aki

cadastre-se aqui
aki
Política
16-04-2015, 21h56

Temer mostra força ao bancar Henrique Alves no Turismo

4

Postado por: ISABELA HORTA

Em uma demonstração de força de Michel Temer, o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi nomeado ministro do Turismo nesta quinta-feira.

Temer cumpriu um acordo negociado com a presidente Dilma Rousseff no final do ano passado: se Alves ficasse fora da lista de investigados da operação Lava Jato, iria para o Turismo.

A indicação de Alves agrada ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Mas o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ficou contrariado com a perda de espaço no governo.

Afilhado político de Renan, o ex-ministro do Turismo, Vinícius Lages, foi nomeado chefe de gabinete do presidente do Senado. Renan se recusou a indicar seu apadrinhado para outro cargo porque diz que isso seria contraditório com a sua proposta de redução de ministérios.

Agora, será preciso negociar com Renan para que o advogado Luiz Edson Fachin, indicado para o Supremo Tribunal Federal, não seja rejeitado pelo Senado. Fachin tem o apoio dos movimentos sociais e do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

*

Nos últimos dias, houve uma mudança de humor no Câmara em relação ao projeto que amplia a terceirização. A votação da proposta foi adiada para semana que vem, depois que o PT e a CUT conseguiram pressionar deputados que votaram a favor das mudanças nas leis trabalhistas.

Antes, havia apoio para aprovar esse projeto com facilidade, como aconteceu com o texto básico na semana passada. Mas uma reação dura da opinião pública levou deputados a mudar de ideia.

Agora, o projeto poderá sofrer grandes alterações ou até ser engavetado. No Senado, há resistências.

*

Confira o comentário:

Comentários
4
  1. César disse:

    A verdade é que o congresso Nacional continua sendo um grande mercado por onde passam os interesses pessoais dos políticos que mercantilizaram as votações e aprovações de leis. Eleitos pelo povo para governarem em defesa dos interesses do país, legislam em causa própria e como empresários sempre visando lucro e remuneração monetária para eles mesmos e para os seus afilhados políticos. Enquanto isto no andar de baixo, o povo tolo e distraído, briga entre si para saber quem vota melhor. Só para não admitir que não sabe votar e que foi enganado. Admitir isto, nos faria ver que somos “todos” trouxas por estarmos sustentando esta corrupção toda no andar de cima.

  2. César disse:

    O que foi feito é o seguinte: O presidente da Câmara Eduardo Cunha e o Presidente do Senado Renan Calheiros estavam dificultando as coisa para a Presidente da República Dilma Rousseff. A presidente não conseguia aprovar mais nada que precisava aprovar e ainda os dois estavam colocando em pauta projetos que desagradavam o governo como prioritários. A Presidente tenta então mudar a articulação política retirando o petista Pepe Vargas e oferece o cargo para o Ministro da Aviação Civil Eliseu Padilha que recusa o cargo. Com a rejeição de Eliseu Padilha ela não vê outra saída e oferece o cargo para o Vice-Presidente Michel Temer. O Vice-Presidente Michel Temer raposa velha da política, sabe que enfrenta lobos no Congresso Nacional, e sabe também, que o apetite deles é insaciável. E para não enfrenta-los diretamente, está usando a estratégia de jogar um contra o outro. Retirou o Ministro do Turismo Vinícius Lajes indicado pelo Presidente do Senado Renan Calheiros e colou no lugar dele o atual Ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves. Agora o jogo de vaidades e disputa política e de poder dentro do PMDB, está dividido entre os três. E o Vice-Presidente Michel Temer está ganhando, conseguiu barrar ao votações que não interessava ao governo até aqui, mas…O jogo está só começando!

  3. César disse:

    Não vejo nem um deles trabalhando pelo melhor para o país. Só muita cobiça, vaidade, muitos interesses próprios e projetos pessoais de poder.

  4. Marco Túlio Castro disse:

    Para que serve o Ministério do Turismo ?
    Deve ser para o mesmo que serve o Ministério da Pesca.
    Para nada !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 22:55:32