aki

cadastre-se aqui
aki
Política
10-12-2014, 22h14

Vargas abre caminho para cassações em massa em 2015

7

Postado por: ISABELA HORTA

Nesta quarta-feira, o deputado André Vargas (sem partido – PR) teve seu mandato cassado pela Câmara dos Deputados. Ele é a primeira vítima política da operação Lava Jato. A cassação de Vargas era dada como certa.

Esse é apenas o começo do calvário dos políticos envolvidos na Operação Lava Jato. Com o voto aberto, haverá cassações em massa de deputados e senadores em 2015 por causa do escândalo de corrupção na Petrobras.

Outro tema do “SBT Brasil” foi a divulgação do relatório final da Comissão Nacional da Verdade. Com isso, foi reacendida uma discussão sobre a validade da Lei da Anistia, que perdoou torturadores e militantes opositores à ditadura.

A principal consequência política do relatório é apontar que havia uma política de Estado de assassinatos, torturas e desaparecimentos na ditadura. É a primeira vez que o Estado brasileiro reconhece que essa política era ordenada pelos generais presidentes e pela alta cúpula militar. As violações aos direitos humanos não foram casos isolados ou excessos do regime.

A presidente Dilma Rousseff fez um discurso emocionado, mas conciliador. Disse que não há revanche e que devem ser respeitados os pactos políticos. Isso foi entendido como uma posição contra a revisão da lei da Anistia.

Mas o Ministério Público tem obtido na Justiça algumas decisões que punem agentes da ditadura, sustentando a tese de que ocultar corpos de desaparecidos é um crime permanente. Ou seja, esses atos não seriam protegidos pela lei da Anistia.

O relatório final da CNV incendeia esse debate.

Confira o comentário:

Comentários
7
  1. Frederico Gosling disse:

    Não existe esta possibilidade de anistiar apenas um dos lados, ambos cometeram excessos, é lógico que quem detém o poder, também tem poder de cometer mais atrocidades, mas ambos erraram, e isto é passado, não podemos viver de vingança, o que passou, passou, é bola pra frente, e que o Brasil, saiba perdoar todos os que erraram.

  2. J K disse:

    Faço um paralelo com o caso Maluf. Depois de incriminado, Maluf passou uns dias preso. Habeas corpus concedido, foi pra casa. Depois disso, nenhuma investida a cargo do executivo foi tentada, ainda que não tivesse sido cassado. Se ele se mexer é bem possível que o processo acorde e ele volte a ser importunado.
    Da mesma forma com os militares. Apuraçao concluída, indicação de culpa para alguns atores da corporação. Seguindo o raciocínio anterior, enquanto eles estiverem quietos dentro dos quartéis, nada acontecerá contra eles. Mexeram-se, aí o processo volta a pauta e vai ter muito milico pedindo prá parar.
    O bom disso é que o país funciona institucionalmente bem.

  3. VALTER MARANEZI disse:

    HÁ SÉCULOS AGUARDAMOS QUE A IMPUNIDADE DEIXE DE EXISTIR NO PAIS DA BANANA. PORÉM, ESPERO EM DEUS QUE A JUSTIÇA RESPONSABILIZE DO MAIS ALTO ESCALÃO AO MENOR DE TODOS. A LEI EXISTE, CUMPRA-SE.

  4. Um Leitor disse:

    Prezado Kennedy, voce está colocando tinta demais na pena. Isto não reforça o escrito, apenas provoca borrões. O Brasil tem uma característica interessante. Todo ano o País termina de um jeito e começa o outro ano totalmente mudado. Esta operação Lava Jato será encerrada como o maior fiasco da PF na história da corporação. Pode ser que, um ou outro, por interesses diversos seja atingido. Os sem partido por exemplo. Os demais… Pelo simples fato de que não haverá provas que a justiça possa acatar. Tudo acabará como suposição. O dito ficará pelo não dito e a vida vai continuar. Feliz 2015.

  5. NELMO JOSÉ CARNEIRO disse:

    Cassação é um paliativo, tem que caçar e colocar na cadeia, são piores do que bandido

  6. Pasquale disse:

    O pretenso partido dos trabalhadores,levou o petrolius dos trabalhadores.

    10/12/2014 16:43
    Força Sindical também vai entrar na Justiça contra Petrobras

    Central quer ressarcimento das perdas a trabalhadores que compraram ações com recursos do FGTS

  7. gesiel disse:

    O QUE É MAIS GRAVE: Pegar carona num avião de um cidadão, QUE “”NAQUELE MOMENTO””, não tinha nenhuma denuncia no caso da Petrobras, como era o caso do Alberto Youssef, quando o Andre Vargas foi acusado de pegar uma carona no avião dele; OU TER UM HELICOPTERO REGISTRADO EM SEU NOME, apreendido CHEIO DE DROGAS POUSADO NUMA FAZENDA, como foi o caso do deputado Gustavo e do Zezé Perrela? Veja bem, ninguém quer defender BANDIDO, mas O QUE PRECISA SER OBSERVADO É “””A DIFERENÇA COM QUE OS DOIS CASOS FORAM TRATADOS””””, visto que o caso do André Vargas, ex PT, se assemelha muito mais aos casos de JOGADORES DE FUTEBOL QUE MANTÈM AMIZADE COM TRAFICANTES QUE FORAM SEUS AMIGOS DE INFANCIA, do que um caso TÃO GRAVE quanto ao do ZEZÉ PERRELLA e GUSTAVO PERRELLA, exs PSDB. Sim, claro que o André Vargas ex PT, merecia uma punição, mas e o Zezé Perrela ex PSDB, não merecia nada de punição? Está mais do que claro que ha uma tendencia de dois pesos e duas medidas no Brasil, que precisa acabar e se faça valer a constituição, que fala de igualdade. Estas CPIs da petrobras não atingiu o interesse que O PSDB ESPERAVA de incriminar a Dilma, e teve apenas um efeito contrario, visto que FOI SABIDO que o PRESIDENTE DO PSDB SERGIO GUERRA, “”RECEBEU 10 MILHÕES PARA FECHAR A MESMA CPI DA PETROBRAS NO ANO DE 2009″”; com o objetivo de NÃO PUNIR ESTES MESMOS EXECUTIVOS DA PETROBRAS, DAS EMPREITEIRAS E DA CASA DE CAMBIO DO YOUSSEFF, financiadores de campanhas INCLUSIVE DO PSDB, que A GRANDE MIDIA TENTA ABAFAR.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2020-04-01 19:14:22