aki

cadastre-se aqui
aki
Política
28-04-2015, 21h48

STF derruba estratégia de prender para forçar delação

10

Postado por: ISABELA HORTA

O Supremo Tribunal Federal (STF) mandou nove empreiteiros presos na operação Lava Jato cumprir prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica. Foi uma votação apertada na segunda turma do tribunal: apenas 3 a 2.

O STF deu uma no cravo e outra na ferradura. É claramente uma derrota da estratégia do juiz federal Sérgio Moro de manter acusados presos a fim de que possam fazer delação premiada.

Para os advogados de defesa, foi um alento, porque, na sua argumentação, o ministro Teori Zavascki comparou a uma prática medieval manter alguém preso para forçá-lo a delatar.

A decisão apertada do STF desta terça sinaliza divisão em julgamentos futuros sobre a Lava Jato no Supremo.

*

Apesar de ainda não ter confirmado oficialmente, Marta Suplicy já tem compromisso com o PSB. A senadora pediu desfiliação do PT, partido em que ficou por mais de 30 anos.

Marta quer negociar as alianças para ser candidata a prefeita no ano que vem. É uma má notícia para o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

A candidatura da senadora também ameaça os tucanos, porque ela é um nome forte na disputa eleitoral. Por isso, Marta é um plano B do governador Geraldo Alckmin. Se o PSDB ficar fora do segundo turno, Alckmin pode apoiar a senadora.

*

Confira o comentário:

Comentários
10
  1. César disse:

    Chegamos a conclusão de que no Brasil o crime compensa…E muito!

    • walter disse:

      Caro, não se preocupe, esta tática foi tentada, para o paulo roberto e o duque; quando eles são presos novamente, ficam mais tempo; o supremo na figura do teori, facilita a vida deles.
      Este crime do colarinho branco, é difícil…a pf tem que encontrar o “rastro do dinheiro”; construir provas robustas, leva tempo.
      a diferença do lava jato, para o mensalão; tinhamos o JB, um juiz implacável, como esta sendo o Moro…a diferença, foi a surpresa do Joaquim…agora os meliantes estão mais espertos, e contam com mais álibis…mas a delação vai trazer a tona, muita coisa; muitos não poderão justificar patrimônio; cadeia neles..

  2. Itamaraty Em Chamas disse:

    De qualquer forma, prender para forçar a delação seria uma prática ilegal, e levaria à pedidos para invalidar os processos. Ao garantir a liberdade desses indivíduos, o STF preservou a legalidade do processo, oque é o primeiro passo para evitar a impunidade. O fim de garantir que as testemunhas não fossem pressionadas/convencidas pelos envolvidos diretamente durante a investigação foi alcançado.
    A melhor forma agora de garantir novas delações é levar à condenações os primeiros acusados. O medo de ir para a prisão, de forma definitiva, deve ser ferramenta efetiva para que os culpados assumam seus crimes e apontem os outros envolvidos que ainda não puderam ser identificados, ou contra os quais faltavam provas por limitações da investigação…

  3. César disse:

    As pizzas no Brasil, estão cada vez mais caras. Deve ser a inflação que chegou até na corrupção.

  4. César disse:

    Talvez, já seja tarde demais, para salvarmos o Brasil das mãos de grupos criminosos, infiltrados nos três poderes.

  5. Getulioi disse:

    Deve ter lido os metodos da ditadura; prender essas pessoas funciona como tortura e sob; muitos admitem confessam o não fizeram, demorou para o STF tomar uma decisão dessas o “juiz” estava passando por cima do estado direito queiram ou não ainda existem leis nesse pais e se , faz suas leis, toma suas propias decisões se torna um ditador e passa por cima da lei.
    Os holofotes em sua direção devem ter ofuscado suas visão.
    Quanto a Marta; só futuro podera dizer como vai ser sua receptividade junto as pessoas ao sair do PT e tentar novos rumos politicos, em minha opinião não vai longe já que para o lado que se dirige é tão ou mais corrupto e asqueroso .

    • César disse:

      Tortura de verdade passa o trabalhador todos o dias, em ônibus, trens, e Metrôs lotados, ou quando ficam doentes, e vão para o SUS, ou para arrumarem uma vaga em creche para os filhos, para poderem trabalharem. Isto sim é tortura! Sabe por que? Porque, roubaram o dinheiro que deveria ser usado para fazerem as melhorias nos serviços públicos.

  6. nelson germano disse:

    aqui no Brasil, rico nao fica preso. os caras roubaram, desviaram bilhões, e ainda tem gente que defende esses pulhas. por causa de pessoas come essas que defendem o rigor da lei que só prende pobre, é que nosso país está nessa merda atualmente. minha opinião é que tem que prender sim , e todos os bens dessas pessoas e de seus próximos, tinham que ser revertidos para o país. prendem os caras e o dinheiro fica onde está. isso em que acabar..nós nao temos mais saúde, segurança, ensino, tudo por causa da corrupçao que se instalou nesse país. então todo corrupto, é um assassino em potencial, pois o dinheiro que foi desviado provocou a morte de milhares de pessoas. tem que prender sim, e sem direito a reduçao de pena. falei.

  7. Gustavo disse:

    Mera coincidência: os fins justificam os meios. Até quando bandido vai ser tratado como cidadão???
    Caro Kennedy, sua memória deveria ser refrescada com uma propaganda veiculada pela televisão onde o próprio governo petista assim colocou a situação da cidadania: PARA TER, PRECISA SER! Senti sua euforia em afirmar que o voto do STF DERRUBOU o “metodo de obter delação premiada”, ou seja é melhor eles não falarem mais nada e e a corrupção “rolar solta”. É melhor para o país. Afinal de contas, para quem o assassinato do prefeito Celso Daniel é um meio justificado para tamanho fim, corrupção e ladroeira é “pecado pequeno”. Com todo o respeito, em relação aos ministros do supremo que assim determinaram a prisão domiciliar, vale a máxima: ESSE É O PAÍS ONDE A PRAXE VENCE A INTELIGÊNCIA”.

  8. NETO DE PRESO POLÍTICO disse:

    Para os amigos do poder – brancos, bacanas, bonitos, bandidos e bilionários – as benesses da lei.
    Para o povo – pretos, pobres, pais de família, professores e policiais – os rigores da lei.
    Vergonha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-27 03:40:15