscal não deveria ser feito, enquanto a segunda induz a pensar que deveria ter sido feito antes. Olha, passei a vida analisando textos e apontando incoerências. Esse trecho, ao menos, não me convence.
    E tudo bem que precisa haver comunicação eficiente, porém Alckmin não se reelegeu por causa da comunicação, mas sim porque o povo não sabe nem de quem é a responsabilidade por cada coisa no país. E também não adianta nada comunicar-se bem e fazer o desgoverno que ele faz. Deixar o maior estado do país na situação que está? Se for assim, o povo de SP passa a “beber” as palavras do Governador e está resolvido o problema da água.

    • Vicente disse:

      Não, cara-pálida. Papel da oposição não é “sugerir” nada. Quem sugere são os aliados. À oposição cabe a cobrança e o desgaste do governo. Por enquanto, está fazendo como manda o script.

  11. fabio disse:

    Com a mídia a favor, até eu administro melhor uma crise…

  12. Edson disse:

    Em 2018 Lula volta e em 2022 ele é reeleito. Ah! Em 2026 Lula elege seu “poste” preferido… kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-01 04:34:39