aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-10-2016, 9h39

Sergio Moro erra ao dizer o que jornal deve publicar

Em carta, juiz sugere linha editorial que Folha deveria seguir
30

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

No feriado de 12 de Outubro, teve repercussão nas redes sociais uma carta do juiz federal Sergio Moro publicada na “Folha de S.Paulo”. O juiz criticou o jornal por ter publicado um artigo do professor da Unicamp e conselheiro editorial Rogério Cezar Cerqueira Leite.

Numa democracia, é natural que alguém que se considere ofendido por um artigo envie uma carta a um jornal, que tem um espaço justamente para manifestação de leitores. Esse espaço também funciona como válvula de escape para pessoas que são mencionadas no noticiário do veículo e queiram contestar reportagens ou artigos de opinião. Até aí, o juiz Sergio Moro exerceu um direito de resposta democrático. Ele poderia até escrever um artigo rebatendo a visão de Cerqueira Leite.

Mas também é normal numa democracia que figuras públicas e poderosas, como é o caso de Sergio Moro, sofram críticas. E essas figuras têm de saber lidar com elas. São ossos do ofício.

Nesse ponto, houve um erro do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba. É direito dele considerar “lamentável” que a Folha dê espaço a um artigo que o comparou a um frei dominicano florentino fanático e moralista do século 15, Girolamo Savonarola.

No entanto, é preocupante que o juiz diga que “deveriam ser evitadas” as publicações “de opiniões planfetárias-partidárias que veiculam somente preconceito e rancor”. Não cabe a um juiz exercer o papel de editor de jornal. Essa atitude é autoritária e perigosamente moralista para quem detém tanto poder como Moro. Soa como tentativa de interferência na liberdade de imprensa, sugerindo controle prévio de informações e críticas.

Comentários
30
  1. Eduardo disse:

    Não soa como tentativa de interferência na liberdade de imprensa. É.

  2. gustavo novaes disse:

    Caro Kennedy. Sempre assistimos e lemos juizes do Supremo dar suas palavras. Não concordo com você. Realmente, carta de panfletagem tem que ficar na seção de carta do leitor. Abraço.

  3. Alessandre disse:

    Cuidado Kennedy ao criticar o Juiz Sérgio Moro, vc sabe que em nossa sociedade casta e conservadora, que idolatra o Juiz Moro como um Santo, você pode ser considerado um herege e ser mandado para fogueira, assim como foi o padre citado na crítica publicada na folha de sp.

    Mas com essa ressalva, o parabenizo por sua coragem, principalmente nos dias de hoje, onde discordar dos conservadores logo se é tachado de Petista, esquerdista ou assemelhados, pois para essa classe não pode haver divergências, ou concorda com eles ou é rotulado e massacrado. Essa é a democracia que defendem.

    • marcelo disse:

      Desculpe mas discordo totalmente da sua colocação infeliz. Há 3 anos atras qualquer um que criticasse o PT era um herege e poderia ser perseguido. Eu como crítico nas redes sociais recebi muitas mensagens ameaçadoras e intimidatórias. Conheci uma ex vereadora de Santo Andre, que era do próprio PT, que ao criticar seu partido em um determinado assunto, foi perseguida pelos seus colegas de partido até se desfiliar e por sinal quase perdeu seu cargo. A esquerda radical sim, persegue, humilha e faz o possível e o impossível para destruir seus adversários. Para esta esquerda adversário político = inimigo de morte.

      • Virasin Ohmni disse:

        Marcelo, não se paga o mal pelo mesmo mal que nos fizeram. Tantos filósofos passaram pela Terra e a gente esquece que “olho por olho estaremos todos cegos” (Gandhi) e que “a violência engendra a violência”. Sim, o PT perseguiu quem era contra ele, mas a resposta não é perseguir aqueles que são contra o que acreditamos ser a alternativa ao PT, porque aí estaremos cometendo o mesmo erro (ou crime…). Eu também, quando defendia as ciclovias, que foi uma coisa senão a única que Haddad fez de bom no seu mandato, me xingavam de petralha. Ora, nunca fui petista, sempre fui apartidário, como pode ser que a defesa de um assunto qualquer pode se tranformar imediatamente em disputa ideológica, exceto porque o ódio nos cegou? Em relação ao Moro não podemos cometer o mesmo erro. Ele é o melhor que temos no momento, mas ele precisa ser apartidário e precisa evitar os erros que seus pares cometem, com o excesso de benefícios definidos em interesse próprio.

    • Virasin Ohmni disse:

      Concordo inteiramente com o que você disse. Perfeito. Nessa sociedade conservadora, não há espaço para o equilíbrio, apenas para o bem e para o mal. E o bem e o mal nunca foram tão parecidos como agora. O bem nunca andou tão mal e o mal nunca andou tão mal também. Estamos numa sociedade regida pelo ódio, pela cegueira, pela propaganda e pelo extremismo. A Justiça só falha, nessa visão, quando for contra essa cegueira toda que se propagou.

  4. Alberto disse:

    Folha!!!!!UNICAMP!!!!!!!!Não precisa nem desenhar.

  5. Marcos Aristides disse:

    Me parece que o juiz Moro, que exerce uma função essencial neste momento, se permite contaminar a sua função com suas posições ideológicas. Ele respondeu enquanto juiz. Juntando ao fato de que o TRF 4a região legitimou os “atos inéditos” do juiz a frase sôa com tom ameaçador.
    Precisamos esclarecer muito bem os limites do juiz Moro, o combate a corrupção deve ser permanente e feito através de instrumentos republicanos, já devíamos ter entendido que os homens providenciais só fazem enfraquecer a sociedade.

  6. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    será Moro um Juiz autoritário ou estava acostumado com a imprensa lambe-botas?!?

  7. José Figueira de Gusmão disse:

    MUITO BEM KENNEDY, VC REPRESENTA O QUE HÁ DE MELHOR NA IMPRENSA NACIONAL. OS SEUS COMENTÁRIOS, NA MINHA AVALIAÇÃO, SÃO OS MAIS HONESTOS DOS DISPONÍVEIS. VC É UM EXEMPLO DE PROFISSIONAL PARA OS JOVENS ESTUDANTES DE COMUNICAÇÃO. VOU TE CONFESSAR UMA COISA, EU ME CONSIDERO UM FORMADOR DE OPINIÕES, TENHO CUIDADO COM O QUE FALO E QUANTO AO SEU PONTO DE VISTA, EU OS REPRODUZO COM A COMPLETA CONFIANÇA QUE ESTOU FALANDO A VERDADE.PARABÉNS.

  8. walter disse:

    Caro Kennedy, sem aqui querer julgar, vsa posição, quanto ao ocorrido com o Dr Moro…mas a folha abusa, irrita, e todos sabemos suas posições; muito provavelmente, por ser humano, ele tenha agido de “forma brusca”; compara-lo a um Frei Dominicano fanático; sem qualquer respeito ao juiz, não é um ACASO, e nos sabemos disso…falta isenção a folha, por isso é muito Grave.
    Estão tentando, criar uma nova situação, para desclassificar o Juiz, na lava jato…Não tem como, o Lula, esta sendo citado, e processado, por suspeitas sérias, e nada fará a justiça recuar.

  9. ANDRE disse:

    O Brasil e a sua mania de criar e buscar super-homens. Tivemos o Collor, o caçador de marajás, o Fernando Henrique, o homem que criou o plano real, o Super-Lula, das conquista sociais, o Joaquim Barbosa, o super-homem do supremo, e agora temos o super Moro, o juiz prendedor de corruptos. Triste do país que põe os homens a frente das instituições, até porque por maiores que sejam os homens que estão por trás delas, elas foram e são feitas pelas contribuições de muitos. Não admiro aqueles homens, que motivados pela vaidade, buscam os holofotes e se põe a frente das instituições, buscando serem maiores do que elas. Admiro aqueles que trabalham no anonimato, mas que engrandecem com o seu trabalho, as instituições do seu país. As críticas ao Moro são bem vindas, é normal em uma democracia, se o mesmo tiver humildade pode até ajudar em seu trabalho.

  10. Fábio disse:

    E depois vem com um papinho de que algumas pessoas se acham acima da lei… no dos outros é refresco, né? Hipócrita! O artigo de Rogério Cezar Cerqueira Leite foi uma bela descrição do juiz.

  11. Nazita de Souza Rodrigues disse:

    Logo você Kennedy, escrever isso. Estamos a meses lendo insulto e desrespeito com Mm.Sérgio Moro e não vi nenhum jornal ou alguém das colunas sociais imitir algum comentário em defesa do mesmo; criticar pode se defender e dar sua opinião é tirar a liberdade de expressão? Estou quase acreditando que o Mm. Moro é muito mais respeitado e valorizado no exterior do que aqui na sua própria Pátria, mas se Deus quiser ele vai vencer, ah e eu acho que ele falou toda a verdade.Outra coisa se o Moro não sabe lidar com críticas imaginem quem é de jornal? Para se defender não precisa ser editor de jornal, e tanto para absolver quanto para condenar Moro é o profissional mais indicado que qualquer país do mundo gostaria de te-lo.

    • Alberto disse:

      Perfeito comentário caro sra/srta Nazita Rodrigues.Folha /UNICAMP fala sério.

      • Virasin Ohmni disse:

        Caraca, li rapidamente, só veio a palavra Nazista e não Nazita. Nossa, nunca o bem e o mal foram tão parecidos como agora… Geralmente isso precede governos autoritários, contra os direitos humnanos civis e tiranias terríveis…pelo menos na História foi assim, mas nada acontece sem a cegueira de todos e o apoio de todos. Foi o que Hitler conseguiu.

  12. Fabio disse:

    Parabéns kennedy

  13. Ubirajara Sampaio Mota disse:

    Moro defendeu, ainda, que a FSP “demita” o Prof. Rogério do seu Conselho Editorial. Se bobear, Moro manda prender o Prof. Cerqueira e multa a FSP por desobedecê-lo.

  14. Paulo Pepe disse:

    Seu comentário honra a profissão. Vivemos tempos difíceis em que funcionários públicos acreditam possuir a capacidade de dizer o que é ou não justo. A carta de Moro embute, sim, uma ameaça velada ao que a Folha publicou sinalizando que o que não deve publicar. Mostra seus dentes e sutilmente seus músculos conjunturais. Savonarola era convicto de sua correção, e fabricava suas provas. Terminou na fogueira. Creio que Moro é convicto também. Vejamos qual será o destino. Qualquer um tem o direito de opinar acerca disso. Ao Juiz não cabe decidir sobre o que se pode ou não pode opinar, alias, ao juiz cabe falar nos autos.

  15. PARABÉNS PF, MPF, RF, TCU, JUIZ SERGIO MORO, E TODOS OS BRASILEIROS COM VERGONHA NA CARA! disse:

    Não li tal artigo, nem me interessa lê-lo. Não que eu seja fanático por Sergio Moro. Tenho convicção que ninguém, no mundo, é “bom”. Todos temos qualidades e defeitos. Para mim, “bom” só há um, que é Deus.
    Mas me incomoda ver crítica a alguém que, dentro da lei, está colocando tantos bandidos na cadeia, trazendo de volta aos cofres públicos milhões, ou bilhões de reais, roubados por bandidos que montaram um sofisticado esquema de roubalheira, envolvendo grandes empresários, políticos e governantes!
    É preciso salientar que o juiz Sergio Moro, o mais criticado, nada conseguiria sem a decisão do MPF, PF, RF, TCU etc se decidirem a agir como instituições de estado e não de governo, como era costume em nosso país!
    Em minha opinião estamos vivendo um momento de muita importância para o país e para a nação e os protagonistas do combate à corrupção devem ser vistos, se não for com admiração, pelo menos com muito respeito!

    • Alexandre Hetringer disse:

      Moro divulga escutas ilegais, mas quer dizer aos jornais o que devem publicar? Sei…Não gostou da crítica, mas deveria era criticar ações como a do ministro Alexandre de Moraes que fez uso político da operação em ato de campanha do PSDB. Nao vi uma crítica de Moro, acho que ele também não escreveu nenhuma cartinha ao Temer criticando a grave atitude de seu ministro…menos Moro, menos….

    • Wellington Alves disse:

      Moro não merece parabéns. Está fazendo aquilo que é pago – e muito bem pago – para fazer. Criticam o endeusamento do LULA, mas endeusam Moro. Ficou manchado comigo com a divulgação ilegal das escutas. Gosta muito de aparecer, de dar palestra, de ser fotografado. Trabalha para o povo e deve focar nisso. Nunca devemos permitir repressão à liberdade de expressão. Ele deveria ser o primeiro a defendê-la.

  16. Evenio Oliveira disse:

    Li o artigo do Prof. Rogério Cerqueira,Folha SP. O falou do messianismo, renascentismo, aristocracia, religiosismo, moralismo, fanatismo e trouxe para algumas áreas resquícios que podem estar embutidos nos fatos políticos e jurídicos do que vem acontecendo no presente. Prof. Corajoso, porque qualquer cidadão que é pela autocritica, que é pela educação, atualmente é taxado como comunista cuidado com ele (a), ele (a) é da esquerda, CUIDADO !

  17. Luciane disse:

    Mais uma vez a imprensa criando sensacionalismos e editando (a seu interesse) o conteúdo original… Bonito, ético e moral quando se fala em liberdade de imprensa, mas esta é a mesma imprensa que publica um artigo com clara ameaça ao magistrado que teve CORAGEM de exercer sua função e punir nossos políticos que há anos roubam descaradamente o povo?
    “Em Roma, Savonarola foi queimado. Cuidado Moro, o destino dos moralistas fanáticos é a fogueira. Só vai vosmecê sobreviver enquanto Lula e o PT estiverem vivos e atuantes.” É dessa liberdade de imprensa que estamos falando? É essa a democracia que desejamos? A que se cala diante da corrupção por medo de ameaças?

  18. Wellington Alves disse:

    Só revela a verdadeira natureza dele, repressão à liberdade de expressão. Totalitarismo conservador que estão encaminhando essa nação. Claro que não deixaremos que isso aconteça.

  19. Sérgio Cardiano disse:

    Na verdade, esta carta de resposta do “juiz” Moro (entre aspas, porque reluto em adotar este título para alguém como ele), somente corrobora a tese do articulista. Ele, de fato, é apenas um falso moralista, imbuído de um sentimento de superioridade em relação a todo o resto da sociedade.

  20. alfredo disse:

    RESPEITO O JUDICIARIO, MAIS ACHO QUE O JUIZ DEVERIA SE LIMITAR AO SEU TRABALHO. MANIFESTE-SE COMO ESTOU FAZENDO E FIM. NÃO DEVEMOS CUTUCAR ONÇA COM VARA CURTA.

  21. Não entendo o porque de todos acharem Moro um héroi, sinceramente ele não fez mais que o dever dele de investigar todos esses envolvidos.

  22. ELIANE DOS SANTOS NUNES disse:

    É muita puxação de saco, não defendo Sérgio Moro, até pq acho que ele nem precisa disso, mas a minha opinião bate com a dele, a impressa, como um veículo de comunicação tão importante, deveria sim saber melhor o que escrever em seus jornais, revistas, blogs, e etc, pois nem todos que estão lendo tem a mesma mente e o que soa pra um de uma forma, soa diferente pra outro e muitas pessoas são facilmente influenciadas pela mídia/imprensa, a exemplo disso está o próprio Moro, que a partir de divulgações e matérias o expondo como um juiz que está fazendo a diferença no país, se tornou uma pessoa, digamos assim, idolatrada por muitos. Generalizando, vejo muitas matérias desnecessárias sendo publicadas e assuntos mega importantes sendo ofuscados e ocultados. A verdade e também um fato é que a imprensa publica o que quer, quando quer ou o que e quando lhes convém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-27 04:23:00