aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
17-04-2016, 9h30

Só reviravolta evitaria derrota de Dilma hoje

Oposição chega como favorita à votação decisiva na Câmara
18

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Após intensa disputa pelo apoio de deputados federais nos últimos dias, governo e oposição afirmam ter os votos para vencer a guerra do impeachment. No entanto, os defensores do pedido de abertura de um processo de impedimento contra a presidente Dilma Rousseff chegam com favoritismo à batalha decisiva na Câmara. Só uma reviravolta surpreendente evitaria uma derrota de Dilma hoje.

Na sexta e no sábado, o governo conseguiu, de fato, furar a onda crescente pró-impeachment. Mas a reação dos aliados do vice-presidente Michel Temer levou o PMDB a contabilizar, na noite de sábado, 360 votos razoavelmente assegurados a favor relatório do deputado Jovair Arantes (PTB-GO).

A deterioração da relação entre a presidente e o vice, que entraram pessoalmente na busca por suporte na Câmara, é o retrato do erro de Dilma em relação ao PMDB. No final do primeiro mandato, a presidente dizia a auxiliares que desejava “enquadrar” o partido aliado para o segundo governo.

Embarcou na aventura de tentar, via PSD e PROS, criar um contraponto ao PMDB no Congresso que resultou num naufrágio político: a eleição de Eduardo Cunha para comandar a Câmara em fevereiro de 2015. Hoje, ela pode perder o poder justamente para os peemedebistas que desejou acuar.

Os equívocos cometidos pela presidente foram listados em informações, análises e opiniões registradas no blog. Qualquer que seja o resultado da votação de hoje, seria importante que Dilma, o ex-presidente Lula e o PT fizessem uma autocrítica para compreender como puderam errar tanto para chegar à situação em que se encontram, ameaçados de perder o poder.

Dilma combinou crises política e econômica. Na longa lista de tropeços, a destruição da política fiscal é um dos que cobram um dos preços mais altos do país.

Ironicamente, a presidente poderá ser a grande primeira vítima política da Lava Jato, fator que desestabilizou seu governo nos últimos dois anos e com o qual ela preferiu lidar com se sua honestidade pessoal a tornasse inatingível. Um Congresso cheio de políticos que respondem a processos ou inquéritos de corrupção e que estão interessados em escapar da Lava Jato poderá derrubar uma presidente sobre a qual não há, até hoje, nenhuma investigação formal.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
18
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Good bye darling
    Adio cara mia
    Adieu chérie
    Zain gizent meidalle
    Hasta la vista baby
    Tchau querida !!

  2. Alladin disse:

    A manchete desse post, deveria ser: O GRANDE DERROTADO: BRASIL !
    O dia de hoje marcará um periodo negro na história do pais, que jogou na lata de lixo, ao menos 14 anos, que deveriam ser de progresso, evolução e desenvolvimento.
    Os governos do PT, erraram em tudo, e esse tudo vai da politica externa, as politicas de desenvolvimento humano, técnológico, infra-estrutura e industrial.
    O PT, quis o poder pelo poder e se embriagou dele, dirigindo o pais como se fosse um sindicato, onde alguns pagam e outros mandam e usufruem do poder.
    O pais tem de recomeçar e será arduo, mas o que se espera é que as pessoas deixem de acreditar em heróis e votem em ideologias sérias e comprometidas com o crescimento de todos e não em ideologias ultrapassadas e mortas, como esse socialismo ditador de Cuba, Venezuela e etc, os quais o PT e seus dirigentes tanto admiram e idolatram.
    Pelo Brasil, que vença (E VENCERÁ!), o impeachment e que oxalá possamos no futuro fazer piada desse desgraçado periodo

  3. Heitor disse:

    Esse processo não tem nada a ver com erros políticos de Dilma.
    A oposição desde de 2013 tem tentado de todas as formas tirar a Dilma. Perderam no voto em 2014, mas conseguiram eleger um congresso totalmente contra a Dilma. Não importa os partidos. Só para lembra Cunha recém reeleito deputado já falava abertamente que se Dilma ganhasse não iria governar. Porque Cunha no seu esquema de propina financiou 160 deputados, ou seja Cunha tem 160 deputados na mão.
    Dizer em erros políticos é análise fraca. Só para lembrar Cunha aceitou o pedido contra Dilma no dia em que a própria Dilma teve sua maior vitória que foi aprovar as alterações no orçamento.
    O que ocorre hoje é o seguinte a oposição quer roubar, quer ter o poder. O PMDB sempre roubou mas com Dilma tá tendo dificuldade de roubar tanto. O fluxo de caixa da turma do Eduardo Cunha, Temer, Aécio, Paulinho da Força tá ficando defasado. Para esse corruptos não é suficiente com a corrupção em SP, PR, RS, RJ, GO querem o Brasil.

    • Alexandre disse:

      Seu comentário reflete o que a maioria dos brasileiros pensa, que a política no Brasil deve ser conduzida com se estivéssemos falando de futebol. Não importa se o time é bom, se investe e merece ser campeão, o que queremos é que ganhe.
      Mas na política, o que está em jogo não é um troféu e sim o progresso de um país, de seu povo e a melhoria na qualidade de vida desse posso.
      O que está sendo julgado hoje não é a qualidade do governo atual e sim os crimes que foram cometidos por ele.
      Eu ajudei a colocar este governo no poder em 2002, porque se vendia a imagem de que um político poderia fazer a diferença na busca por um país mais justo, mas o que se viu foi justamente o contrário, um governo que na busca de seus interesses, se tornou mais corrupto ou que os outros que o antecederam. Quem realmente defende a ideologia do PT original, deveria ser o primeiro a querer os corruptos fora do governo e se possível na cadeia.
      Que os políticos corruptos sejam presos independente do partido.

  4. Clarice disse:

    A oposição chegará favorita e sairá derrotada, como na eleição de 2014.

    • Mauro disse:

      Espero que seu coração esteja bem e sua cabeça possa absorver o revés que voce acha que não acontecerá.
      Viver no mundo de Bob, ou ser Pollyana demais fazem mal ao intelecto e a vida normal e espero que voce possa andar de cabeça erguida a partir de amanhã, pois com certeza isso não acontecerá com Dilma, Lula, Ruy Falcão, Berzoini, Jacques Wgner, J.E.Cardoso e todos apaniguados, asseclas e desvairados, que apoiam esse desgoverno.
      Boa Sorte….é só o que posso desejar, pois o PT precisará dela, pois derrotado será de forma fragorosa e humilhante, assim como ele merece. Toma um Lexotan!
      Dilma pediu para ser enxotada e será por culpa dela mesmo. Deu mole e se a coisa estivesse bem no pais, não haveria ninguem a tira-la do poder. Pediu pra perder e ganhará a rua para andar e terá sorte se amanhã ou depois não ganhar uma cela, como muitos petistas, como sua casa, sua vida!

  5. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    ELEIÇÕES INDIRETAS
    Domingo tem eleição? Tem sim, Senhor. É isso mesmo. A pergunta que corre o Brasil, noves fora a hipocrisia, é de quantos votos Temer precisa para ser eleito presidente no domingo.
    Nesta eleição, o PMDB tem candidato único, a ser sufragado pelo Colegiado Eleitoral. Voltaram as eleições indiretas no Brasil. Faz tempo já que não víamos uma, a última foi em 1985, Tancredo Neves x Maluf, quando 686 pessoas decidiram o pleito. No primeiro turno da eleição de 2016, neste domingo, 513 membros do Colégio Eleitoral terão o privilégio de decidir no lugar de 200 milhões de brasileiros e de 143 milhões de eleitores. Antes, terão o privilégio de invalidar o voto direto dado pela maioria dos 105 milhões que livremente escolheram ir às urnas.

  6. TUDO É TÃO SIMPLES ASSIM

    Bem, infelizmente, sou de uma geração que não pode fingir que eleições indiretas sejam uma novidade. Em 1964 • 1966 • 1969 • 1974 • 1978, além de 1985, o nosso direito de escolher o presidente foi usurpado, como agora, por alguns poucos privilegiados. 361 elegeram Castelo Branco, 294 escolheram Costa e Silva, Médici foi o preferido de 293, Geisel foi feito presidente por 400, 355 elegeram Figueiredo, 480 foi bastante para Tancredo Neves. Michel Temer pode ser eleito neste domingo por apenas 342 votos, menos que Geisel e Figueiredo

  7. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    INDIRETAS JÁ !!
    Reza a lenda que o fim do ciclo das eleições feitas por Colégios Eleitorais formados por representantes eleitos foi resultado de um grande movimento cívico chamado “Diretas Já”, que virou o Brasil entre 1983 e 1984. Não foi sem luta nem sacrifício que tomamos de volta do Congresso o nosso direito de escolher diretamente o presidente da República. Por sua vez, 2015-2016 será lembrado como aquele momento em que o povo foi às ruas, com o apoio do sistema político, de organizações da sociedade civil e de grande parte do jornalismo para reivindicar “Indiretas Já”. Neste domingo daremos um grande passo nesta direção ao conceder, de novo, ao Congresso o direito de funcionar como Colégio Eleitoral. Uma parte da sociedade, em conluio com o Congresso, que é o maior beneficiário desta decisão, exigiu e pretende obter a anulação da decisão tomada por maioria eleitoral em 2014. É simples assim.

  8. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    JOGO DE AZAR

    Neste domingo daremos um grande passo nesta direção ao conceder, de novo, ao Congresso o direito de funcionar como Colégio Eleitoral. Uma parte da sociedade, em conluio com o Congresso, que é o maior beneficiário desta decisão, exigiu e pretende obter a anulação da decisão tomada por maioria eleitoral em 2014. É simples assim.

    Não, não é por crime de responsabilidade. Ninguém mais se lembra disso. Como em qualquer eleição, faz tempo que estamos apenas de olho nas pesquisas e contando os votos. Domingo é dia de eleição, sim Senhor. Candidato único (como Costa e Silva em 1966 e Médici em 1969) Michel Temer precisará de apenas 342 votos para começar a ser eleito o 41º presidente do Brasil. Parabéns aos envolvidos. A democracia volte vinte casinhas e fique uma vez sem jogar.

  9. João Alencar disse:

    O que mais condena o PT são as ações do próprio PT.

    Há apenas um ano, O PT fez do Temer MINISTRO DA ARTICULAÇÃO POLÍTICA, contra a vontade dele.

    Há menos de seis meses, o PT tentava negociar c/ Eduardo Cunha p/ salvar ele e Dilma, c/ visitas de ministros petistas quase diárias à casa de Cunha, e ele só virou alvo do PT depois de desprezar um acordo c/ Dilma.

    O PT chama de “golpe” o impeachment que tentou usar nada menos que CINQUENTA VEZES.

    Essencialmente, é aquele ladrão que tenta desmentir-se enquanto é levado p/ o camburão. TUDO que o PT fala é automaticado visto como mentira. E jamais irá recuperar-se diante de uma sociedade que amadureceu e quer democracia, liberdade, cresceimento econômico e honestidade.

  10. claus.casto disse:

    É impossível ter em boa conta o que quer que seja tocado pelas mãos e pela mente de Eduardo Cunha. O Brasil vive a fase mais patética que conheço – em 33 anos de vida. É a segunda vez que vejo esse filme do impeachment – em curto espaço de tempo. Somos uma República de Bananas. Parabéns a nós, por estarmos a dar poderes ilimitados a Eduardo Cunha, Michel Temer e Cia. Ltda. – o PMDB. E que Deus nos proteja – e perdoe.

  11. Alladin disse:

    Faz-me rir! Chego a cambetear de tanta gargalhada!
    Os vermelhos bolivaristas/chavistas/cubanos socialistas, já começam a admitir a derrota e derramam a choradeira culpando a professora e a escola pelo mau desempenho escolar. A culpa é dos outros!
    Os filhos bastardos de Dilma, me fazem lembrar aquele jogador de futebol que depois de uma goleada do adversário poe culpa na chuva: no mau estado do gramado: no juiz; na torcida e se esquecem que seu desempenho mediocre e pifio é que o fez perder!
    Dilma será “impichada”, sim! O PT será enxotado do poder, sim, e se chamam de golpe, que seja golpe, pois palavras nesse momento é o que menos importam e sim que essa mediocridade seja varrida para o mais profundo dos lixoes desse pais!
    O choro é livre e o direito de espernear e vomitar sandices e ignorância tambem, mas isso não vai mudar o rumo das coisas e nem tornará esse lamentavel governo, melhor na visão de quem é esclarecido, inteligente e não apaniguado e criminoso.

  12. JEFFERSON NERY DE ALMEIDA disse:

    O Secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), Luis Almagro Lemes, encontrou-se ontem, dia 15 de abril, com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília. O encontro se deu ao final da tarde.
    Almagro Lemes considerou preocupante o quadro político no Brasil, tendo em vista que o processo de impeachment precisa de base legal. E isso não acontece.
    Ele ressaltou que não apenas a OEA está preocupada, mas que também a ONU (Organização das Nações Unidas) e a UNASUL (União das Nações Sul-Americanas) se manifestaram nesse sentido.
    O Secretário-geral afirmou, em coletiva à imprensa, que dependendo de como evoluir a questão do impeachment, a OEA pode invocar a cláusula democrática. Disse também que a ele preocupa que não exista nenhuma acusação contra a presidente Dilma, ao passo que vários dos parlamentares que a julgam são acusados ou investigados por corrupção.
    A oposição está mal acostumada e não entendeu que remédio para governo ruim é a urna.

    • Mauro disse:

      O Brasil é um estado soberano e todo o processo de impeachment está escorado e amparado pela constituição, haja visto todas as derrotas do governo no Supremo Tribunal Federal.
      Não seja ingênuo e pouco esclarecido de pensar que algum organismo, seja ele qual for, possa ter ingerência nos assuntos internos do pais. Não pode e não irá fazer até por força de vontade e poder para isso, pois se pudesse e tivesse força interviria na Siria, Venezuela, Coréia do Norte e tantos outros paises em que ditadores estão dando as cartas acima de leis e subvertendo a ordem e a democracia.
      Chore na cama que é lugar quente, mas não adianta chamar o papai para defender porque esses seus argumentos são falhos e infantis.
      Como diria o poeta: SUA PISCINA ESTÁ CHEIA DE RATOS E SUAS IDÉIAS NÃO CORRESPONDEM AOS FATOS!

    • Isto mesmo Jefferson. O remédio para governo ruim é urna. Urna funerária. Vamos incinerar o desgoverno dela até virar pó e colocar em uma urna. Antes o governo dela virando pó, do que o Brasil.
      Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  13. Marco disse:

    Engraçado né? Esse povo que defende o PT, só se apoia em votos dados a eles na urna. Parece a única justificativa que eles possuem, mas esquecem que milhões dos que votaram nela ( inclusive eu ) , acreditaram sim num governo que falava verdades, e hoje vemos que fomos enganados. É isso que estamos cobrando nesse momento, além de ficarmos pasmos em relação a letargia que toma conta do governo nesse momento.
    A única coisa que eles tem razão é que não vai haver golpe, pois fomos nós os únicos lesados e golpeados por eles na última eleição.

  14. Daniel disse:

    Tchau Querida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-23 16:54:36