aki

cadastre-se aqui
aki
Política
21-11-2016, 9h04

Sob desgaste, Temer tenta segurar Geddel no cargo

Acusação de Calero é grave e justificaria saída do governo
23

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente Michel Temer não quer demitir o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) nem sugerir que ele peça demissão. Por ora, o governo tenta enfrentar o desgaste a fim de segurar no cargo o seu articulador político.

No entanto, se esse desgaste continuar crescendo, há possibilidade de queda do ministro. Temer também quer esperar uma manifestação da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, que começará a examinar o imbróglio a partir de hoje.

O que explica o fôlego de Geddel: ele é um dos ministros mais próximos de Temer, que confia nele.

Mas a situação é delicada. O caso tem gravidade enorme, que justificaria demissão ou um pedido de demissão do ministro. O ex-ministro da Cultura Marcelo Calero disse que sofreu pressão indevida de Geddel a fim de liberar a construção de edifício de 30 andares numa área em que poderiam ser erguidos 13 pavimentos no máximo. Geddel admite que tratou do assunto com o ministro da Cultura, mas afirma que fez apenas uma ponderação, não uma pressão.

Ainda que seja verdadeira versão de Geddel, ele estava impedido de tratar desse assunto devido ao cargo que ocupa. É frágil e comprometedor o argumento de que, por ter comprado um apartamento no empreendimento, tinha legitimidade para procurar o então ministro da Cultura. Essa condição justamente o impedia de fazer isso.

É uma confusão entre público e privado. É uma atitude que pode ser enquadrada como tráfico de influência, advocacia administrativa ou abuso de poder. A permanência de Geddel enfraquece o governo, porque Temer se desgastará para segurá-lo no cargo e o ministro perderá poder para cuidar da articulação política numa hora em que o governo tem uma agenda pesada a resolver no Congresso.

*

Gilmar Mendes fala

Na entrevista do ministro do STF Gilmar Mendes ao SBT, os destaques foram as opiniões sobre anistia a caixa 2, constitucionalidade de força-tarefa e supersalários. Mendes, que também preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), disse que, se for criminalizado o caixa 2 com uma tipificação nova, haveria anistia para tal prática no passado.

Porém, fez uma ressalva. A anistia se aplicaria a casos em que o caixa 2 tenha sido uma contribuição eleitoral irregular. Se tiver tido origem em propina, não haveria anistia, porque poderiam ter ocorridos crimes de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro.

Os investigadores da Lava Jato, como já dissemos, consideram as narrativas de caixa 2 tentativas de encobrir propina. Logo, se passar a anistia, haverá debate no Supremo Tribunal Federal.

Outro destaque foi dizer que seria inconstitucional uma força-tarefa na qual o juiz faz papel de investigador. Ou seja, no caso em que o magistrado se alia ao Ministério Público e à Polícia Federal. O juiz tem de se manter equidistante, até para coibir abusos. Gilmar Mendes afirma que a parceria legítima é entre Ministério Público e Polícia Federal, que têm o papel de acusar e investigar.

A respeito dos supersalários, considerou “mistificação” o argumento de juízes de que haveria tentativa de impedir o combate à corrupção ao exigir o cumprimento do teto constitucional. Falou que a Constituição é clara. É irregular receber acima do teto. Essa discussão nem deveria existir. Ponto.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
23
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    É obvia a tentativa de pressão de Geddel, é a típica atitude prepotente de ministros “da casa” .
    É papel de Temer sanear o ministério a começar pela demissão desse entulho arrogante, subproduto do cangaço político ainda no poder !

    • Joaquim José da Silva Xavier disse:

      Temer montou a equipe ministerial com maior número de políticos enrolados com corrupção que o Brasil já teve!! não foi surpresa pois Jucá, Padilha, Geddel,, Moreira Franco, Henrique E. Alves e Eduardo Cunha sempre foram seus principais aliados desde sempre . . .

      mas não veremos, pq corrupção nunca foi problema pros paneleiros, pois, curiosamente, são estes justamente os principais defensores do governo Temer . . .

  2. domingas barra disse:

    Se Geddel é o ministro de confiança do Governo, estamos mais roubados do que eu pensava.. é ruim em..

  3. RICARDO disse:

    Nossa como o Temer é lento , o cara tenta burlar a lei , pressionar um ministro a aprovar uma obra ilegal , e o pateta continua tentando manter o cupincha no cargo , isso é um absurdo

  4. VIANA disse:

    Aqui, na Bahia, Geddel Vieira Lima e família é muito conhecido desde o tempo do Escândalo da Baneb Corretora. Sempre viveu no poder ou a sua sombra mamando, e participando de todas as patifarias. Nada me assusta se ele for acusado de qualquer crime. Espero que ele nunca seja governador da Bahia, porque este é o seu sonho !!

  5. Wolfran Boaventura Gonçalves disse:

    A lei, deveria ser cumprida por todos, inclusive, “suas excelências”, deputados, senadores, governadores, prefeitos, vereadores, membros dos tribunais, enfim, por todos, independente das funções que exercem. O que vemos é um abuso nos cargos que exercem, parecendo serem TODOS PODEROSOS e, que, nada vai lhes acontecer.

    Felizmente, abre-se uma “luz no fim do túnel” e, vemos uma mudança de postura na justiça quando, ´não só preto e, pobre, vão para a cadeia!

    Wolfran

  6. Reinaldo Braga disse:

    Um dos atributos de valorização de um imóvel, em qualquer lugar do mundo, é a exclusividade: quanto menos moradores, unidades e ANDARES, melhor para quem investiu, principalmente em se tratando de um bem de alto padrão. Portanto, o argumento de Gedel não faz sentido, justamente por ele tentar mostrar que agiu como um mero cidadão defendendo seu interesse como morador. Gedel já foi flagrado em outros movimentos nada republicanos, como tentar intervir em favor da OAS, não apenas no caso da Costa Espanha, na Bahia, mas na negociata para tentar aumentar a participação da empreiteira nos leilões de privatização de aeroportos. O fato veio a público graças a uma gravação entre ele e Leo Pinheiro feita pela força tarefa da Lava Jato. Quem conhece Gedel, como nós baianos, sabe que ele não pode ser comparado a Sérgio Cabral: em termos de bandidagem, está um degrau acima.

  7. [e tudo laranja podre do mesmo saco ninguem tem moral

  8. Stanislaw: Temer está comprovando a troca de 6 por meia dúzia.! disse:

    Pelo jeito o presidente Temer está fazendo questão mesmo de mostrar que acha que pode se cercar de gente do mesmo nível dos quadrilheiros do projeto criminoso de poder. Deveria mostrar, o máximo possível, à indignada nação, que não compactua com as roubalheiras do governo antigo, embora fizesse parte do governo, ele e seu partido.
    Para isso jamais poderia estar nomeando gente tipo Romero Jucá, Geddel Vieira e outras barbaridades – sem falar na cumplicidade com Renan Calheiros. Está cometendo o mesmo erro de Dilma, nesse aspecto: preferindo cercar-se das piores figuras do cenário político nacional, das piores raposas da política, indiferente a conquistar a confiança do indignado povo brasileiro.
    Vamos ver até onde tudo isso irá!

  9. walter disse:

    Caro Kennedy, o Geddel nem tentou disfarçar, legislou por causa própria sim; se há uma comissão de ética, o mesmo deve ser afastado;havia interesse de sua parte,no empreendimento, ponto.
    Quanto ao “mestre” Gilmar; sempre que falam lá da constituição, lembra uma “camisa de força,ou pau de dar em doido”; minha impressão humilde, já que não sou causídico, que o direito de ir e vir, deveria ser extensivo a alterações que criminalizem mais, a favor da sociedade, sem desguarnecerem as leis existentes; fica claro, como é cabuloso, a interpretação dos nossos ministros…quanto aos juízes, usarem de sua sensibilidade, e ás vezes, participarem das investigações indiretamente,torna se positivo sim;causam muita inveja, ameaçando o status quo de alguns, mas foi assim, que o DR MORO, conseguiu reaver milhões…quanto foi que o supremo até HJ recuperou de algum desvio criminoso; o Judiciário deve muito..

  10. Francisco Gastaldo disse:

    Já vai tarde. Leve o Temer com ele.

  11. Rubens Pires disse:

    Eu admiro que o imposto de renda nunca tem nenhum político na malha fina. Será que este político tem condições de comprar um aptº de R$ 2.500,000,00. Duvido este cara tem que estar fora do governo e ser casado.

  12. Lawrence disse:

    Mais um que se serve da Pátria, em vez de serví-la. Está na cara que está lá para se locupletar. Não está focado nos assuntos do povo mas sim em como ficar rico às nossas custas. Tem que sair.

  13. GEDDEL = O LADO PODRE DA POLÍTICA! CALERO = O LADO INDIGNADO COM A CORRUPÇÃO! TEMER E STF? disse:

    Esse Geddel representa o lado podre da política, o lado dos canalhas Renan e Jucá, que tramam contra a lei vigente para proteger bandido roubador de cofre público!
    Marcelo Calero representa o lado indignado com a podridão da política suja, representa o lado dos juízes “Sergios Moros” espalhados pelo Brasil afora, do MPF, PF, RF, TCU, CGU etc, de hoje, agindo como instituições de estado e não de governo, como estava acostumada a ver esses órgãos agindo, a bandidada à la Renan, Jucá, Geddel etc.
    É preciso o presidente Temer escolher de que lado ficará, pois o tempo é curto, o Brasil indignado com a corrupção tem urgência!
    Além do presidente Temer, têm que tomar logo posição definida, o STF, pois em suas mãos estão as investigações dos maiores bandidos do país, os protegidos pelo vergonhoso “foro privilegiado” – aberração brasileira, excrescência que protege os piores bandidos do país!

    • Wellington Alves disse:

      ‘representa o lado dos juízes “Sergios Moros” ‘ – Deu-me até ânsia ler essa frase. “o Brasil indignado com a corrupção” – MENTIRA. Indignação seletiva. Se estivesse indignado com corrupção não teriam saído da rua, classe média MALDITA. Câncer do nosso desenvolvimento.

  14. Moises Silva Santos disse:

    Este governo ai, que de sério não tem nada, não irá demitir um ministro que forma a equipe de confiança do TEMER, vide ai o caso de ROMERO JUCÁ que foi beneficiado como LIDER do GOVERNO, estamos a mercê desta nova organização criminosa que visa só o beneficio própio.

  15. Stanislaw: Parabéns, Marcelo Calero, você representa o novo Brasil que a nação deseja! disse:

    O presidente Temer não pode ficar indeciso numa situação dessa, onde está claro que Marcelo Calero fala a verdade. Ninguém deixaria um cargo de ministro sem estar profundamente indignado com algo muito grave. Sua atitude é digna duplamente: primeiro por reconhecer melhor sair de um governo onde alguém tão desprezível tem força desmedida; segundo por ter a coragem para denunciar a atitude indigna de um ministro que faz parte de um governo que substitui outro, exatamente por o outro governo estar sendo considerado como o mais corrupto da História.
    Parabéns, Marcelo Calero, você representa o novo Brasil!

  16. Nino Guimarães disse:

    É um absurdo e desrespeito com pelo menos um político qye tenta ser honesto.
    Se o governo não punir nem tomar providências, ficará caracterizado proteção por ser próximo ao Temer. O desgaste já está feito, não há como voltar atrás.
    Vamos aproveitar e tentar moralizar esta baderna.

  17. João disse:

    E ainda tem gente que acredita que o golpe foi em nome do republicanismo.

  18. Mariana Noviello disse:

    tristes são os dias em que temos que estar de acordo com Gilmar Mendes. Corretíssimo, um juiz que vai julgar um caso, não pode se aliar com aqueles que investigam, neste caso o juiz se aliar com o MP e a PF.

Deixe uma resposta para Stanislaw: Parabéns, Marcelo Calero, você representa o novo Brasil que a nação deseja! Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-29 08:33:45