aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-04-2016, 9h45

Temer avalia Meirelles, Armínio e Serra para Fazenda

Senador do PSDB paulista também é cotado para Saúde ou Educação
41

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Para ocupar a Fazenda em um eventual governo Temer, os realmente cotados hoje são Henrique Meirelles e Armínio Fraga, ex-presidentes do Banco Central, e o senador José Serra (PSDB-SP). Além de ser cogitado para a área econômica, Serra poderia ser indicado também para a Educação ou Saúde.

O vice-presidente Michel Temer se dedicará nos próximos dias a articular nomes para o seu provável ministério. Ele precisa se organizar para quando o Senado instaurar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, como é a tendência.

Temer deseja dar um choque de confiança na economia, nomeando para a Fazenda um nome que melhore as expectativas econômicas. Nesse contexto, Meirelles e Armínio são benquistos pelo mercado financeiro. Já Serra desagradaria a boa parte do mercado. Por isso, o senador tucano também poderia ocupar uma pasta de peso na área social.

*

Lula e PT devem pesar prós e contras de manter modo de guerra

A reação do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, no calor da derrota na Câmara, sinaliza disposição da presidente Dilma Rousseff de lutar para manter o mandato. A presidente tem o direito de brigar pelo que acha justo. É do jogo democrático.

Mas o fato é que o governo se inviabilizou politicamente ontem, com uma derrota de 367 votos a favor do pedido de abertura de processo de impeachment. Dilma teve apenas 137 votos contra o impeachment. Contadas as abstenções, sete, e as ausências, duas, que podem ser interpretadas como favoráveis ao governo, apenas 146 deputados ficaram ao lado da presidente.

É muito pouco para continuar governando. Ela quer continuar no mandato para fazer qual proposta ao país? A única carta na manga é essa ideia de nova eleição presidencial, aceitando reduzir o seu mandato. Ora, o mandato foi diminuído na prática ontem.

Outro fato: o vice-presidente Michel Temer conquistou uma maioria expressiva na Câmara. O PMDB e seus aliados, após uma vitória dessa magnitude, têm força para barrar uma emenda constitucional que proponha antecipar a eleição presidencial. Essa emenda só teria chance de ser aprovada em razão de forte pressão popular. Hoje, o vento da rua sopra contra Dilma.

Portanto, a presidente e o PT precisam aceitar a realidade. É recomendável pesar os prós e contras de continuar em modo de guerra. O PT e o ex-presidente Lula terão de avaliar se manter Dilma no poder é uma guerra que devem travar até a morte ou se devem aceitar que a atual correlação de forças é desfavorável à presidente e deverá ter reflexos no Senado, que provavelmente irá instaurar o processo de impeachment.

Certamente, não será a última batalha da vida de Lula nem da história do PT. Tem, por exemplo, uma Lava Jato no meio do caminho. Haverá eleições municipais. Há muitas batalhas pela frente.

Nos próximos dias, ocorrerá mais um confronto direto entre Dilma e Temer, nessa zona cinzenta, nesse vácuo político, que é o tempo da ida do processo de impeachment da Câmara para começar a andar para valer no Senado.

Os aliados de Temer creem ter força política para resolver a situação entre 10 e 15 dias, abrindo o processo e afastando a presidente por até 180 dias, período em que será julgado o mérito do impeachment pelos senadores.

A Câmara criou ontem um fato consumado: a queda de Dilma do poder. Isso dificilmente será revertido. O governo Temer é uma realidade que vai se impor, no que pesem as dificuldades que ele enfrentará. Uma parcela importante da sociedade fará ao peemedebista uma oposição mais dura do que a feita quando Itamar Franco assumiu o lugar de Fernando Collor em 1992.

Ouça o comentário desta manhã no “Jornal da CBN”:

Assista à participação às 0h08 no “Conexão Repórter”:

Comentários
41
  1. Caia a tarde feito um viaduto
    E um bêbado trajando luto
    Me lembrou Carlitos…
    A lua
    Tal qual a dona do bordel
    Pedia a cada estrela fria
    Um brilho de aluguel
    E nuvens!
    Lá no mata-borrão do céu
    Chupavam manchas torturadas
    Que sufoco
    Louco!
    O bêbado com chapéu-coco
    Fazia irreverências mil
    Pra noite do Brasil
    Meu Brasil!…
    Que sonha com a volta
    Do irmão do Henfil
    Com tanta gente que partiu
    Num rabo de foguete
    Chora!
    A nossa Pátria
    Mãe gentiu
    Choram Marias
    E Clarices
    No solo do Brasil…
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  2. O problema do Brasil é a falta de visão dos nossos dirigentes.
    Há muito desperdício de recursos.
    Ontem por exemplo,com a falta de chuvas em São Paulo, poderiam ter colocado os petistas no Cantareira.
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  3. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Os esquerdopatas são maus perdedores. Veja as atitudes raivosas deles frente à inevitável derrota.
    Os sindicalistas-pelegos-capachos não estão habituados ao convívio democrático, apenas com o autoritarismo de quem paga pelo apoio com sanduíches, ônibus, camisetas e dinheiro… puro bazar !

    • maria antonia Gurgel disse:

      A direita e que não soube perder mas ontem eu vi que vocês sofreram a 3 derrota .Cunha foi o grande perdedor do dia so não vê quem não quer..Dilma ganhou em dispara para o Brasil todo ver ,nenhum deles teve argumentos pautáveis para o sim , ao contrario do não todos souberam argumentar muito bem, Parabens Presidente vc venceu mais uma vez…

    • LUIZ ANTONIO FERREIRA disse:

      Esquerda mal perdedora, você ta maluca?

      • maria antonia Gurgel disse:

        Sim hoje o Brasil acordou sabendo quem ser o seu vice Eduardo Cunha ,ate então poucos sabiam quem era na verdade ,mas ontem todos ficaram sabendo.Agora quem saiu ganhando?

  4. Leonardo Gama disse:

    Kennedy, acha que quantos votos favoráveis ao impeachment, seriam tbm favoráveis à proposta de emenda para novas eleições, caso a pressão popular ajude?
    acho que se PSDB apoiasse, a emenda passava, mas tucanos não gostam muito de eleição . . .

  5. Paulada disse:

    Votar contra afastamento de um presidente que não cometeu crime é golpe. O que vi ontem nos discursos do congresso foram a expressão máxima de uma teocracia que irá viabilizar o governo Temer e poupá-los todos, Eduardo Cunha, Temer, seus ministros e todos aqueles que votaram em nome de um Brasil livre de corrupção. Não existem mais Lava Jato, isso é passado, Sérgio Moro irá virar um Joaquim Barbosa, esquecido e sem significado porque não tem mais serventia.
    A impressão que fica é que não importa em que você vote, o Brasil conservador que controla o poder não aceitará a sua escolha, mas sim sempre impor a deles.
    Eu não sei se para mim o Brasil perdeu a credibilidade de vez por causa desta farsa ou pelo que ouvi ontem no teor dos discursos. Oras, estamos no século 21! Minha lógica não funciona com coxinha a meu lado dizendo fora corrupto ao lado de uma imposta teocracia medieval.

    • Luiz Silva disse:

      Para que os governantes não usassem dinheiro dos bancos estatais, foi escrito o PARÁGRAFO 1.o do art.29 da Lei de Responsabilidade Fiscal: “Equipara-se a operação de crédito o reconhecimento de dívidas pelo ente da Federação.”
      Por quê, na defesa escrita, Cardozo só falou do artigo e “esqueceu” do parágrafo?
      Porque Dilma reconhecia a dívida de bilhões com os bancos, mas só pagou no final de 2015. Isso configurou operação de crédito proibida em lei! Logo, Dilma se enquadra no Art.11 da Lei 8.429/92: “Constitui ato de improbidade administrativa praticar ato visando fim proibido em lei.” É PRATICAR ato e não ASSINAR ato. Mesmo Dilma não tendo assinado nada, ela é responsável. Portanto, a presidente se enquadra nos incisos V e VII do Art.85 da Constituição: “São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentem contra: V- a probidade na administração; VII – o cumprimento das leis”. Você entende agora porque o impeachment não é golpe, Paulada?

    • alex disse:

      posso repetir o que você disse: Votar contra afastamento de um presidente que não cometeu crime é golpe. O que vi ontem nos discursos do congresso foram a expressão máxima de uma teocracia que irá viabilizar o governo Temer e poupá-los todos, Eduardo Cunha, Temer, seus ministros e todos aqueles que votaram em nome de um Brasil livre de corrupção. Não existem mais Lava Jato, isso é passado, Sérgio Moro irá virar um Joaquim Barbosa, esquecido e sem significado porque não tem mais serventia.
      A impressão que fica é que não importa em que você vote, o Brasil conservador que controla o poder não aceitará a sua escolha, mas sim sempre impor a deles.
      Eu não sei se para mim o Brasil perdeu a credibilidade de vez por causa desta farsa ou pelo que ouvi ontem no teor dos discursos. Oras, estamos no século 21! Minha lógica não funciona com coxinha a meu lado dizendo fora corrupto ao lado de uma imposta teocracia medieval.

  6. Sergio Mentlik disse:

    Dia seguinte:
    Kennedy.Muito correta tua avaliação feita hoje na CBN. O governo não tem a mínima condição de continuar, pois qualquer medida não passará pelo crivo da camara dos deputados, ou seja, o resultado de ontem diz ACABOU O GOVERNO DILMA.
    Porém, o que é o poder, deveria ela e seus ministros reconhecer a derrota, e fazer uma renuncia coletiva pelo bem do país, afinal não se esqueçam de que Dilma assumiu o governo em 2010 com o legado de LILS,80% de popularidade, jogou isso no lixo. Mesmo que tenha minhas restrições a LILS, isso é um fato. Dilma teve a chance de fazer as reformas necessárias para o Brasil, previdência, fiscal, política, não o fez. Preferiu outro caminho e acabou fazendo tudo errado. As consequencias estão aí, tanto que estamos na situação na qual nos encontramos e não foi por falta de aviso. Governo também é meritocracia, AVISO PRÉVIO PARA ELA. Começa hoje a segunda fase da OPERAÇÃO FORA DILMA. Abraço a todos e parabéns ao Brasil pelo 17 de Abril 2016.

    • Antonio disse:

      Discordo, Dilma não deve renunciar.
      Se Michel Temer, Cunha e Skaf deram um golpe de estado, inviabilizando o governo, Dilma não deve renunciar, deve ficar para ser retirada do palácio pelas pessoas que terão seu nome registrado para que a história cubra de vergonha seus descendentes, da mesma forma que hoje não encontramos descendentes de Lacerda, Auro Moura Andrade e outros conspiradores de 64.
      A economia está em frangalhos já faz dois anos, seis meses mais não fará diferença.

  7. O povo clama por honestidade na política, e mudança de tudo isto que está acontecendo no país, o que está por vir, não vai mudar nada, já falam até no Armínio Fraga, para a fazenda, esquecem que ele foi presidente do Banco Central, vindo de um emprego bem remunerado com o famoso SOROS, para ganhar em torno de 9.000,oo reais, saiu do Banco Central e de repente não voltou para o emprego anterior, virou um dos empresários mais rico da América Latina, o escândalo das cambiais,implantado por ele, que deu ao país, 35 bilhões de dólares de prejuízo, segundo nota do O Globo na época, José Serra na Saúde, e vários outros nomes que nunca acrescentaram nada para o País. O POVO PEDE MUDANÇAS GERAIS!

  8. Romanelli disse:

    LEGAL com certeza a coisa não foi, foi GOLPE
    .
    ..agora, mas se justo ou merecido, pelas mentiras de campanha e pelos erros do governo, o tempo e as forças políticas já decidiram
    .
    ..de qq forma fica a cicatriz ..na falta de regras claras ..com todas as agremiações cometendo o MESMÍSSIMO pecado, inclusive o golpista sucessor, fica provado pro brasileiro que “nossas” instituições não são leais, são frágeis, traíras e manipuláveis como o são a turma da Justiça , Polícia e MP na Lava Jato ..todas sujeitas a todo tipo de pressão e quase que IMUNE ao que parte das urnas
    .
    o povo acostuma, sempre pensaram
    .
    triste pro país ..de qq forma, como vc disse, fica impossível seguir com um governo sem propostas, desgastado e sem base
    .
    Resta pois ainda saber até que dia o mercado vai ficar de bem com Temer que, entre tantas, tb foi citado na LAVA JATO e é amigo de CUNHA
    .
    qto a novas eleições NÃO passa, não interessa ao PMDB nem ao PSDB, FIESP, Fcomercio ou Febraban ..só a LULA e Mrina

  9. walter disse:

    Kennedy conforme combinamos, em tantos meses, com a arrogância e prepotência da dilma, os fatos se consumaram, tudo correu Bem…
    Comemorar…temos um longo caminho pela frente; a dilma subestimou todos, que não poderia ter subestimado; não adianta agora; tentar cuspir no prato que comeu…o lula conviveu com o pmdb, por 8 anos
    Finalmente, estamos confirmando, que a dilma HJ, não tem um terço do congresso…vou mais além, e nem do Senado
    Seria brilhante e digno, ela “pegar o seu banquinho”; agora querem propor novas eleições, com “URNAS BATIZADAS”; este é o sonho do lula; pretende inclusive, continuar a sonhar, em ser ministro…não respeitam o País, e nem ligam, se ficarmos uns seis meses parados; estaremos mais uma vez, nas mãos do SUPREMO; mais uma coisa é certa, teremos que mudar tudo…

  10. Jeferson Carvalho disse:

    A luta está apenas começando, o Brasil vai parar se Michel Temer assumir! Tirar Collor que não tinha apoio nenhum é fácil, agora a Dilma é outra história. Tem o Senado e o STF.

  11. Daniel disse:

    E assim evidenciamos o desgaste politico do Sr. Lula, que não fez diferença nenhuma na votação. O mito caiu. O poder esvaiu-se. O foro já era.
    Em breve o veremos no xadrez.
    Tchau querido.

  12. davi disse:

    É o momento do povo “ABRIR OS OLHOS”. Os votos de prosseguimento do processo de impedimento é só um passo em direção AO QUE O PAÍS PRECISA. A POPULAÇÃO NÃO DEVE SE ACOMODAR. Ontem 17/04/16 houve uma vitória (apenas) entre (des”governo” e oposicionistas). O POVO AINDA NÃO SABE SE: VAMOS TER MUDANÇAS DE MELHORA GESTÃO SOCIAL, ESTRUTURAS BÁSICAS DE DIREITO E EMPREGO. A população tem que exigir, e vai exigir, PROPOSTAS E GESTÃO COMPETENTE (DE TODOS NOVOS GOVERNANTES/REPRESENTANTES). E O JUDICIÁRIO FAZER JUSTIÇA COM PUNIÇÃO EXEMPLAR AOS QUE (LESARAM) A NAÇÃO EM FAVOR PRÓPRIO. P.U.N.I.Ç.Ã.O./ À classe politica: REFORMA, dos direitos políticos (Eles tem regalias demais, e não as merecem). Deveres e Direitos iguais ao cidadão de bem. Análise de produtividade, Salários, Aposentadoria e etc, igualmente ao que é votado ao trabalhador. Aí sim o Brasil começa a mudar/melhorar. (Diminuindo privilégios da classe politica), esses caras tem que trabalhar!, e produtivamente.ElesVãoVer!!

  13. Fernando B Almeida disse:

    Eu sou pró-governo, sou legalista. Mas as análises do Kennedy são as melhores, mais reais e sem paixão do tipo Rede Globo “ainda não dá pra comemorar”.

  14. Antenor disse:

    Contra a força não há resistência! O pt, o Lula, a Dilma e seus seguidores precisam entender que a FORÇA, que é o POVO BRASILEIRO, não os quer mais. O pt, o Lula, a Dilma e seus seguidores têm todo o direito de espernear, choramingar e repetir o mantra “é golpe” “golpistas” e coisa do gênero. Mas, a grande verdade é que quem sai muito mais derrotado nessa situação é o vendedor de cargos públicos a troco de voto contra o impeachment (o falastrão Lula). O tal vendilhão, nadou, nadou, nadou e… morreu na praia. Foi notório o desespero dos “vermelhos”, ontem, quando iam ao microfone da câmara. Provocações, xingamentos e até cusparada!!! Esse é o estilo “vermelho” de agir e enfrentar a realidade dos fatos. O Brasil está próximo de se livrar desses desequilibrados.

  15. MARINA SIDRIM TEIXEIRA disse:

    senti falta no seu comentário, de uma alusão à “qualidade” da votação ontem! Uma pessoa como você não pode ignorar este fato deprimente.

  16. Marcellus disse:

    Henrique Meirelles e Armínio Fraga, ja é uma luz no fim do túnel.

  17. Marcel disse:

    Há males que vem para o bem, o lado bom do fracasso do governo Dilma foi o ressurgimento organizado da Direita Democrática, que tinha sido demonizada na país após o regime militar que tinha viés de direita mas com perfil autoritário. Serviu para lembrar aos brasileiros que ditaduras são ruins não importa o seu viés politico, vide Venezuela e Cuba que são ditaduras de esquerda (mal e porcamente disfarçadas com supostas eleições) e destruíram seus respectivos países.

  18. Carlos Alencar disse:

    O povo se interroga por que Dilma ainda não renunciou. Ela está empesteando o ambiente econômico e destruindo de vez a reputação do PT, que está vivendo de uma espécie de “peronismo de corpo presente” ao se agarrar à ideia de que Lula, no fim da vida, adoentado e sob séria ameaça de prisão, volte a ser presidente. Lula nunca ganhou uma eleição no primeiro turno, e após todas as acusações contra ele e o desastre da gestão petista, é um figurante c/ grave rejeição eleitoral e prestes a sair de cena.

    O fanatismo petista o apequena e isola da sociedade. Existe um momento de recuo p/ a reflexão e faxina interna.

  19. Alberto disse:

    Na Câmara o (des)governo foi derrotado nos dois embates.O(s)próximo(s) depende(em) do Senado.A orcrim não sabe ser derrotada.Até cusparada houve.E o AGU? Patético. Até o datafolha se rendeu ao pesquisar as participações na capital paulista(250 mil para os a favor e 42 mil para os contra).De resto é choradeiora,choradeira e apenas choradeira,rsrsrsrsrs

  20. maria antonia Gurgel disse:

    O grande perdedor foi Eduardo Cunha! Dilma venceu o 3 turno com dignidade.Nenhum dos que votaram a favor conseguiram argumentar,mas todos os que votaram contra tiveram argumentos de sobra ..Se ela sair deve sair de cabeça erguida ,tudo o que ficou explicito ontem e que ela não cometeu crime algum ao contrario do Cunha ..

  21. ROBSON disse:

    Kennedy,

    Temos que levar em consideração, que para ter uma nova eleição, os titulares tem que abrir mão de seus mandatos. Não depende somente da Dilma querer. Temer também teria que abrir mão de seu mandato de vice presidente. Em resumo: Essa possibilidade não existe. Temer tem assegurado seu direito de terminar o mandato e com certeza não abrirá mão e deixar de realizar o sonho de se tornar Presidente da República.

    • ANA MARIA disse:

      E pensar que fomos nós que demos a ele essa chance!!!
      Um cara de ficha suja ser presidente de um país. Realmente, cada povo tem o governo que merece.

  22. Ailton disse:

    Meus amigos, o que nós vimos ontem com as manifestações pro e contra a Sra. Presidenta já estar declarado o fim desse governo os fatorantes a continuação do governo caiu em torno de 50% , onde os contras permaneceram no seu mesma patamar. Ela teve tudo para reverter situação, digo mais uma vez a omissão do governo ajudou por derrotá-la.

  23. IVANILSON LOPES DE SOUSA disse:

    sinceramente não vejo sentido em colocar na cadeira de presidente. Michel Temer e como seu vice o mal intencionado Eduardo Cunha, isto é uma vergonha para o nosso país.

  24. Alladin disse:

    O PT e seus dirigentes nesse momento se comportam como aquele piloto de avião que mesmo antevendo um desastre, pois está em queda vertiginosa e sem controle, faltando menos de 500 metros para estatelar-se no chão, diz ao microfone, que por enquanto está tudo bem, pois ainda estamos no ar.
    A única suposição que se pode fazer é que tentam a todo custo manter o poder, por medo de perder foros privilegiados e responder longos e dolorosos processos na justiça. Não se pode pensar em outra coisa.
    O PT está fora do jogo e não tem cacife para propor nada e pedir ou exigir coisa alguma, pois está mais por baixo que barriga de jacaré.
    Lamentavelmente que um partido que de uma forma ou de outra começou com uma história bonita, hoje esteja rastejando e se humilhando. É triste! É de dar pena! É de dar dó!

  25. Coloquem o Armínio Fraga o cara e um gênio em finanças e possuiu o respeito necessário no Mercado Financeiro.

  26. Super Sufrágio disse:

    Petistas são incorrigíveis. Agarram-se a seus valores ideológicos como quem se agarra à uma boia salva vidas. Alguns ainda falam em golpe. Veja-se se nesta altura do campeonato isto ainda é conversa válida. Ontem, em minha região, quanto foi atingido o número mínimo de parlamentares para a o envio do processo ao senado, houve queima de fogos, brados vitoriosos. Os petistas evoluiriam muito se conseguissem ter um mínimo de vergonha na cara, Se ao invés de agirem como fanáticos religiosos, se portassem como cidadãos. Pior é que realmente, decididamente, não enxergam o potencial de negatividade deste projeto petista de poder em que se enfia a mão no bolso das pessoas sem nenhuma cerimônia para garantir a execução de planos assistencialistas que são criados como forma de eternizar o petismo no poder. O brasileiro sabe votar, sim, mas nem todos.

  27. É PRECISO PASSAR O BRASIL A LIMPO! disse:

    1 – É claro que para o Ministério da Fazenda tem de ser um nome que agrade ao mercado financeiro para agradar ao mesmo, pois o país precisa urgentemente de confiança, para que venham investimentos;
    2 – Ao mesmo tempo é necessário não se esquecer da “opinião pública” – do eleitor – que não admite mais corrupção. Para isso é necessário que a Lava Jato continue com força, “DOA A QUEM DOER”, pois o fim da corrupção faz parte dos anseios do povo. Além da Lava jato continuar, seria conveniente leis que apenassem com mais rigor aos ladrões de cofres públicos!
    3 – Como está caindo a Presidente da República, políticos, empresários de porte (muitos na cadeia) tem que cair Renan, Cunha e todos os conhecidos corruptos com investigações e processos em andamento!
    Caso contrário o novo governo já iniciará sob suspeição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-23 10:00:27