aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-04-2015, 9h14

Sem prova, pedir impeachment em protesto é golpismo

35

Postado por: Daniela Martins

Os protestos contra o governo se transformaram basicamente num samba de uma nota só. A reivindicação é o impeachment da presidente da República.

Entretanto, hoje, esse é um desejo impossível de ser atendido. A presidente não pretende renunciar, como pediram alguns líderes das manifestações. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que é quem pode abrir investigação contra Dilma, diz que não há evidências nem provas em relação à presidente. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirma que impeachment beira ao golpismo. Portanto, estão fechados os caminhos jurídico e político do impeachment. A rigor, pedir impedimento sem prova é golpista.

Pesquisa Datafolha feita ontem na avenida Paulista, onde compareceram 100 mil pessoas, segundo o instituto, revela que 77% são a favor do impeachment da presidente. O manifestante diz que foi protestar contra a corrupção, mas as palavras de ordem são “Fora, Dilma”e  “Fora, PT”. São menos frequentes ou inexistentes as menções aos casos de corrupção de outros partidos.

A oposição flertou com os manifestantes, mas não foi ao baile para tirá-los para dançar. Basta ler ou ouvir as entrevistas dos líderes dos manifestantes para ver que se trata de um movimento de direita que assusta até um partido que tem caminhado para a centro-direita, como o PSDB.

Em junho e julho de 2013, havia uma agenda mais ampla nos protestos. A pauta era tarifa pública do transporte coletivo, resistência à Copa das Confederações e à Copa do Mundo, combate à corrupção, melhorias na saúde e na educação, entre outros motivos.

O governo deu algumas respostas: aumentou os recursos para o transporte público, lançou o “Mais Médicos” e fez um discurso de defesa das Copas. O Congresso não aprovou um projeto que limitava o poder de investigação do Ministério Público e acabou com o voto secreto para cassar mandatos.

Hoje, os manifestantes têm uma agenda estreita, que se resume a tirar Dilma e o PT do poder. Numa democracia, isso só acontece com renúncia da presidente, impeachment com prova ou nas urnas, a cada quatro anos. Fora disso, é golpe. E boa parte de quem expressou sua insatisfação em 15 de março não pretende trilhar esse caminho.

*

A avaliação que melhor traduz o que aconteceu ontem foi feita pelo vice-presidente da República, Michel Temer. Ele disse que o menor número de pessoas nas ruas “abre espaço para o governo trabalhar”. No entanto, isso não significa que o governo deva desconsiderar a importância dos protestos de ontem.

Para Temer, o governo deve prestar atenção ao alerta, dialogar e ouvir mais. É uma avaliação realista. Em 15 de março, levando em conta os cálculos da Polícia Militar, que são menos confiáveis do que os do Datafolha, os protestos reuniram 1,7 milhão em 24 capitais e no Distrito Federal. Ontem, nos mesmos locais, teriam sido 543 mil manifestantes.

Um protesto mais fraco ajuda politicamente o governo. Se houvesse ontem o mesmo número de 15 de março ou mais gente, estaríamos falando hoje do agravamento da crise. Com protestos mais fracos, abre-se um espaço de alívio político para o governo.

Isso deve ter reflexos na negociação com o Congresso, criando um clima mais favorável à aprovação do ajuste fiscal. Já é alguma coisa para um governo enfraquecido.

É prudente que a presidente Dilma Rousseff evite cometer mais erros, porque, na economia, ainda está por vir uma série de notícias ruins. Até o ajuste produzir um efeito positivo, que leve o país a crescer novamente, haverá uma travessia do deserto com aumento de desemprego e queda da renda.

Portanto, o clima de insatisfação com o governo deverá continuar alto pelos próximos meses por causa da economia.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
35
  1. Roberto Cesar disse:

    Muito bom seu artigo Kennedy. Os protestos deveriam ser por reformas políticas, isso sim, algo que realmente causariam mudanças positivas. O protesto por impeachment é coisa de golpista, chororô dos derrotados nas urnas, chega a ser vergonhoso.

    • walter disse:

      Caro Roberto Cesar…a HJ é a “rainha do inglaterra”, quem manda é o Temer; costuraram um parlamento as avesas, são reféns do pmdb.
      Pedir impedimento, torna-se desnecessário, as próximas medidas vindas do governo, só passarão no congresso, se o pmdb deixar…
      o lula por usa vez, fez uma “aliançazinha” com o temer…assumiu os recursos de publicidade, esta é a moeda de barganha do lula.
      O País precisa seguir em frente, o Levy pode abandonar o barco, se suas reivindicações não forem atendidas; as coisas caminham de forma desesperadora para o caos; teremos muitos desdobramentos, até o fim deste governo; se chegar até lá. as delações estão cada vez mais na moda, Pedro Correia se falar, entrega e compromete o Palácio; quem viver verá…

    • Rogerio Lopes disse:

      Prezado Petista,
      Golposmo foi o que esse partido fez com o pessoal do bolsa familia, dizendo q nao faria isso nem aquilo e fez o pior; nas manifestações, nao vejo bandeira tipicas de partidos, só os Brasileiros, do contrario dos “trabalhadores” da CUT – MST e força “enfraquecidas” e aliadas do seu partido.

    • JorgeSP disse:

      ao invés de insistirem com o golpe podiam apresentar propostas consistentes para se combater a corrupção e aumentar a transparência e eficiência da máquina pública. Mas que nada. É somente ódio dos ricos contra os pobres. Nada mais do que isso.

  2. Omissão também dá causa (a impeachment)

  3. LYRA disse:

    Acho que existe provas suficientes para o impedimento da incompetente Dilma e de muitos outros marginais da politica nacional mas, aqui vamos tratar do caso especifico da mentirosa, todos nos assistimos aos debates e aos pronunciamentos de todos os candidatos nas últimas eleições e, todos mentiram como sempre mas, a Dilma além de cansar de mentir ainda fez promessas aos seus eleitores que jamais iria mudar as regras dos benefícios ligados aos pobres e sofridos trabalhadores brasileiros, principalmente aqueles menos providos de salários e dos próprios benefícios e, tudo que aconteceu foi totalmente o contrário, ou seja, mentiu e escondeu diversas maldades já anteriormente criadas, antes das eleições, soltando-as quando eleita logo, tudo isso já bastava para o seu impedimento e um processo jurídico. Lembro ainda, que a economia na época das ditas eleições, já andava literalmente capenga mas, a incompetente sempre afirmava que tudo estava sobre controle sem a necessidade de ajustes maquiavélicos como esses que estão sendo implantados por esse bando de ASPONES, que nada entendem de economia.

  4. Sinceramente, não fui a nenhum protesto Kennedy e sabe por quê? Porque na época do fora Collor eu tinha 12 anos (você pode até dizer: ‘o que uma menina de 12 anos entende do fora Collor?’), na época não muita coisa, mas hoje já estou um pouco amadurecida para entender que aquela geração é a geração envelhecida de hoje que nada aprendeu com a corrupção daquela época. Acho até que piorou. Veja bem, vivo na terra do Renan Calheiros.
    Há duas semanas vi o pessoal chamando o povo para o protesto. Como Maceió é uma capital pequena, conheço a maioria das pessoas de vista por fisionomia. No dia que eles estavam na rua chamando o povo para o protesto de ontem tinham vários jovens na rua também segurando bandeira, buzinando… Só que no meio deles havia um deles que vi na rua da minha casa disputando corrida, fazendo racha. Aí te pergunto: que moral uma pessoa dessa tem para ir às ruas pedir o fim da corrupção, saída da presidente? NENHUMA na minha modesta opinião. Eu mesma não tenho moral alguma.
    Mais uma vez parabenizo-o pelos comentários perfeitos que você faz. Gosto demais do jeito como você escreve.

    • Joaquim disse:

      Amanda, gostaria de te dizer que nunca vi uma cidade com a orla mais bonita, do que a de Maceio, até que você abre a janela do caro ou do ônibus ou vai fazer uma caminha pelo calçadão e o aroma de esgoto invade o seu nariz. Acredito que no seu estado vocês devam ter muitos outros problemas mais urgentes, inclusive verdadeiros feudos eleitorais como as cidades em volta da praia de Gunga, fiquei verdadeiramente impressionado, não achei que isto ainda existia no Brasil.
      Porém você não deveria menosprezar as lutas dos outros, como participante das diretas já e fora Collor, quero te dizer que estes movimentos modificaram o pais e sempre para melhor. Porém não dá para que as coisas aconteçam como um passe de magica, se fosse assim não haveria esgoto a céu aberto em Maceio. Lula foi eleito com discurso de ética, de mudança, fomos traídos e esta na hora de sementar a mudança. Talvez esteja na hora de vocês de Maceio fazerem passeatas pelo saneamento básico de sua cidade, quem sabe os coronéis dai se movem.

  5. CesarS disse:

    À exceção das nomeações de Renato Janine e Michel Temer, a presidente só fez lambanças até aqui.
    Achar que ela não vai mais cometer erros é otimismo demais, não apenas pela famosa teimosia, mas pela falta de bom senso.

  6. glaucio adam disse:

    Não há provas, porquê não há investigações sobre a presidente, o judiciário não está permitindo. É óbvio que ela foi no mínimo omissa, o que é crime também Sr. Kennedy.

    • Carlos disse:

      Não existe investigação porque não tem causa provável pra investigar , a não ser que você tenha uma testemunha confiável ou um documento que mostra algum indicio, ou algum grampo, é só especulação e achismo. você não pode investigar alguém porque está afim, nós vivemos num estado de direito , porque se não se levanta muita informação que pode ser largada fora de contexto e influenciar a opnião publica contra o judiciário. um delator que já omitiu informações a justiça, e muda a deleção no meio da historia , não é considerado alguém com credibilidade. Já no caso da lista de furnas do Aecio Neves existe documento atras de documento provando que o desvio de fato existiu e nada foi investigado. o argumento do mensalão é que já que os partidos da base aliada votaram junto com o governo é prova que teve compra de votos. na minha opnião é prova de que eles eram da base aliada, nada mais que isso. em qualquer pais civilizado isso não seria nen uma discussão, pela falta absurda de provas , qualquer insisntencia alem disso , é conspiração ou golpe

    • Caro Glaucio, é possível não estou garantindo ter havido uma blindagem da presidente,pois uma investigação nela, implicaria numa investigação do Aécio, do FHC, do Alckhim e outros do PSDB, ou vc acha que esses personagens são paladinos da moral?

      • Joaquim disse:

        Raimundo, que pena, não colocarmos todos em único balaio e ainda acrescentar o Lula e trancafiar no presidio de Pedrinhas no Maranhão. Acho que é o sonho de consumo de todo brasileiro.

  7. roberto disse:

    Sem provas? Ta de brincadeira, o povo ta cansado de saber que parte do dinheiro de campanha dela vem de propina de empresas fora a robalheira no BNDES,urnas eletronicas,etc.

  8. Roberto Tadeu Braido Devito disse:

    Acho dificil imaginar a sr.Dilma, tendo participado da diretoria da petrobras durante o periodo em que os desvios ocorreram, nao teve conhecimento dos fatos. Falamos em somas muito altas. O presidente de uma instituicao como a petrobras que nao consegue “enchergar” estes devios poderia ser considerado , no minimo, incompetente.

  9. antonio disse:

    Mas essa galera que ta no poder hj pedia o impcheament de FHC agora é golpismo fala serio seus fanaticos

  10. João disse:

    1 – A presidente já renunciou, em larga medida, ao entregar a economia para Joaquim Levy e a política para Michel Temer; 2 – As provas surgem quando se investiga.

  11. RITA HELENA ALGABA DE LIMA disse:

    Concordo plenamente, porém o que mais me assusta é as pessoas destas manifestações, não saberem porque estão lá, vi uma reportagem em que perguntava o que achava da terceirização, falavam que a Dilma invetou a terceirização, mais sua maioria nem sabia o que era, sobre corrupção não saberem de onde veio como começou e porque existe, O governo enfraquecido e o congresso fazendo votação na calada da noite e ninguém cita ou até mesmo sabe sobre o assunto, a maioria nem sabe que é o vice presidente.

  12. Sergio Rossi disse:

    De onde a Dilma imaginava a montanha de dinheiro para a sua famigerada campanha.
    O maior cego é aquele que não quer ver. Impeachment os políticos não querem, estão bem ou mal,mas acomodados. E o STF que já soltou os mensaleiros, nem pensar.

  13. Cid A Rossi disse:

    O sr Kennedy tá de brincadeira, só pelo fato da refinaria de Pasadina já era pra essa tranca estar na cadeia, quando mais governando um pais !!!

  14. Penso que se a presidente tiver confronto com os presidentes da camara e do senado, e a população mantiver os protestos o congresso , que morre de medo do povo nas ruas, pode causar uma grande surpresa, já que me Brasilia “pagando bem que mal que tem” , e o PMDB assumiria oficialmente a presidência da republica. Aqui pode acontecer de tudo.

  15. Rafael Tello disse:

    Ouvi todas as análises na CBN ontem e hoje e acho que há um exagero ao dizer que o movimento nas ruas é exclusivamente de direita. Na próxima oportunidade, vá ao protesto e veja quem compõe o grupo. Sua análise está viesada e baseada em opiniões de grupos da mídia, que querem desqualificar um movimento popular que representa a opinião de mais de 60% dos brasileiros.

  16. José Wilson Seontasa disse:

    O povo perde uma oportunidade de ouro de somar forças no que é possível ser mudado. Se a metade quer impeachment e a outra metade não quer, porque não procurar pontos comuns nos dois lados e fortalecer reivindicações fáticas?
    Podemos criar medidas de proteção às instituições exigindo que fichas sujas sejam banidos eternamente da política e da administração pública e estabelecendo prazos para julgamentos.
    Podemos fazer uma Reforma Política que reduza poderes do presidente e número de partidos e de ministérios.
    Podemos criar e fazer cumprir um cadastro de pessoas e empresas impedidas, eternamente, de negociarem com o poder público.
    Mas, enquanto o nosso foco for o ódio e a “destruição” do outro, não seremos capazes de unir forças. E isto só favorece aos políticos, que se aproveitam da nossa incapacidade de pressioná-los porque estamos divididos.
    Temos que lembrar que depois que o PT deixar de governar – e isto vai acontecer um dia – o País continuará necessitando das reformas que podemos fazer agora.
    E, por último, como o Governo não possui outro caminho a não ser permitir investigações profundas, esta é a hora de ferirmos de morte o câncer da corrupção em todas as esferas.
    Eu procuro fazer a minha parte não furando filas, respeitando vagas de idosos e deficientes, não brigando e não xingando ninguém, respeitando as pessoas e as regras do jogo, etc. Sou “quase um santo” (rsrs) e não vou sair por aí segurando cartazes ridículos ou batendo minhas panelas cheias.

    • César disse:

      Sr. José W Seontasa. O senhor tem razão em muitos pontos de suas observações, concordamos em muitos pontos. Realmente muitos brasileiros ainda usam da Lei de Gerson no dia à dia, no cotidiano. Criamos leis que não conseguimos fiscalizar. E a impunidade é a grande multiplicadora dos crimes. Ninguém começa no mundo do crime roubando um banco. Começa-se burlando pequenas regras e em crimes menores, que ficam impunes. É a impunidade que devemos combater sem trégua. Só discordo de que os cartazes sejam ridículos e das panelas cheias. As pessoas protestam com razão e tem muita gente honesta e correta nos protestos (quase santos) assim como o senhor. E não é só o pobre e famigerado que tem o direito de protestar. Pessoas que tem uma boa condição financeira conquistada através de estudo e trabalho,estão assim por seus méritos, pagam os seus impostos, votam, elegem, cumprem as suas obrigações como cidadãos. Porque deveriam ter menos direitos? Porque devemos odiar aqueles que tem melhor condição financeira por ter trabalhado honestamente? Não é com as panelas que devemos nos preocupar. É com as cabeças! Que assim como as panelas, podem estar cheias ou vazias.

  17. Fernando M.A. disse:

    Não diria que seria golpismo, estes gritos seriam mais uma profunda decepção e sensação de não saber o que fazer, mas querendo fazer.
    Boa parte, até mesmo mais da metade, é só dar novas opções e um governo que governe para todo o povo, fazendo assim desistirem de pedir o impeachment.

    Agora este fenômeno do surgimento desta direita segue o mesmo roteiro da eleição do PT para presidente pela primeira vez, vem de uma desilusão do modelo anterior e a procura de algo diferente, em 2002 acharam que o diferente seria o PT, agora o povo está igualmente decepcionado e esta achando as novas direitas.
    A questão nisso é qual direita vai sobressair, tem a direita conservadora e totalitária (bancada da bala), a direita conservadora porém mais democrática (movimento das igrejas) e a direita liberal (este sem um forte representante).
    Uma delas, só não sei qual, dou como certeza que crescerá e terá o poder, mas claro, até o povo decepcionar com ela e a derruba-la da mesma forma que estão fazendo com o sistema atual.

  18. Francisco A C Araujo disse:

    Quem deu o golpe foi a Dilma e o João Santana. Esconderam dados de todo tipo, até o desmatamento da Amazonia foi maquiado. Teve ate um diretor que se demitiu por que não concordar com a não divulgação do PNAD. Sem falar também das coisas que ela disse que não faria e fez, acabou sobrando até prá pobre da vaca que tosse até hoje.

  19. Jose Maria disse:

    O governo de Dilma Rousseff caiu em desgraça junto ao povo. Esse mesmo povo é o que a pôs no poder, só que agora descobriram que ela mentiu e caluniou durante as eleições ao afirmar que o país estava bem, e, que os seus adversários diretos, Aécio e Marina iriam destruir as finanças do país, que iriam tirar dos trabalhadores direitos adquiridos. Isso a detonou, pois a presidente é que está fazendo tudo isso. As suas costas estão, a corrupção na Petrobras, a destruição das finanças do país, como consequência, os juros altos, carga tributária aumentada, inflação em constante alta, e a entrega da governança do país para o PMDB, para Temer, tudo isso depõe contra ela. Haja vista a sua aceitação, de meros 13%, é pra pedir o impeachment, mesmo. O país enveredou por um caminho sem volta. Que viva o Brasil!!!

  20. Rodnei disse:

    Sempre esclarecedor, Kennedy. Me explica uma coisa, se as vias democráticas (politica e judicial) estão fechadas, então só resta a via revolucionária ?
    Bem, não estou propondo nem defendendo nada, só caraminholando.
    Acho que a Dilma, atual presidente da república já foi “revolucionária” quando entendeu necessário, gerando um precedente político real. Ou será que esta página da história do Brasil também foi “re-escrita”, conforme a propaganda televisiva do PT ?

    O fermento já está na massa, só falta a liderança …

  21. gesiel disse:

    Esses JURISTAS, que viraram “”CONSULTORES DE IMPEACHMENT””, dizendo que o caminho para se cassar a Dilma, deveria se basear em improbidade administrativa e conivencia com a corrupção, como diz a constituição; DEVERIAM TER CORAGEM de vir a publico e dizer, baseado nesses dois pilares de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e CONIVENCIA COM A CORRUPÇÃO; “”QUEM ESTARIA MAIS PROXIMO DE SER IMPEACHMADO: A Dilma, que fez obras de prevenção para deixar falta luz, e determina, como chefe da policia federal, que se faça operações contra a corrupção; ou o Ackimin, que não fez obras de prevenção para que não faltasse agua, não está combatendo a epidemia de dengue; e não pede para que seus deputados estaduais deixem abrir CPis para investigar as inumeras denuncias de corrupção nos governos do PSDB; e ainda não combate o PCC?””

  22. Roger Ziutter disse:

    Para quem gosta de números apresento os seguintes:
    Segundo a Globo, pelo cálculo da PM, 700 mil pessoas foram para a rua protestar. Considerando que votaram na última eleição 112.683.879 pessoas, podemos dizer que foram às ruas 0,62% dos eleitores. Confere?

  23. Regina Cembranelli Aliandro disse:

    O nome da Dilma foi mencionado 13 vezes na Delação Premiada de Youssef. Pelo que eu sei há provas. Ele, o delator, não seria otário de delatar sem provas. Espero que a próxima delação dos novos presos na Operação “A Origem”, entreguem logo, Lula, Dilma e os demais mandantes.

    • nuno disse:

      Regina, as citações do nome da Dilma, foram feitas da seguinte forma INDIRETA: “Pode ter sido usado dinheiro de propina na CAMPANHA DA DILMA”. Isso NÃO É PROVA, pois TODAS AS EMPREITEIRAS ENVOLVIDAS NA LAVA-JATO “FAZEM DOAÇÃO DE CAMPANHA PARA TODOS OS PARTIDOS, menos o PSOL”. Pior foi O QUE FOI FALADO SOBRE O AECIO, que ele teria recebido propina em obras de FURNAS. No entanto o procurado Rodrigo Janot, disse que o Aecio não poderia ser indiciado porque ESSA É UMA INVESTIGAÇÃO DA LAVA-JATO e NÃO de FURNAS. O que você deve pensar é que: O Alberto youssef VEM AGINDO DESDE 1997, NO CASO DA CORRUPÇÃO DO BANESTADO, durante o governo do FHC do PSDB; o DELATOR PEDRO BARUSCO disse que RECEBIA PROPINA NA PETROBRAS desde 1997 DURANTE O GOVERNO FHC do PSDB; e o outro delator PAULO ROBERTO COSTAS, disse que o presidente do PSDB Sergio Guerra, recebeu 10 milhões para fechar a CPI DA PETROBRAS de 2009, pedida pelo Alvaro Dias do PSDB. Portanto, SEM ODIO DO PT REGINA. Vamos COBRAR APURAÇÃO DE TUDO, seja do PT ou do PSDB, afinal se você for fazer um pesquisa, você vai ver que o PT É MAIS VELHO DO QUE O PSDB, E MESMO SENDO INVESTIGADO, TEM MUITO MENOS CORRUPTOS DO QUE O PSDB, que NÃO FAZ INVESTIGAÇÃO EM SEUS GOVERNOS. Perceba que A DILMA NÃO FOGE, e vem a publico explicar tudo lhe é perguntado. Já o Aecio NÃO EXPLICA NADA COMO TODOS DO PSDB.

      • Joaquim disse:

        Nuno. Gostaria de perguntar a você e por favor responda.

        – Por que em treze anos de governo, tendo a maioria no congresso, nada foi investigado?

        – Por que Lula se aliou a Paulo Maluf?

        – Por que o seu partido promoveu o Sr. Pedro Barusco?

        – Por que o conselho administrativo da Petrobras não parou Abreu e Lima e Comperj quando estas obras estouraram os orçamentos diversas e diversas vezes?

        – Por que o BNDES faz contratos de financiamento, com o nosso dinheiro, com clausulas secretas?

        – Por que o governo aumentou o juro básico se na campanha ela jurou que não faria? Foi para dar dinheiro para os banqueiros?

        – Por que toda a diretoria e todo o conselho da Petrobras não foram demitidos após o fiasco de Pasadena?

        – Por que o o seu governo em treze anos não consegue acabar a transposição do rio São Francisco?

        Sinceramente gostaria que todos estes patifes e ladrões estivem presos lá na penitenciaria de Pedrinhas no Maranhão, se não estão e como você fala que eles são corruptos de carteirinha, a culpa é do PT que não mandou investigar. Por que como fala a sua “presidenta” quem manda instigar é ela, antes nada era investigado.

  24. Edney Nascimento disse:

    Como podemos acreditar nas palavras de Michel Temer e de Eduardo Cunha quando sabemos que ambos estão sendo investigado por corrupção e acima de tudo aliados do governo Dilma. O que diz a nossa constituição o poder emana do povo, se for assim colocamos e podemos tirar do poder independente de qualquer coisa basta que o povo vá para as ruas protestar e demonstrar a sua insatisfação e indignação pelo atual governo, o falecido Wlisses Guimarães já dizia “O que mais o político teme é o povo nas ruas” por isso vamos para as ruas meu povo não vamos nos intimidar mesmo quando tudo parece contrário. As provas estão aí,inflação alta, falta de investimento na educação, na saúde, na segurança, sem falar na corrupção, nos desvios de verba, ma aplicação do dinheiro público no exterior (pasadina, porto em cuba, etc.) creio que já temos subsídios suficientes para um impeachment por menos disto tivemos o de Collor de Melo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 18:38:34