aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-07-2018, 21h24

Temer errou ao não envolver presidenciáveis no acordo Embraer-Boeing

Ciro tem um ponto ao contestar negociação
14

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente Michel Temer cometeu o erro de não ter consultado ou de não ter dito que consultaria os candidatos à Presidência a respeito da compra da divisão de jatos regionais da Embraer pela Boeing. FHC fez algo parecido em 2002, quando firmou novo acordo com o FMI (Fundo Monetário Internacional). Lula e Ciro foram ouvidos à época.

Ciro Gomes (PDT) divulgou carta hoje enviada à Embraer dizendo que o negócio não deveria ser concluído sem anuência do próximo governo brasileiro. Faz sentido. Ele também agradou a um segmento nacionalista do eleitorado com essa atitude.

Temer deveria ter envolvido os presidenciáveis nesse debate. Não há motivo para dar um aval açodado, querendo com esse negócio, sob pena de o acordo fracassar no ano que vem.

*

Ponto fraco

Será importante ver a reação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha a respeito da condenação da mulher dele, a jornalista Cláudia Cruz, a uma pena de dois anos e meio de prisão pelo crime de evasão de divisas.

O TRF-4 (Tribunal Federal Regional da 4ª Região) fez algo raro: reformou sentença de Moro, que havia absolvido Cláudia Cruz por falta de provas.

A questão familiar sempre foi prioridade para Cunha. Na guerra política com Dilma Rousseff pré-impeachment, ele tentou obter proteção para a mulher e os filhos, deixando-os fora da investigação da Lava Jato. Mas o governo não tinha força para entregar essa mercadoria. E Dilma também não quis tentar entregá-la.

O comentário sobre Temer, Ciro e Embraer começa aos 35 minutos e 40 segundos no áudio abaixo. A análise a respeito da condenação da mulher de Cunha tem início aos 34 minutos e 40 segundos.

Comentários
14
  1. walter disse:

    Kennedy, nada a ver neste caso, mas uma vez o temer seguiu um processo vantajoso para a Embraer na “venda”, e repito um fato; ótimo negocio com a Boeing neste instante, com todas as garantias aos empregados; a nova empresa vai gerar novos empregos; consultar possíveis candidatos, que nem certos estão para que?…quanto ao Ciro gomes, só quer aparecer para variar…citar o FHC não acrescenta positivamente…Quanto a Claudia Cruz, e a reforma de sentença pelo TRF4, proferida anteriormente pelo MORO, só prova a isenção do Tribunal; uma pena pequena demais, não vão prende la, e nada fará o cunha…a lava jato vai muito longe, nenhum citado pode dormir tranquilo…Não podemos esquecer, que tem investigações e processos, para todos os gostos…seu Palocci vem aí, tem muito a comprovar, nem a Dilma a santa vai escapar…pior fato, foi a Rosa Weber não aceitar a solicitação do MBL, na cassação dos direitos políticos do Lula, por entender que não são qualificados para isso; uma piada…

  2. Jonas disse:

    Era evidente que o governo golpista iria tentar entregar de bandeja as principais empresas do Brasil após o golpe de 2016, mas quem disse que a massa de manobra alienada, que tornou isso possível, pensava ou pensa nessas coisas?
    Queriam era bater panela, fazer dancinha e gritar contra a “currupissão” da forma mais rasa possível.
    Agora dá nisso.

  3. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Esse acordo entre a Embraer e a Boeing deve ser feito muito rápido, exatamente para não cair na vala comum do discurso eleitoreiro…. Ciro Gomes por exemplo, é o símbolo do retrocesso e da insegurança jurídica !

  4. Wellington Alves disse:

    E Moro não sofre nenhuma penalidade?

  5. Alberto disse:

    O tal Ciro contesta até a própria sombra.Tá amealhando votos da pelegada da Embraer e “adjacências ideológicas”.

  6. Diana Oliveira disse:

    Kennedy você viu o isolamento do Bolsonaro hoje no aeroporto de Goiânia. Aquela historinha das uvas hoje na rádio CBN foi tão sem graça.

  7. Acho que o Temer fez super certo, um ótimo acordo para o Brasil. Infelizmente a maioria parece não entender o que é bom para o país.

  8. mano disse:

    prezados: qual é o político brasileiro que merece o nosso voto? O tal Ciro, o tal Bolssonaro, o tal Alckmin, a tal Marina, o tal Dória, o tal Lula, o tal quem, o tal qual? você vai na onda do MBL, do PMDB, do PT, do PDT, do P__ __?

  9. J K disse:

    Essa conversa de que “roubei pra dar estabilidade à minha família” não deveria servir pra eliminar a pena de quem usufruiu descaradamente do produto do roubo. Eu acho que houve um tempo em que as mulheres eram um freio estabilizador aos seus maridos, mas hoje, com todos buscando o “caminho mais fácil pra luxúria”, tão logo se descobre uma fonte, o que se faz é começar a se refestelar o quanto antes.

  10. J K disse:

    Embraer.. na minha opinião, a Boeing ganha mais do que a Embraer, que cresceu e conquistou mercado à partir de quase Zero, e segue sendo uma empresa atual, moderna, inovadora. Ainda agora apresentaram o KC 390 em versão militar mas que deve acabar avançando pra uma versão de transporte de cargas civil.
    A Boeing encurtou o caminho agregando ao seu portfólio aeronaves de médio alcance e 80/120 assentos , onde eles só tinham o 737, de 140 à 190 assentos., com dificuldades para disputar mercado com novos produtos que estão,sendo lançados na China.
    Por fim, ainda há o risco Trump: ele não disse que quer empresas americanas produzindo nos EUA?

  11. Ricardo Magalhães disse:

    Engraçado que não vi ninguém comentando que o acordo coloca a Embraer numa situação menos exposta no mercado internacional a ponto de matá-la no médio prazo. Porque o Ciro não expôs seus motivos reais para ser contra o negócio? Só quer fazer cena e posar de nacionalista para parte do eleitorado. Sinceramente não entendo aqueles que são contra a movimentos do mercado mundial por questões internas de ordem ideológica. No Brasil tem mercado para Embraer? Ou talvez prefiram ver a empresa sucumbir…

    • Alberto disse:

      Corretíssimo caro sr Ricardo Magalhães.

    • J K disse:

      No Brasil TEM MERCADO prá Embraer sim, mas o governo prefere(ia) que a empresa permaneça exportadora para garantir ingresso de U$. Porque a TAM e GOL não compram, mas a azul (Jet blue americana) compra EMB?

      • Ricardo Magalhães disse:

        Uma empresa do porte da Embraer tem que ter pedidos constantes… a LATAM e a GOL não vão às compras com frequência. O que fazer nos anos sem demanda delas?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-11-19 19:45:30