aki

cadastre-se aqui
aki
Política
20-11-2014, 15h35

Thomaz Bastos modernizou PF e salvou Lula no mensalão

24

Postado por: Daniela Martins

Márcio Thomaz Bastos foi o responsável pela modernização da Polícia Federal quando ocupou o Ministério da Justiça no governo Lula. Foi um dos principais responsáveis pela estratégia de defesa política e jurídica do então presidente Lula e do governo petista na crise do mensalão.

O ex-ministro da Justiça morreu na madrugada de hoje, em São Paulo, devido a complicações de uma fibrose pulmonar.

No direito, Thomaz Bastos era considerado um dos maiores advogados criminalistas do país _uma referência para colegas de profissão. Na política, foi um dos principais ministros do primeiro mandato do então presidente Lula. Teve atuação progressista no comando da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) paulista e federal.

Como ministro da Justiça, foi ponderado e firme. Fortaleceu a Polícia Federal aumentando o número de operações de combate à corrupção e melhorando os salários e as condições de trabalho. Dizia que era um erro tentar controlar politicamente a PF, como queriam setores do PT. A PF atuante de hoje deve muito a ele.

Thomaz Bastos ajudou Lula a amadurecer na Presidência e a atravessar a crise do mensalão. Não é exagero dizer que a presença dele salvou Lula no mensalão.

Há alguns anos, depois de superar um câncer no pulmão, ele dizia que não pensava na morte. Numa reportagem da revista “Serafina”, falou que vivia como se fosse eterno. Ontem mesmo, contra ordem médica, chamou advogados para trabalhar no hospital. Era inteligente, bom piadista, o melhor advogado do Brasil e uma pessoa de bem com a vida, que a aproveitou bastante. É uma notícia triste para quem o conheceu e sabia que ele era uma pessoa legal.

*

A tendência é que acabe logo a novela da escolha do novo ministro da Fazenda. A presidente Dilma Rousseff deverá nomear em breve a equipe econômica do segundo mandato. Isso foi um ponto pacífico da conversa entre Dilma e o ex-presidente Lula.

O governo está acuado pela Operação Lava Jato. Todo o noticiário é negativo. Na avaliação de Dilma e Lula, o anúncio de uma equipe econômica ajudaria a influenciar a agenda de discussão pública.

Outro ponto acordado é que essa equipe econômica teria de ser bem aceita pelo mercado. Na visão de Lula, a Fazenda teria de ser ocupada por alguém do mercado. Henrique Meirelles, que já presidiu o Banco Central e foi um executivo importante do BankBoston, ou Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco.

Ao final do dia de ontem, após sondagens, havia diminuído a possibilidade de indicação de Meirelles e de Trabuco. Dilma tem relutância em chamar Meirelles, que aceitaria se fosse convidado. Havia complicadores para Trabuco realmente aceitar.

Na terça, houve uma conversa entre a presidente Dilma e Lázaro Brandão, presidente do Conselho de Administração do Bradesco e figura mais forte do banco. Foi uma sondagem sobre a possibilidade de o convite ser aceito. Ontem à noite, um ministro importante dizia que estava difícil emplacar Trabuco.

Se Trabuco recusar o posto, crescerá a chance de Nelson Barbosa ser indicado para a Fazenda.

Há ainda outro complicador, que é a indicação de toda a equipe econômica. Ou seja, Fazenda, Planejamento, Secretário do Tesouro e presidente do Banco Central. De acordo com as conversas que a presidente Dilma tem tido com seus auxiliares e com o ex-presidente Lula, esse anúncio deverá sinalizar compromisso com maior controle nos gastos públicos em 2015 e mais rigor no combate à inflação. 

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
24
  1. Leonardoiub disse:

    Ah, sim me lembro dele. ele defendeu a turma do PT.

  2. Pasquale disse:

    Dilma tem reluta em chamar Meirelles, que aceitaria se fosse convidado.
    ——————————————————————
    Pode ser que sim,mas repare que quando a Dilma entrou ele saiu.
    E houve um entrevero entre ele e Mantega,já que Mantega gosta de falar muito.
    Diante das asneiras que Mantega falava, que o BC poderia fazer etc.
    Deu uma escolha ao Lula:”Ou o Mantega fica calado em relação ao BC,ou então vai ter que escolher,ou ele ou eu,falou Meirelles.

  3. Pasquale disse:

    Pasquale disse:

    Que orgulho sinto do meu Pai, que já se foi.
    Um simples sapateiro imigrante que soube me dar educação,não aquela que as escolas oferecem.
    Aquela que forma um cidadão de verdade,ética,honestidade etc.
    Possuindo apenas o quarto ano primário.
    Um abraço do seu filho,Pasquale.

  4. Roberto disse:

    Inegavelmente, um grande jurista,pena que tenha dedicado muito tempo e espaço para defender gente petista do mal, como o onipresente LULA. Mas, vai ter tempo para ir preparando a defesa do ex-presidente, quando este chegar lá na porta do forno.

  5. Sergio disse:

    Foi Ministro da Justiça, defendeu os direitos da sua elite e depois quadrilheiros, mensaleiros e assassinos, como o Sr. Antônio Pimenta Neves, que matou a sangue frio sua companheira.

  6. "COMISSÃO DA VERDADE: LADRÕES PADRÃO FIFA E LADRÕES PÉ DE CHINELO". disse:

    Uma uma coisa não sai da minha cabeça: um ladrão que mata “uma” vítima para roubar, comete um latrocínio, indiscutivelmente crime “hediondo” – punível com um rigor especial.
    Alguém que rouba milhões de reais (Mensalão, por exemplo) e até bilhões de reais(Petrolão, por exemplo) dos cofres públicos, provoca com certeza a morte de milhares de pessoas que dependiam daquele dinheiro para que tivessem acesso a atendimento médico, hospitalar, medicamentos, exames em aparelhos médicos sofisticados, tratamentos a doenças graves, saneamento básico, construção de moradias, fornecimento de alimentos essenciais subsidiados pelo governo, educação, segurança pública, combate ao narcotráfico que ceifa vidas de milhares de crianças, adolescentes e adultos etc.
    Não admitir isso, acho, é querer tapar o sol com a peneira – é hipocrisia.
    Entretanto tais criminosos, quando julgados e condenados, são apenados com penas em regimes brandos (semi-aberto, prisão domiciliar etc), quando não são absolvidos. Alguns, por sua enorme influência, sequer são indiciados e processados (exemplo: o chefe do Mensalão).
    Embora matem às bateladas (centenas, milhares),não são considerados de “alta periculosidade”, como os latrocidas, que normalmente matam 1 vítima de cada vez.
    Os latrocidas normalmente matam sem fazerem a vítima sofrer, com um tiro, uma facada etc.
    Os ladrões dos cofres públicos matam aos poucos, na base do sofrimento diário, da espera, da carência, da humilhação constante, da fome etc.
    Muitos desses ladrões dos cofres públicos têm sido até aclamados como heróis.
    Têm admiradores que chegam a depositar dinheiro em contas bancárias, para ajudà-los a pagar despesas judiciais etc.
    Não estará na hora de serem revistas as leis, o peso das punições aos crimes de acordo com areal periculosidade dos criminosos?
    O “curso superior”, em vez de privilegiar cadeia, não deveria, ao contrário, agravar a cadeia?
    O ladrão “Padrão Fifa” não é muito mais perigoso do que o ladrão “Pé de chinelo”?
    ACHO QUE ESSA DEVERIA SER UMA BOA BANDEIRA PARA OS QUE LUTAM PELOS “DIREITOS HUMANOS”, QUEM SABE UMA “COMISSÃO DA VERDADE SOBRE OS LADRÕES PADRÃO FIFA E OS LADRÕES PÉ DE CHINELO”!

    • jorge disse:

      Concordo plenamente com o colega frente a exposição feita. Na vida, nos defrontamos com várias adversidades, mas mesmo assim, nos mantemos sérios pois educação e honestidade não se aprende na rua e sim em casa. Ser ministro da justiça, onde ética, lei e justiça estão acima de qualquer coisa, não reflete o que este senhor pautou ao escolher na profissão de advogado, a defesa de especuladores, mensaleiros, propineiros entre outras…..

    • Tomaz Elias Robinson disse:

      Pena que não se identificou, porém fez um comentário muito bom, e verdadeiro, concordo plenamente, principalmente quanto a punição daqueles que conhecem bem as leis, seja aplicando-as como juízes ou usando-as como advogados.

    • Lucio Ricardo disse:

      Comissão da verdade, disseste tudo que eu gostaria de dizer, concordo plenamente com toda as vossas colocações, e quanto ao Dr. Thomaz Bastos que ele pague pelos erros que por ventura tenha cometido neste plano.

    • José Flavio Corrêa disse:

      Concordo plenamente com o que foi dito. Os assaltos rotulados como crime do colarinho branco deveriam ser considerados crimes hediondos e as penas proporcionais ao número de vítimas. Considerando que cada centavo desviado dos Cofres Públicos não afeta apenas a um indivíduo mas a toda uma Nação, qualquer soma desviada implicaria em prisão de verdade e não a farsa hoje existente em que os safados cumprem suas penas no conforto das suas mansões. Do jeito que as coisas são, roubar os Cofres Públicos é um empreendimento compensador, visto que as quantias desviadas possibilitam a contratação dos melhores advogados, mesmo no caso de alguma devolução, ainda sobra muito dinheiro para reabilitar a posição de cidadão “respeitável”. Creio que uma pena justa no caso daqueles que roubam muitos milhões seria o sequestro de todos os seus bens, inclusive dos familiares mais próximos que certamente se beneficiaram com o produto do roubo e, ao invés de trancafia-los numa prisão, dar-lhes um comodo e cozinha na periferia das cidades ondem residem e uma ajuda de custo de um salário mínimo. Talvez isso desencorajasse muitos safados que ainda irão assaltar a Nação.

    • ronaldo disse:

      Comentário perfeito! Sempre tive ó conceito de que os crimes do colarinho branco deveriam ser crimes hediondos, Porém, você acha que suas Excelências congressistas aprovariam esta alteração na lei? Infelizmente, nem PMDB, nem PT, nem PSDB, nem DEM nem PSB, nenhum dos partidos encamparia esta idéia, que colocaria em risco seus pares…

  7. Que ele encontre a gloria no céu, a mesma que aqui encontrou, pois, chegou aonde chegou foi por esforço próprio e muita luta, um grande advogado se faz com estudo e cultura agregada. Não se pode julgar alguém pelo fato de defender “gente que não presta” como o pimenta neves, pois, parte-se da premissa universal e preconizada na CARTA MAGNA que todos tem direito ao contraditório, ou seja, mesmo o mais víl dos bandidos, tem direito à defesa e, alguém tem que fazer essa defesa, então não julguemos o Marcio Thomas Bastos pelos clientes que ele defendeu, mas sim, pelo aporte cultural que deu ao DIREITO Brasileiro.

  8. JAIME EDMUNDO DOLCE disse:

    sr Thomaz basto era advogado de muitos corruptos.

  9. J K disse:

    Não sei porque nunca chegou a ser PR.
    Não sei se podemos comparar a Rui Barbosa

  10. Asteriosvaldo Sacristolimotério de Souza disse:

    Concordo contigo, disse tudo em poucas palavras.
    Advogado bom é aquele que só advoga para religiosos, de preferência o Papa.

  11. Jose Maria disse:

    Esse fazia defesa contundente dos aloprados, Lula e companheirada.

  12. cresciulo disse:

    Agora espero ansiosamente a justiça divina para os clientes dele.

  13. José mascarenhas disse:

    Pais sério tem que ter Banco Central e Polícia Federal com atuações independentes e livres de influencia externas. São Instituições de Estado com cunhos específicos e de formação de profissionais especializados. São os garantidores de ordem econômica,da democracia e soberania interna.

  14. Cidadão Comum ( Luiz ) disse:

    Os responsáveis por esse bando de coruptos que estão no poder, é aquele eleitor que em troca de uma ninharia que ele recebe dos Bolsas Familias da vida, elegem os políticos que eles acham que irão perpetuarem o recebimento da micharia mensal recebida. Esses cidãdões, não estão nem aí para a robalheira e corrupção, desde que continuem a receber sua ninharia mensal.

  15. Anafilófio disse:

    Bem, defender criminosos é o que faz um criminalista, e ele foi um dos grandes. Não foi a toa que sempre trabalhou para o PT, a elite sempre contrata os melhores. Talvez apenas uma mancha em sua carreira: alguns milhões dele foram encontrados, aparentemente desviados ilegalmente para fora do país no escândalo do Banestado, nunca ficou muito claro isso. Que descanse em paz, e que o PT nunca encontre um substituto à altura.

  16. Wagner Silva disse:

    É lamentável ler neste espaço, diversos comentários odiosos, que neste momento de perda, se limitam a criticar e ironizar o falecido pelas defesas que fez e pelos clientes que tinha. Não se pode confundir a figura do advogado, com os seus clientes, seja lá quem forem ou o que tenham feito. Defender (muitas vezes o indefensável) é tarefa do advogado, imprescindível para que exista justiça. Meu pai era homem humilde, de pouca instrução e muitos princípios, que passou para mim. Hoje sou advogado que atua na área criminal, também sou pai e vou passar para meu filho os mesmos princípios que meu pai me passou. Defender pessoas acusadas de crime não me tornam desonesto, não me tornam conivente com o crime, não me tornam um mau cidadão, não me tornam um mau exemplo para meu filho. E se meu pai fosse vivo, certamente entenderia e teria orgulho do meu trabalho. Tenham mais respeito com o falecido, com sua família e com a advocacia. E que o Dr. Marcio Thomaz Bastos descanse em paz, a advocacia perderá muito com a sua falta.

  17. KZ disse:

    Concordo com o comentário da comissão da verdade, defendeu pt e cia, excelentes pessoas, honestidade a todas as provas. nunca teve mensalão, petrobras e etc.

  18. O que realmente me chama a atenção é ver comentários sem a menor consideração pelo ser humano.

  19. O advogado e ex-ministro Marcio Thomaz Bastos, foi o homem certo sempre a lutar por causas erradas. Dotado de grande inteligência e conhecimento jurídico esteve sempre a defender os indefensáveis. Nos primórdios, foi eleito vereador pelo malfadado ARENA, partido criado em 1965 para dar sustentação política à ditadura militar. Em sua carreira como advogado defendeu assassinos (Pimenta Neves e aqueles que mataram Chico Mendes), estuprador (Roger Abdelmassih), bicheiro (Carlinhos Cachoeira), mensaleiros e agora estava trabalhando em causas de acusados da Operação Lava Jato, da PF. O homem a quem a vida deu todas as oportunidades para fazer o bem insistiu em lutar em defesa de quem fez o mal. Se existe mesmo um Deus, então há de existir o Céu, ao qual será negada a entrada de Marcio Thomaz Bastos. Talvez São Pedro, guardião da chave da porta de entrada do paraíso, alegue que não há provas suficientes para que o ex-ministro se mostre merecedor de adentrar aos umbrais do Éden. Mas sé há Deus e o Paraíso, também há de existir o Diabo e o Inferno. E lá sim, o advogado e ex-ministro será recebido. O Tinhoso virá pessoalmente aos portais do Inferno recepcionar tão ilustre figura. Acima da cabeça do Tinhoso, Marcio, tão culta figura, lerá no portal de entrada: “Deixai ó vós que aqui entrais toda a esperança”. E o Capeta, como um cicerone – Talvez como vez Virgilio – o levará a conhecer sua nova morada. Primeiro será levado a Minos onde, mesmo com todo seu conhecimento jurídico, o ex-ministro será julgado e condenado. Após a audiência, o Anjo Caído o levará ao local onde o velho advogado cumprirá sua pena: o nono Círculo, o lago Cocite que, congelado, fica no centro da terra e é formado pelas lágrimas dos condenados e pelos rios do inferno que nele deságuam seu sangue, e onde permanecem imersos os traidores. O ex-ministro será levado há uma parte que compõe o Cocite, a esfera de Antenora. Ali é onde são punidos os traidores da pátria. Sua alma ficará submersa no nível do pescoço, apenas com a cabeça para fora do gelo. E assim ele permanecerá por toda a eternidade. O que, no fim, nem é o pior dos castigos, pois os outros Círculos do Inferno guardam outros bem piores. Pra finalizar, espero apenas que o nobre jurista tenha levado agasalho em sua última viagem.

Deixe uma resposta para Cleber Siqueira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-23 03:01:21