aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
24-05-2017, 8h25

Solução TSE precisa ser combinada com Temer e tribunal

Presidente resiste; regras não são claras sobre diretas ou indiretas
23

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

Com a resistência do presidente Michel Temer em renunciar, passou a ser discutida com mais força nos últimos dois dias a chamada “solução TSE”. Traduzindo: o Tribunal Superior Eleitoral cassaria a chapa Dilma-Temer para o Congresso eleger alguém a fim de completar o atual mandato presidencial.

Seria um atalho para acelerar uma solução para a crise. Mas há complicadores. Primeiro, será preciso criar um consenso no tribunal pró-cassação da chapa, punindo Temer e Dilma, deixando-os inelegíveis. Segundo, combinar com Temer para que ele não recorra ao Supremo e arraste essa discussão. É possível que isso aconteça.

Temer tem tentado articular a votação das reformas no Congresso. O presidente não jogou a toalha. Mas deputados e senadores já dizem que poderão tocar as reformas por conta própria, sem o empenho presidencial, o que não é tão simples.

No âmbito do TSE, haveria ainda debate sobre qual método de escolha de sucessor seria adotado: eleição direta ou indireta? Ou seja, ainda há muitas pontas a serem amarradas para que isso dê certo. A principal delas é chegar a consenso sobre um nome.

Há vários no debate político em Brasília. Mas houve afunilamento para o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador Tasso Jereissati, que substituiu Aécio Neves no comando do PSDB, e o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Nelson Jobim.

No PSDB, há caciques tucanos que gostariam de fazer um apelo a FHC para que ele aceitasse. Afirmam que ele poderia ser convencido. Mas outros tucanos dizem que, por questões familiares e pessoais, ele não toparia.

A escolha de Tasso seria apoiada por setores do Congresso e como um plano B no próprio PSDB, mas haveria maior resistência da oposição.

O nome de Nelson Jobim é visto como uma alternativa que poderia ter o apoio de FHC, Lula e Dilma, porque ele foi ministro dos três presidentes. Jobim é do PMDB. Logo, dialogaria com tucanos, peemedebistas e petistas. Há dois senões. Jobim já fez críticas duras e corretas à Lava Jato, mas isso pode levar a reações contra ele no Ministério Público e no Judiciário. Ele trabalha no BTG, do banqueiro André Esteves, que é alvo das investigações.

*

Demolição social

Desde o início, a ação na cracolândia foi um erro do governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo. Em reintegrações de posse, há aviso aos moradores para que deixem o local e levem seus pertences. No domingo, houve uma ação policial de surpresa às 6h da manhã que prendeu 38 pessoas e expulsou do local centenas de dependentes trôpegos e cadavéricos, muitos dos quais sob a mira de revólveres.

Trata-se de uma ação de higienismo social que não resolve o problema, porque as pessoas não vão desaparecer. O prefeito João Doria argumenta que a ação foi correta, que a região estava sob o domínio de uma facção criminosa, que não havia alternativa, que foram tomados cuidados para não ferir as pessoas e que depois da ação policial viriam as fases medicinal, assistencial e urbanística.

O problema é de difícil solução. Por isso, já dura décadas. Essa ação de ontem, que feriu pessoas numa demolição, é mais uma prova de açodamento e tratamento autoritário que envolve toda a operação. Esse episódio é uma volta ao passado, porque trata questão social como caso de polícia.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
23
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    A solução de transição não passa por Nelson Jobim, ele não tem estatura política nem intelectual para o cargo… é um grosso !
    Quanto à Cracolândia, qualquer solução é difícil, mas não poderia continuar como estava.
    Seria mais fácil se as ONG´s, pastorais e entidades de direitos humanos colaborassem… é mais fácil criticar no conforto do ar condicionado. São farsantes que têm interesses escusos no MAL !

    • Analista Alpha disse:

      Na sua opinião né ?!?!?!? Ser grosso pode ser um requisito para o cargo, depende.

      Curioso que há essa discussão se a eleição direta pode ou não pode. Que eu saiba não há decisão mais soberana que a do povo, não é uma democracia?

      Alterar a constituição pra extinguir a previdência pode?

      Quanto à cracolândia, claro que é difícil, mas não é por ser difícil que deva ser feito o que tem sido feito e da maneira como tem sido feito.
      Se as ONGs podem participar, cabe à prefeitura e ao governo do estado montarem esse diálogo e elaborar um plano.
      Mas eles não tem plano algum, o plano é exterminar as pessoas.

    • walter disse:

      Cara maria Aparecida, acredito que nada de diretas já, vai favorecer os fichas sujas, como o lula, a forçar a natureza…deve ser indireta, até para não custar os olhos da cara…devem ter no minimo uns três candidatos, para não tentarem emplacar, um Nelson Jobim da vida, que realmente, sempre foi um estranho no ninho…precisamos conclamar Alvaro Dias, Ronaldo caiado por exemplo…quem deve definir esta escolha, é o congresso; não precisamos do lula ou FHC…não há moral p/ eles…Quanto ao centro de SP, criticar é fácil, mas o Haddad, ficou quatro anos lá, e não fez nada…incentivou a baderna desenfreada…a Polícia deve ser ostensiva sim…internações compulsórias…e prisão aos criminosos…não deve ter partidos sindicatos, ou sem terra no meio; ou vamos identificar, a tentativa de politizarem, uma sujeira sem fim…

    • Eugenio Barros disse:

      A solução passa por eleições diretas, pois o “congresso” não tem moral para escolher ninguém para presidir o País. Qualquer um que escolherem irá enfrentar as vozes das ruas, logo o melhor é deixar que a população escolha seu governante mesmo que o faça erroneamente. Dirão não que não é constitucional, mas e daí? é constitucional surrupiar os cofres públicos como fazem ao longo dos anos? A Constituição é interpretada pelo STF – Ex. Na cassação de Jackson Lago no Maranhão em 2009 mandou empossar a 2ª colocada no pleito; Na cassação de Marcelo Miranda no Tocantins em 2009, mandou fazer eleição indireta na Assembleia Legislativa do Estado; mais recentemente na cassação de José Melo no Amazonas mandou realizar eleição direta. Então, por que não fazer eleição direta no País e acabar de vez com essa confusão que não interessa ao povo brasileiro, somente aos políticos que se locupletam no poder?

    • Eugenio Barros disse:

      Quanto à Cracolândia, assim como não podemos combater um crime praticando outro os governantes também não podem. Não podemos tirar as pessoas da Cracolândia e colocá-las em outros pontos da cidade, fechar estabelecimentos comerciais, demolir imóveis, sem o devido processo legal. Existe um partidarização de tudo que ocorre no País, mas o Prefeito e o Governador fizeram muita barbeiragem de uma vez só, demolir imóveis com pessoas dentro é aceitável? parece coisa de cinema, o prefeito veio da televisão, mas aqui a vida é real. Vamos contribuir com idéias sobre os problemas sociais – há anos defendo que a maioria dos problemas sociais do País se resolvem com a proibição da circulação do dinheiro em espécie. Só aí acabaríamos com dois crimes de imediato, o tráfico de drogas e a corrupção. Ah isso não interessa a ninguém, mas deveria interessar, pois seria para o bem de todos, aliás sugeri isso a Presidente da República quando de sua reeleição, ela não topou e olha no que deu…

    • carla disse:

      REFORMA POLÍTICA JÁ, com suspensão de todas as atividades parlamentares do país até que as entidades sociais e os cidadãos trabalhadores eleitores contribuintes decidam por Referendo as novas regras, visando também a Reforma Tributária para fiscalização dos que atualmente NÃO podem ser auditados pela receita federal por interesses e determinações políticas exclusivamente.

  2. Joaquim disse:

    Não pode haver saída fora da constituição. A ultima vez que fizeram algo assim acabou na revolução de 64.

  3. mano disse:

    prezados: NOSSA! UAU! A minha impressão é que esta ação da prefeitura e do governo de São Paulo não é eficaz, apesar de aparentemente ser e enganar à primeira vista. O tempo é o senhor da razão.

  4. Wellington Alves disse:

    Eu havia elogiado a forma como foi feita no domingo, sem feridos, pelo governo do Estado. Mas Doria precisava aparecer e cometer erros. Como se desapropria um imóvel em um dia? Fora que par quem valoriza tanto a propriedade privada, arrancar-se-á imóveis dos legítimos donos, porque são pobre, para repassar para grandes corporações. O serviço foi tão bem feito que mandou secretários dar entrevista. O gestor não gosta de dar a cara à tapa.

  5. Marco Túlio Castro disse:

    O golpe da eleição direta já está sendo orquestrado para colocar Lula na presidência já que ele na visão dos políticos envolvidos na Lava Jato é o único com poder político para acabar com a operação.
    Lula ganhou outra vez, conseguiu se livrar da cadeia e salvou a política brasileira.
    Os brasileiros poderão gritar : Tudo como dantes no quartel general de Abrantes.

  6. O MOMENTO É DE UNIÃO PARA SE CHEGAR ÀS ELEIÇÕES EM PAZ! disse:

    Meu Deus, são tantas conjecturas inapropriadas diante da situação moral, política e econômica do país. Os citados têm, uns mais, outros menos, responsabilidades pelo que aí está, consequência de governos corruptos e irresponsáveis. Um mínimo de respeito à opinião pública descartaria a possibilidade desse congresso eleger alguém nesse momento para presidente e é desnecessário enumerar os motivos. As figuras citadas como capazes de conduzir o país como presidente, até às eleições de 2018, acirrariam os confrontos entre os partidos, num momento que o melhor seria a união entre os brasileiros, com o objetivo principal de tirar o país desse caos moral, político e econômico. Seria esperar muito de Temer, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira tomarem posições que permitissem uma solução mais respeitada, mais capaz de unir os brasileiros para começar tudo de novo em 2018? A exma. Ministra Presidente do STF, Carmem Lúcia, é a brasileira, no momento, ideal para tal missão!

    • Eugenio Barros disse:

      Mas você perguntou a Presidente do STF se ela quer tomar conta de tantas “cobras criadas”? só se ela tivesse algum problema existencial.

      • p/Eugenio Barros. disse:

        Não seria questão de ela querer, é que na ordem sucessória de vacância na presidência da república seria ela, caso os corruptos Temer, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira tivessem a sensatez, honradez e vergonha na cara, para reconhecer que o Brasil está acima de seus projetos políticos/pessoais.

  7. Andre Alves disse:

    Kennedy, vc faria como pediria com licença aos traficantes? É assunto de polícia SIM, traficante é bandido, muitos viciados se não eram se tornaram bandidos…a prefeitura diz, agora teremos que aguardar, que irá dar tratamento para aqueles que desejarem se tratar…vamos aguardar…
    Quanto ao cenário político, uma coisa é certa, o Brasil não aguenta outro processo de impeachemant e Diretas nesse momento jamais…a o Lulla precisa ser julgado, se for inocentado, ele terá todo o direito de participar em 2018 das eleições.

  8. ANDRE disse:

    Não sou a favor de fazermos uma eleição direta agora, mas se for para aceitar nomes com Tasso Jereissati, FHC ou Henrique Meirelles, não vejo saída a não ser is as ruas pedir diretas já. O PSDB, perdeu a eleição, fez uma oposição destrutiva e faz parte deste governo que não conta com 5% de aprovação popular e tem os seus principais nomes envolvidos em escândalos. O Brasil está dividido, colocar alguém do PSDB, só vai acirrar os ânimos e seria uma golpe, colocar qualquer pessoa que tente levar estas reformas, sem nenhuma legitimidade. Tem que ser alguém que não esteja envolvidos em denuncias, que transite bem entre a esquerda e direita, com forte compromisso com a democracia, sem intenções eleitorais em 2018, que tenha plena noção de que não tem a legitimidade do voto popular para tocar reformas estruturais.

  9. sergio henrique disse:

    Nelson Jobim é uma boa opção, tendo em vista sua aceitação em vários grupos do congresso, tendo em vista ser um governo de transição, e manteria as reformas, porém, não podemos esquecer que a Constituição amarra eleições indiretas nesse caso, não podemos arrastar por meses discussões sobre mudanças na constituição, o remédil tem que ser rápido e eficaz.

  10. Pablo Diego disse:

    Para eleições diretas tem que ocorrer emenda a Constituição a indireta a escolha é pelo Congresso e já está na Constituição o problema será a escolha. A mais justa seria a eleição direta e acredito que essa estória de Lula é fogo de palha.

  11. Mauricio Quimas disse:

    No caso da cracolândia, os dependentes e viciados devem ser ajudados mas vão continuar como tal a não ser que eles queiram mudar. Não se pode forçar alguém a se tratar. O que não pode acontecer é permitir que dependentes e traficantes determinem a forma de funcionamento da cidade, bloqueando ruas e assustando transeuntes.

  12. Analista Alpha disse:

    Não há decisão mais soberana que a do povo. A Constituição pode ser alterada se for vontade do povo.

    Ou só pode alterá-la por interesses econômicos como a Reforma da Previdência?

    A população tem o direito de escolher seu governante, seja do seu agrado ou não. Assim é a democracia.

    Se não concorda, junte os amigos e tente mudar a constituição, alterando o sistema de democracia para Anarquia.

  13. Alvaro Alencar Trindade disse:

    De fato, as possíveis alternativas políticas para a sucessão, direta ou indireta, são todas comprometidas entre si e com o mesmo esquema.
    Está difícil encontrar uma saída. O dinheiro da corrupção elegeu políticos por todo o país. Em qual deles o povo pode realmente confiar?
    Para eleger qualquer um destes, comprometidos entre si e com o mesmo esquema, ainda que em menor grau, as eleições indiretas não vai resolver. Vai camuflar.
    Por isso, penso que a melhor saída será a feitura de eleições gerais e diretas.

  14. Eugenio Barros disse:

    A PGR tem que oferecer o benefício da delação premiada ao Temer, o mordomo sempre sabe alguma coisa que ocorre em um palácio, quem sabe assim ele renuncia ao mandato, não vai para cadeia fazer companhia ao Cunha e deixa o brasileiro livres do seu governo corrupto?. O que ele vai denunciar? qualquer coisa, ele tem muito a dizer, são muitos anos comando a “serpente”, sabe muito. Quem sabe com sua delação tivéssemos uma verdadeira passagem do Brasil a limpo.

  15. Jonas disse:

    O senado e a câmara dos deputados são os grandes responsáveis pelo caos atual, e por isso não tem moral para “resolver” nada ou falar sobre “reformas”.
    Precisamos de DIRETAS JÁ para deputado estadual/federal, senador e presidente.
    Todos os atuais políticos dos 3 poderes deveriam se tornar inelegíveis e entrar com infâmia para história da república bananeira do brasil.

  16. ANTONIO EDMILSON SI disse:

    No meu humilde entendimento o nome mais apropriado para o Cargo de presidente neste momento seria o Cristovão Buarque…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-30 08:31:43