aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-09-2013, 15h42

STF contraria opinião pública

11

Comentários
11
  1. VANDEILTON FERREIRA DE SOUSA disse:

    A POPULAÇÃO OU A GRANDE MÍDIA FOI CONTRARIADA? NUM PAÍS CAPITALISTA O CAIXA DOIS NUNCA VAI ACABAR,

    POIS O GRANDE CAPITAL SEMPRE VAI ENCONTRAR UM JEITO DE GASTAR PRÁ RECEBER DEPOIS, SEM DECLARAR AO IMPOSTO DE RENDA, INCLUSIVE PORQUE AS DOAÇÕES SÃO FEITAS ALEATORIAMENTE. QUEM GANHAR, PAGA A FATURA.

  2. luis carlos badin disse:

    Eu já sabia!!!!!

  3. Shirlei Ferreira disse:

    Se era para cuspir na cara do povo brasileiro, não precisava falar tanto. NÃO DÁ MAIS PARA TER ESPERANÇA NUM PAÍS MELHOR. ESTOU DECEPCIONADA.

  4. Gladstone Pedrosa disse:

    Kennedy,
    Boa tarde.

    Alguém pode explicar para que serviu aquele circo durante o ano todo, se sabiam que não valeria nada?
    O Joaquim virou personalidade nacional. Até ganharia para presidente.
    Pobre Brasil. Vai continuar na mão destes vagabundos para sempre.
    Um abraço,
    Pedrosa.

  5. marcos moukin minatogawa disse:

    O viés dos votos de juízes que foram nomeados não por mérito e sim pela afinidade partidária , já desqualifica qualquer argumento pela revisão das penas.

  6. RGS(PESQUISADOR) disse:

    O ministro do STF,Marco Aurélio de Mello,disse a bem pouco tempo;”O STF ACEITANDO OS EMBARGOS INFRINGENTES – ESTARÁ LANÇANDO-SE NO ABISMO!!!!.Hoje,depois de vermos e ouvirmos quase tudo a respeito deste suposto “julgamento” – Podemos afirmar; existe um verdadeiro abismo entre o povo e os 3 “poderes”e em especial o Judiciário.Torna-se urgente a criação de um quarto “poder” verdadeiramente democrático e em observância ao clamor das ruas – E evidentemente,com justiça. Onde de fato e de direito;TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI!.Onde não existe dois pesos e duas medidas para tratar uma ilegalidade,de um mesmo crime.Muito menos “MANOBRAS” politíqueiras,as quais a tudo dá o seu “jeitinho”.

  7. RGS(PESQUISADOR) disse:

    A partir deste momento, todos estão convocados a fazer um protesto como jamais visto no Brasil – Inclusive, os presidiários(o deputado presidiário Natan Donadon é o mais notável,deve encabeçar o protesto), tem o direito democrático de manifestarem-se,de forma pacífica com cartazes feito em cartolina,em papelão, na própria camisa.O clamor tem que ser muito maior do que fora até a presente data!.Se trilhamos o caminho democrático,logo,devemos fazer uso dos meios legais,para continuarmos a nossa longa caminhada!.

  8. Meu sentimento é de decepção ,vergonha ,desilusão e sem esperança no futuro de nossa nação .Os poderosos nunca são punidos em nosso país e o povo sempre vai entrar pelo cano .Decepção e luto!!!!

  9. Levy disse:

    Desculpa Kennedy, mas foi a opinião publicada e não a pública que foi contrariada.

  10. Maria José disse:

    Espero que os honestos que publicaram essas baboseiras aí e entendem tão bem do Direito, nunca precisem ir pra justiça. E se forem tenham direito aos recursos que forem necessários. Essas pessoas acreditam que nunca precisarão ir a tribunais porque acham que são honestas demais. Mas o recurso é um direito democrático para qualquer cidadão. Isso é democracia. E todos podem passar por isso, mesmo que em causas pequenas, como acidentes de trânsito, código do consumidos, injúria raciais. Lembrem-se que as decisões do Supremo são espelhos para outros tribunais. A primeira, segunda e terceira instância servem para isso. Agora se os réus são julgados em uma única instância têm direito aos embargos. Isso não significa impunidade, mas sim, democracia.

  11. Roberto Sa disse:

    Isto é apenas a opinião publicada. A verdadeira opinião pública está nas periferias, nos ônibus, nos trens e nos metrôs lotados. É formada por pessoas que trabalham o dia inteiro, gastam horas se locomovendo de e para o trabalho e se informam nas rádios comunitárias ou em lan-houses baratas. Quem não vive nesta realidade não tem como entender a verdadeira opinião pública, por isto se surpreende quando as fantasias da opinião publicadas são desmascaradas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-08-17 12:14:39