aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-09-2018, 21h28

Toffoli assume STF dinamitado por Cármen Lúcia

Controle imperial da pauta acirrou divisões internas
16

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O ministro Dias Toffoli assumiu hoje a presidência do STF com a missão de recompor as relações internas que foram dinamitadas pela antecessora, Cármen Lúcia. Na desastrada gestão que se encerra, há um clima de guerra, com aumento da divisão na corte, algo visto em muitas votações apertadas e acaloradas nos últimos dois anos.

Ao pedir que Roberto Barroso fizesse o discurso de abertura da cerimônia, Dias Toffoli estendeu a mão para um colega com o qual teve divergências públicas. Barroso retribuiu com elogios à qualificação de Toffoli para dialogar.

É fato que o novo presidente do Supremo Tribunal Federal tem capacidade de articulação política maior do que Cármen Lúcia. Além do trânsito com ministros das duas alas do STF, ele conversa melhor com os demais poderes.

Por exemplo: costurou diretamente com o presidente Michel Temer o aumento salarial de 16,38% para ministros do STF. Esse acordo teve a bênção dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Em troca, Toffoli deverá cumprir o acerto para acabar com a farra do auxílio-moradia. Mas ele enfrentará a pressão corporativa dos magistrados, que querem manter outros penduricalhos para compensar o fim de tal privilégio.

Amigo de Gilmar Mendes, Toffoli deve atuar no sentido de impor limites ao que ambos consideram abusos da Lava Jato. Aliada da Lava Jato, Cármen Lúcia agiu no sentido contrário. Presidiu o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) sem colocar em pauta casos rumorosos de abusos da investigação.

Com maior transparência num poder fechado, ela tornou públicos dados salariais do Judiciário, mas não acabou com os penduricalhos. Não mexeu no vespeiro corporativo

O legado de Cármen Lúcia não é positivo externa nem internamente. Deixou relações esgarçadas no tribunal, sobretudo pelo controle imperial da pauta. Ministros entendem que pauta do STF deve ser tratada de forma colegiada.

Politicamente, atuou com dois pesos e duas medidas. Ajudou os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Renan Calheiros (PMDB-AL) ao pautar processos que os beneficiaram. Com o ex-presidente Lula, manipulou a pauta de modo a prejudicá-lo. Ministros do STF se sentem aliviados com o encerramento de sua gestão.

*

Em apuros

Marina Silva (Rede) está em situação difícil na eleição presidencial. Perdeu cacife nas pesquisas. Na sabatina CBN/G1, ela engrossou o coro dos que criticam Fernando Haddad, associando o petista à ex-presidente Dilma.

*

Avalistas do impeachment

A autocrítica do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) tem peso político, mas veio tarde, sobretudo para ajudar Geraldo Alckmin na corrida presidencial. Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, ele disse que o grande erro tucano foi entrar no governo Temer. Também afirmou que o PSDB se equivocou ao questionar a vitória de Dilma em 2014.

*

Pensando em alfinetar

O presidente Michel Temer ouviu sugestão para rebater um peça de propaganda de João Doria, candidato do PSDB ao governo paulista. Doria fez no rádio e na TV uma vinculação entre Temer e  o candidato do PMDB em São Paulo, Paulo Skaf.

A sugestão seria o presidente gravar um vídeo com a seguinte frase: “Doria, não me abandone como você abandonou a Prefeitura de São Paulo”.

Na campanha de Skaf, há debate sobre lembrar elogios de Doria a Temer e relacionar a mudança de tom do tucano à falta de palavra.

*

Agenda econômica

Em discurso na ONU ainda neste mês, Temer avalia usar um palco internacional para defender medidas que deem espaço fiscal ao sucessor. Deve falar que poderia levar adiante a reforma da Previdência, por exemplo. O projeto está aprovado em comissão especial da Câmara e poderia ser levado ao plenário em novembro.

Ouça os comentários feitos hoje no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
16
  1. walter disse:

    Sinceramente Kennedy, a Carmem tem 48 kilos, muitos machões, não suportariam o que ela passou; foi agredida verbalmente, por colegas da corte, pelo próprio Toffoli para ser exato; o lula ousou pressiona la, com o primo Sepulveda, sujeito oportunista, quis libertar o lula na “porrada”; foi tinhoso, ousou cobra la pela indicação ao supremo…nada a tirou de seu proposito, seguiu com distinção, como nunca antes, o que se esperava dela, constitucionalmente… jamais vimos uma atuação tão firme; houve sim contradições, por pressão de seus colegas, mas fez o máximo…falando em concorrentes ao planalto, quem esta tacando pedra na cruz, com mais insistência é a marina e o Alkimin pela ordem, depois vem o Ciro; já perceberam, terão que mudar os discursos, com o haddad a vista…quanto a michel temer do MDB tentando ganhar algo, com estas birras sem nexo, aos 48 do segundo tempo, não agrega…este discurso na ONU, tentando algum folego para Foto, de nada vai adiantar; sua história acabou…

    • walter disse:

      Vale salientar caro Kennedy, sobre o sr Toffoli, deveria ser mais acessível, tendo um irmão com síndrome; fez questão de traze lo, acertou se com o Barroso, demonstrando intenções “positivas” em conviver harmonicamente; não é bem assim, já que no mesmo dia, legislou em causa própria, ou seja; MANDOU SUSPENDER O PROCESSO CONTRA O MANTEGA, estava nas mãos do DR Moro, sem mais nem menos; ou seja, que lisura tem este cidadão; não poderia ter tomado esta decisão isolada…já havia sumido com o processo que cassava o PT no supremo…SE PENSA ser tão esperto, tenha certeza, vai causar uma convulsão social, se ousar interferir daqui para a frente, em PROL DO PT; trata se de um mandrião..terá que provar que é probo, já que a maioria não acredita; tenha a mesma postura do Gilmar e seus amiguinhos na soltura do HC; precisará segurar sua Onda, ou vai quebrar a cara…se for o Bolsonaro na presidência principalmente…

  2. David Dias disse:

    Nada mais do que um ato de rotina pois todos devem chegar lá e todos chegam e muitos por varias vezes por lá estarem por muito tempo. Tudo é previsto e não ha espaço para mudanças, logo mesmo mudando o Presidente, quase nada muda.

  3. eleusa cavcalcante disse:

    obrigada pelo posicionamento crítico e imparcial. Você trouxe luz à rádio CBN cheia de comentaristas raivosos e tendenciosos que fazem grande mal ao Brasil e que produzem algo perverso que nem posso chamar de jornalismo.

    Te desejo a força e a lucidez de sempre. A força do fato e de uma análise clara e imparcial.

    • Francisco Ricardo disse:

      Eleusa, esse blog, assim como outros de esquerda ou direita não tem como ser imparciais.
      Sempre haverá um lado que se coloca na posição de vítima ou de portador da verdade. Eu frequento ambos os lados para poder formar minha opinião. Mas como cidadão e com o grau de instrução que tenho não vejo luz somente nos comentários do Kennedy, mas nos outros também e é isso que gosto na democracia… a diversidade de opiniões e a possibilidade de debater sobre elas.

  4. ANDRE disse:

    O período de Cármen Lúcia a frente do STF foi desastroso, tendo seu ápice no julgamento da prisão domiciliar de Aécio Neves. Foi leal a Temer até o último momento, mas não teve a mesma lealdade com assuntos de interesses do povo. Decidida e feroz na defesa corporativista do judiciário, levantando sempre a voz nos momentos em que houve questionamento a este poder, aprofundou a crise que nossa democracia padece, encorajando juízes a agir sem freios, intervindo nos outros poderes. Tomando a liberdade com João Gilberto: “Se é por falta de adeus….”.

  5. BRAGA BH disse:

    Muito me preocupa o ativismo militar-judiciário nesta eleição. Estão tentando amestrar nossa democracia. Com a entrada na presidencia do STF de Dias Toffoli, espera-se que o judiciário seja pragmatico e cumpra o que está escrito na constituição e que a Venus, aquela que está na estátua na frente do prédio, seja realmente imparcial.
    Quanto aos milicos, basta a nós cidadãos escolherem bem nas urnas a quem nos representa e dizer com todas as palavras que não precisamos ser tutelados por ninguém.

  6. gilberto Luiz disse:

    Até tu Kennedy elogiando uma pessoa que nunca conseguiu chegar ao cargo de juiz de 1a. instância pelos seus conhecimentos jurídicos, uma vez que repetiu aos 2 exames que prestou a esse cargo e chegou onde chegou pelo meio mais fácil, pelo QI, não o de inteligência mais pelo de QUEM INDICA, e demonstrou por diversas vezes que ele está lá não para servir o Brasil mas sim aos que o indicou. A composição atual do STF está cheio de ministros cujo ego é maior que o de prestar bons serviços ao BRASIL, com isenção de valores, interpretando as leis a favor dos seus interesses pessoais e de gratidão a quem os indicaram. A lei nas mão desses ministros não é para todos e sim para alguns, principalmente os mais pobres. Uma pena o Sr. Kennedy depositar maior confiança no Sr. Tofolli que tentará acabar com as jurisprudências para, provavelmente, colocar uma pauta que traga benefícios a seus padrinhos, todos com uma lista enorme de delitos contra o patrimônio do Estado, ou seja, o nosso patrimônio.

  7. Francisco Ricardo disse:

    Caro Kennedy, Pela primeira vez tivemos uma gestão do STF que tocou adiante alguns julgamentos de políticos. a Carmen Lúcia criou esse racha lá dentro porque o Toffoli, o Gilmar, o Levandovsky e o Marco Aurélio entendem que se deve manter o status quo político, ou seja, políticos são processados mas não são julgados e aceitam incontáveis recursos, deixam rolar prazos infindáveis e usam aspectos técnico-jurídicos irrelevantes para parar processos importantes. Você tem razão sobre a seletividade e isso é um mancha negra, mas quanto a dizer que o legado exterior é negativo… essa é a visão dos julgados (partidos como o PT, PP, PL, empresários, etc). Como cidadão vejo o contrário… muitos de nós (garanto que mais que a metade da população) temos o plenário do STF como a última chance de fazer valer o que está na lei. Até me surpreende de certa forma você colocar as coisas neste tom, pois demonstra uma predileção pelo STF lerdo, anestesiado e que não age.

  8. Alberto disse:

    Corretíssimos os comentários dos srs Gilberto Luiz e Francisco Ricardo.É praxe culpar o termômetro pela febre.Cumprimentos.

  9. ubirajara oilveira disse:

    Boa tarde,

    Prezado jornalista, acompanho sua análises e matérias a muitos anos, mas fique surpreso desde ontem quando saiu o resultado da pesquisa VOX POPULIS, e o senhor não fez nenhuma análise ou mesmo uma simples menção a mesma.
    O que ocorreu, o senhor está com algum contrato que tem uma cláusula da “mordaça”.
    Não entendi.
    Um grande abraço e continuo te acompanhando, pois, acho o senhor o analista atual do Brasil mas sensato e independente.
    Boa tarde,

    Ubirajara (Bira de Maceió)

  10. DE RUI BARBOSA AO STF ATUAL! disse:

    Quem fala mal de Carmem Lúcia e a favor de Toffoli, Gilmar, Lewandovski, Marco Aurélio, não fala certo. Porque esses quatro defensores declarados de corruptos e roubadores de cofres públicos, usando “pelos em ovos” de leis mal elaboradas, com certeza intencionalmente, deixando brechas a várias interpretações, têm feito a divisão do STF. Uma vergonha! Se o STF cumprisse sua função constitucional teria o respeito máximo da população como última e derradeira instância judicial do país. Hoje, é triste dizer, confia-se muito mais no STJ, nos TRF’s Brasil afora, do que no STF. O STF deveria levar a sério o que disse, um dia, Rui Barbosa: “DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES, DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA, DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA, DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS, O HOMEM CHEGA A DESANIMAR-SE DA VIRTUDE, A RIR-SE DA HONRA, A TER VERGONHA DE SER HONESTO”.

  11. JOSE MARIA DA SILVA CARVALHO JUNIOR disse:

    Ela saiu como sempre viveu: APEQUENADA!

  12. ISSO É UMA VERGONHA: É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO, DOA A QUEM DOER! disse:

    Já passou da hora de se investigar ministros do STF, em especial o senhor Gilmar Mendes. Ele não é Deus, sequer semi-deus, sequer tem prerrogativas para interpretar as leis a seu bel prazer. Não é possível haver tantas divergências desse senhor, em relação à PF, MPF, ministros do STJ, Juízes Federais, juízes de instâncias inferiores. Ele age como quem quer enfrentar a todos, ou, isso é a impressão que deixa, que “protege criminosos do colarinho branco”. Não é possível o cara soltar todos os presos que são presos por instâncias inferiores. Será que só ele está certo? E, na maioria das vezes é seguido pelos mesmos: Lewandovski, Toffoli, Marco Aurélio. Alguma coisa não está correta. Ninguém está acima de qualquer suspeita, nem esse senhor. O cara age com prepotência, como se fosse o dono da verdade. E ninguém o enfrenta. Que país é esse? Que justiça é essa, onde esse senhor tem sempre a última palavra?

  13. A PRIMEIRA GRANDE MISSÃO SALVADORA DO PAÍS: RECOMPOR A VERGONHA NA CARA! disse:

    Caro Kennedy: Com raras exceções Executivo e Legislativo se tornaram covis de corruptos e as provas são: Mensalão, Petrolão, Lava Jato etc! Alvará do corrupto: foro privilegiado. Periculosidade: capaz de causar grave divisão dentro do Judiciário: centenas de juízes “Sergios Moros” Brasil afora x tropa de choque dentro do STF, “estrelíssima”, protegendo corruptos e anulando ações da PF e MPF. Políticos e empresários corruptos presos em presídios; outros em “prisão domiciliar”; Lula, condenado, violando o princípio constitucional de que “todos são iguais perante a lei”, está preso em suíte nas dependências da PF! Muitos outros, no colo de ministros corruptos do STF, sob o manto protetor do foro privilegiado, aguardam a “prescrição dos crimes”! Nesse retrato de vilipêndio total, o que fará Toffoli? Dirá, alto e bom som: “Cadê a vergonha na cara? Todos são iguais perante a lei – lula, temer, aécio, renan, jucá, barbalho, cunha, cabral, Zé do açougue, João cachaça, Pedro pedreiro etc!!!

  14. João Grilo disse:

    Ainda tem isso ? O Temer vai discursar na ONU ???

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-09-22 14:15:36