aki

cadastre-se aqui
aki
Política
09-08-2018, 7h56

STF é retrato de elite sem compromisso com os pobres e o país

Aumento salarial de 16% é imoralidade chapada
21

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

A decisão do Supremo Tribunal Federal de propor um aumento de 16,38% para os salários de seus 11 ministros a partir de 2019 é um retrato da elite brasileira. Mostra falta de compromisso da elite e do STF com os mais pobres e com o próprio país.

Haverá um efeito cascata, com elevação de salários no Judiciário, no Ministério Público, no Legislativo e no Executivo. O impacto variará dos R$ 3 bilhões aos R$ 4 bilhões anuais, de acordo com estimativas de técnicos do Congresso Nacional. A diferença se deve à incerteza sobre o efeito nas contas de Estados e municípios.

Como a remuneração de um ministro do STF é o teto constitucional do serviço público, a cada subida, os demais salários do funcionalismo do país são puxados para cima. Se o STF dá um mau exemplo, por que senadores, deputados federais e estaduais e vereadores deixarão de elevar os seus vencimentos?

Aliás, o padrão no Judiciário e no Ministério é ganhar acima do teto de R$ 33,7 mil. Não há dúvida de que esses salários continuarão a superar o novo teto salarial quando aprovado. O valor será de R$ 39,3 mil, mas o céu sempre é o limite para magistrados e integrantes do Ministério Público que dizem ser insuportável tocar a vida com os ganhos atuais. Eles deveriam refletir sobre quão privilegiados são no país real em que vivem.

Detalhe: não foi dada ontem uma palavra do STF a respeito do fim do auxílio-moradia. A Suprema Corte vai empurrando o tema com a barriga. O aumento salarial e a manutenção de penduricalhos são uma imoralidade chapada, para usar expressão cara ao ministro Luiz Fux, pai da liminar que criou a farra do auxílio-moradia.

A decisão do STF tira autoridade do Judiciário para ser o farol ético do país, como pretendem magistrados e procuradores que entoam seus feitos de combate à corrupção. Só o egoísmo social e o encastelamento num mundo de privilégios explicam propor um reajuste numa hora de grave crise fiscal, com a volta de doenças do século 20, com cortes na saúde e na educação e com desemprego na Lua.

A História vai julgar. Que composição! Que colegiado!

A decisão dos ministros remete ao famoso diálogo entre Sérgio Machado e Romero Jucá: “Com o Supremo, com tudo”.

*

No áudio abaixo, ouça os comentários sobre esse tema, feitos no “Jornal da CBN – 2ª Edição” aos 14 minutos e 15 segundos, com complemento a partir dos 22 minutos:

Comentários
21
  1. Antônio de Pádua Elias de Sousa disse:

    Nota de repúdio

    Agora nós brasileiros, dotados ou não de consciência política, devemos deixar a passividade de lado e reagirmos aos arrogantes e descompromissados senhores excelentíssimos do STF – chamada de suprema corte.
    Será um grito de independência, para evitarmos de pegar em arma de fogo ou branca e invadirmos Brasília-DF, pois afinal, “ainda somos um povo pacífico”, mas agora basta.
    Insensíveis, sem vergonhas e imorais, é o que são, indo na contramão da economia do país, ao reajustarem seus próprios salários, em 16,38% para 2019, além de outros privilégios anexados, quais deflagram um efeito cascata, aos demais servidores públicos, entre estes, todos os que ocupam cargos políticos.
    Fica esta nota de repúdio, como título de Abaixo Assinado, para que mais pessoas indignadas se juntem a mim, e possamos compartilhá-la, até que chegue ao planalto, com a finalidade de evitarmos tal aberração.
    Compartilhem e aguardo adesões de quem se sentiu também indignado.

    • Paulo Roberto Zanetti disse:

      Concordo plenamente.

    • walter disse:

      Caro Antônio, o supremo sozinho custa aos cofres públicos, $500 milhões por ano, fora o baile; são havidos por dinheiro, como qualquer advogado que possamos conhecer; não há critérios, já que a câmara e o senado, para conseguir por tabela, certos privilégios, foram dando aberturas, criando um monstro ao longo do tempo…não vamos entrar nas possibilidades de ganhos escusos, que alguns possam ter…não cheguei ao judiciário como um todo, mas o funcionalismo por tabela; TODAS as vezes, que são decretados aumentos ao STF, que não deveria ser decidido por eles, por efeito cascata, todos dos três poderes receberão o mesmo, sem acompanhar os limites estabelecidos pela constituição; tem alguns que são mais iguais que outros, e ganham sozinhos, por burlar a LEI, mas de 500 mil por mês, este supremo jamais fez qualquer coisa para impedir; Lewandowisk, sujeito sem categoria para ser ministro, afirmou que a lava jato vem recuperando ativos; considerando que não gosta da operação é uma piada…

  2. Roberto Printel disse:

    desconectados da realidade nacional… são a cara da falência de um sistema burocrático que prioriza o funcionário publico em detrimento dos serviços públicos que eles deveriam prestar.

    • walter disse:

      Toda a razão caro Roberto e Kennedy; na essência, qualquer advogado é sinônimo de fabulosos ganhos no judiciário, quando encaram uma causa; coitado do contratante, se não for de posses, estará fadado a “banca rota”…falar do STF chega a ser “nojento”, ali ninguém admite estar fora de orbita; para começar na proporção ideal, ganham muito, nosso supremo, é o mais caro do mundo; na questão da prescrição dos desvios; golpes praticados contra o erário, ficou clara a discrepância, nas decisões tomadas pelo colegiado; “verdadeira casa da nega maluca”, a votação já estava definida, que os desvios deixariam de ser cobrados após 5 anos; estava 7X2; quando um dos ministros chamou atenção, com outra retórica, alegando que não deveria ter prazo para a união recuperar o desviado; argumentando por tabela, que já fazia parte da constituição; ou seja, “em qualquer tempo ou lugar”; mudaram de ideia, ministros voltaram atrás; Mostra com clareza, não fazem a lição de casa, só pensando em seus danos…

  3. NIVEO SOUZA disse:

    STF está colado na história da apropriação de benefícios, privilégios e da escravização do povo deste Brasil.

  4. Marco Antonio disse:

    É muito revoltante! Se tiver abaixo-assinado eu assino!

  5. Miguel Ângelo disse:

    Nós encontramos a todos os cantos, e até em jornais, economistas falando a favor do capitalismo, o Estado neutro, ou até mesmo inexistente na economia. Estes magnânimos senhores, só conhecem esta visão quando voltados a especulação financeira, embrolhos de uma só bolsa e seus articuladores políticos e financeiros. Em verdade uma grande parte de empresários são devedores eternos, por décadas de Bancos públicos. BNDES estimula a vida boa, com renegociação, repactuação e mesmo as negociações para uma classe A econômica. E quem trabalha em Banco, sabe que é mais difícil receber de um milionário, do que de um pobre classe D e C. Que não pagam porque perdem seu emprego ou entram na ciranda da agiotagem legalizada dos Bancos. Esta elite financeira é bancada pela miséria do povo. E não simplesmente ela, mas os políticos e religiosos que compõem a bancada da fé, que vendem mentiras, transformando-se em imagens em outdoors que ficam milionários pelo dízimo de enganados. Brasileiros acordem!

  6. Dimas disse:

    O Brasil nunca viveu uma revolução de fato. Por isso, a nossa elite pratica abusos cada vez mais abertos, públicos como a jogar isso na nossa cara. Analfabetos políticos foram conduzidos as ruas ṕara apoiar essa gente. Até quando suportaremos esse descalabro? Quando nosso povo assumirá verdadeiramente a cidadania e perseguira a pauladas essa elite escarnecedora?

  7. Ezequiel lima disse:

    Quando a classe dos garis fazem greve pra ganhar mais um dinheiro pra levar o pão e leite para os filhos o judiciário decreta logo a ilegalidade .

  8. ricardo dourado disse:

    É triste e desanimador morar nesse país. O Legislativo , está ai , é um mal necessário dessa nossa tosca democracia mas que de certa forma eles tem algum receio da má repercussão de suas ações , pois dependem da sua imagem para voltar as mordomias . Esse Judiciário , faz o que , são saqueadores do erário ,não estão nem aí para repercussões negativas , não estão nem ai para o País , para crise qualquer que seja , estão acima de tudo e de todos . Estados falidos e o poder judiciário mantendo seus banquetes , juízes , procuradores , promotores , recebendo todo tipo de beneficio , enquanto o pais discute um Deficit de R$ 140 bilhões para o próximo ano. o Orçamento é o mesmo , se esses Deuses da república puxam uma fatia ainda maior pra si e seu efeito cascata , vai faltar pra outros e nos sabemos bem pra quem.

  9. Alberto disse:

    Nenhuma novidade na terra do funcionalismo público e sindicatos.

  10. É justamente aí nessa falta de compromisso com os mais necessitados do STF-MPF-Polícia federal mancomunado com a direita e a mídia tradicional golpista que o Lula ganha ponto com o povo brasileiro.
    Lula é o único candidato junto com Manuela e Boulos que têm compromisso com as minorias, o resto é comprometido com banqueiros, empresários e agronegócios.
    Lula já mostrou que não somente sabe dialogar como é competente.

  11. WESLEY disse:

    Acredito que deveria ficar mais claro que parte do funcionalismo público que realmente se beneficia com esse tipo de efeito cascata, a forma generalizada que é apresentada leva a crer que todos os servidores públicos “vão se dar bem”, o que é completamente longe da realidade, a grande maioria de servidores públicos no país é formada por professores e policiais e não vemos professores e policias ganhando nem perto de algo imoral como 40 mil + penduricalhos. É preciso parar de demonizar o funcionalismo público como um todo e começar a especificar bem detalhadamente quem se beneficia dessas decisões.

  12. Lucas TB disse:

    Como disse o grande Raul Seixas: Quando acabar o maluco sou eu. Também, num país em que prendem gente sem provas e não prendem outros que tem gravações e gravações que PROVAM o ilícitos que eles cometeram… Realmente, esse país não é para amadores.

  13. DIRETO AO ASSUNTO: HÁ CHEIRO DE "TOMA LÁ DÁ CÁ" ENTRE STF/SENADO/CÂMARA FEDERAL! disse:

    Isso é mais uma vergonha protagonizada por esse STF que será lembrado como uma instituição que escarneceu da nação brasileira. Diante de uma crise como a atual, moral, política e econômica, cidadãos com salários privilegiados em relação à maioria da nação, dão péssimo exemplo de cidadania. Não bastassem os inúmeros desatinos de alguns de seus membros, embaçando claramente a ação dos que querem combater os bandidos corruptos que dominaram a política nacional, colocando em liberdade tais bandidos, agora essa atitude vergonhosa (para quem tem vergonha na cara, não para eles). Se o Senado e Câmara, antros de bandidos em sua maioria, prestes a irem para a cadeia, aprovarem esses aumentos, ficará claro que há um “acordão” implícito nisso tudo. Se aprovarem esse vergonhoso aumento, numa hora dessas, com certeza teremos o direito de imaginar que muitos dos bandidos do Senado e Câmara Federal estarão sendo “aliviados” nos processos judiciais que respondem. Será mais uma vergonha nacional!

  14. "DISENTERIA VERBAL E DECREPITUDE MORAL" - A EXPRESSÃO MAIS QUE PERFEITA! disse:

    Infelizmente temos que reconhecer que o mais temível aconteceu: a corrupção institucionalizada no Executivo e Legislativo, contaminou o STF! Embora seja algo difícil de provar, não há como não “sentir”. E isso é muito grave. Se o Judiciário é o último baluarte da sustentação democrática, o que deveria ser o STF? E pode uma instituição ser baluarte de alguma coisa, se não demonstra espírito de cidadania? É muito triste o que temos visto como exemplo de cidadania da mais alta corte judicial do país.

  15. DIRETO AO ASSUNTO: É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO - VIVA A LAVA JATO! disse:

    Bandidos roubadores de cofres públicos travestidos de governantes e políticos ainda dá para aceitar, desde que haja uma Lava Jato que os enfrentem e os coloquem na cadeia; bandido de toga é inadmissível que exista!

  16. João disse:

    Se alguém ainda tinha alguma ilusão qto ao supremo… vão levando de cambulhão…. (uma expressão cara a um dos ministros…)…. como disse o jucá….. com o supremo e tudo….

  17. Anita Driemeier disse:

    Eu falo que nós, povo brasileiro, somos escravos do “Três Podres Poderes da República”. Não temos direitos, só deveres, vivemos na lama e elles tripudiam sobre nossa inteligência e dignidade!
    Somos um povo pacato e tolerante, maleável e sem tutano!
    Nestas eleições teremos pela primeira vez em décadas a possibilidade de mudar, de tirar de mãos espúrias o poder!
    Espero que isso aconteça!
    Não temos como prever o futuro, mas com absoluta certeza Bolsonaro/Mourão representam a mudança, sendo eleitos cai a quadrilha que se reveza no no comando do país visando apenas a roubalheira, sem se preocupar com a decadência assustadora de valores morais e materiais da nação!
    Renovação: nossa única e última chance de sobrevivência!

    • P/ ANITA DRIEMEIR - É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO - VIVA A LAVA JATO! NÃO AOS CORRUPTOS NAS ELEIÇÕES! disse:

      Concordo com você: a única esperança está nas mãos de Bolsonaro/Mourão. É necessário um exemplo moral vindo de cima, idéias diferentes dos desatinos institucionalizados por Executivo, Legislativo, Judiciário – não só das quadrilhas PT/PMDB, mas também do PSDB e de todas as outras quadrilhas travestidas de partidos políticos. É uma farinhada do mesmo saco, incorrigível, quase que indestrutível. Por isso mesmo nós, eleitores, temos que entender que, sem uma mudança radical no Senado Federal e Câmara Federal, será muito difícil Bolsonaro/Mourão governarem – sem se dobrarem aos corruptos. Como eles não farão isso, pois é só olhar em seus olhos para se verificar isso, com certeza, algo indesejável pode tornar-se imprescindível acontecer! Façamos, nós eleitores, nossa parte: além de votarmos em Bolsonaro/Mourão, devemos renovar completamente o Senado e Câmara Federal, não reelegendo os corruptos que lá estão atualmente!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-11-19 19:46:20